O que fazer para resgatar seu amor próprio? 13 coisas para colocar em prática!

Compartilhe:
Compartilhe esse post:

13 receitas para o amor próprio que são simples na prática e infinitas em seus benefícios.

Ano passado foi muito difícil para mim. Eu lutei o ano todo contra minha saúde mental e sofri de depressão e ansiedade. Olhando em volta para outras pessoas bonitas e bem-sucedidas, me perguntei: Como elas fazem isso? Como elas conseguem se sentir tão bem?

Eu queria descobrir e compartilhar com outras pessoas que, como eu, queriam se sentir felizes — queriam se sentir bem.

Aproveitando minha energia criativa, comecei a compilar um recurso que qualquer pessoa pudesse usar. Perguntei a homens e mulheres que conhecia: quais são seus hábitos para resgatar o amor próprio?

O que eles me disseram foi revolucionário e totalmente libertador. E se eu posso praticá-los, sei que você também pode!

13 coisas para colocar em prática para resgatar o amor próprio:

1. Pare de se comparar com os outros

Somos desde criança ensinados a sermos competitivos, então nos comparar com os outros é algo natural da nossa essência. Mas pode ser perigoso.

Simplesmente não há sentido em se comparar a qualquer outra pessoa no planeta porque existe apenas um você. Em vez disso, concentre-se em si mesmo e em sua jornada. A mudança de foco, por si só, te ajudará a se sentir livre.

2. Pare de se preocupar com a opinião dos outros

Não se preocupe com o que a sociedade pensa ou espera de você. Você não pode fazer todos felizes, então ficar se preocupando com o que outros vão achar do que você está fazendo só vai te atrasar em sua jornada para ser sua melhor versão.

3. Permita-se cometer erros

Ouvimos repetidas vezes desde nossa infância que “ninguém é perfeito, todo mundo comete erros”. Mas quanto mais velho você fica, mais pressão você sente para nunca falhar.

RELAXA! Cometa erros e aprenda a crescer com eles. Abrace seu passado. Você está constantemente mudando e crescendo de quem você era para quem você é hoje e quem você será um dia.

Portanto, esqueça aquela voz em sua cabeça que diz que você precisa ser perfeito. Cometa erros — muitos deles! Os aprendizados são infinitos!

4. Seu valor não está na aparência do seu corpo

Isso é fundamental! Muitas coisas — pra não dizer a mídia — tentam te distrair dessa verdade. Às vezes, até seu próprio sexismo internalizado afirma seus pensamentos de inadequação. Você é valioso(a) porque você é você, não por causa do seu corpo.

Então, vista o que faz você se sentir bem. Se é muito ou se é pouco, vista o que te faz se sentir confiante, confortável e feliz.

5. Não tenha medo de se livrar de pessoas tóxicas

Nem todos assumem a responsabilidade pela energia que colocam no mundo. Se há alguém que está trazendo toxicidade para sua vida e não assume a responsabilidade por isso, você precisa se afastar dessa pessoa. Não tenha medo de fazer isso. É libertador e importante, embora possa ser doloroso.

6. Não tenha medo de sentir medo

Assim como errar, sentir medo também é natural e humano. Não rejeite seus medos — compreenda-os. Este exercício saudável pode realmente te ajudar na sua saúde mental.

Interrogar e avaliar seus medos te ajudará a obter clareza e a desmascarar questões em sua vida que estavam causando sintomas iniciais da ansiedade. Isso, por sua vez, pode ajudar a aliviar parte — senão toda — sua ansiedade.

7. Confie em si mesmo para tomar boas decisões por si só

Muitas vezes duvidamos de nós mesmos e de nossa capacidade de fazer o que é certo, quando na maioria das vezes sabemos em nosso íntimo o que é melhor.

Lembre-se de que seus sentimentos são válidos. Você não está perdendo o contato com a realidade. Você se conhece melhor do que ninguém, então seja seu melhor amigo.

8. Aproveite todas as oportunidades que a vida apresenta ou crie a sua própria

O momento nunca será perfeito para o próximo grande passo em sua vida mas isso não deve te impedir de alcançar seus objetivos e sonhos. Em vez disso, aproveite o momento, porque ele pode nunca mais voltar.

9. Coloque-se primeiro lugar

Não se sinta mal por fazer isso. Muitos de nós temos o hábito de colocar os outros em primeiro lugar. Embora haja uma hora e um lugar para isso, não deve ser um hábito que custa a você sua saúde mental e emocional.

Encontre tempo para relaxar. Sem relaxar e recarregar suas energias, você pode colocar uma séria tensão em si mesmo. Quer seja passar o dia na cama ou fazer uma caminhada ao ar livre, encontre o que te ajuda a relaxar e dedique tempo a isso.

10. Sinta dor e alegria tão plenamente quanto você pode

Permita-se sentir as emoções completamente. Enfrente a dor, divirta-se com sua alegria e não coloque limites em seus sentimentos.

Assim como o medo, a dor e a alegria são emoções que te ajudarão a se compreender e, por fim, a perceber que você não é seus sentimentos.

11. Exercite sua ousadia em público

Adquira o hábito de falar o que pensa. Ousadia é como um músculo — cresce à medida que você a exercita. Não espere permissão para se sentar à mesa. Junte-se à conversa. Contribua com seus pensamentos. Tome uma atitude e saiba que sua voz é tão importante quanto a de qualquer outra pessoa.

12. Veja a beleza nas coisas simples

Tente notar pelo menos uma coisa linda e pequena ao seu redor todos os dias. Anote e seja grato por isso. A gratidão não apenas lhe dá perspectiva, mas é essencial para te ajudar a encontrar alegria.

13. Seja gentil consigo mesmo

O mundo já está cheio de críticas — não adicione ainda mais à sua vida. Fale gentilmente consigo mesmo e não se chame de coisas más. Comemore suas vitórias. Você chegou tão longe e cresceu tanto. Não se esqueça de comemorar, e não apenas no seu aniversário!

VEJA TAMBÉM:

Compartilhe esse post: