Como identificar e terminar um relacionamento tóxico

Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Estar em um relacionamento tóxico pode ser muito difícil de se identificar. É um problema especialmente complicado quando falamos de pessoas com baixa autoestima ou distúrbios emocionais, pois são mais suscetíveis a permanecer em relacionamentos abusivos que colocam em risco sua saúde psicológica e, em casos extremos, até física.

Para quem está imerso nesse tipo de relacionamento, não é fácil sair dele e, muitas vezes, é necessária ajuda externa.

Se você acha que seu relacionamento não é saudável e respeitoso, chegou a hora de buscar ajuda e se libertar do medo. Aqui no portal MeApaixonei.com.br nós te ajudaremos a descobrir como terminar um relacionamento tóxico e também te mostraremos sobre o que um relacionamento tóxico realmente é e como saber se você está em um.

O que é um relacionamento tóxico: suas principais características

Um relacionamento é considerado tóxico quando o desrespeito e o desprezo começam a se manifestar. Muitas pessoas acreditam que um relacionamento tóxico é aquele em que existe uma violência clara e visível, mas a verdade é que um relacionamento tóxico pode assumir várias formas.

Quando a dinâmica da comunicação se estabelece com palavrões, desqualificações ou recursos manipuladores ou um dos membros (ou ambos) da relação teme por sua integridade física e / ou psicológica, estamos falando de uma relação tóxica.

VEJA TAMBÉM:

As formas mais óbvias de relacionamentos tóxicos são a violência física e psicológica. Mas, além disso, existem outros sinais que são considerados não saudáveis ​​em um relacionamento e são comportamentos negativos que geralmente são indicadores de que algo está errado e que o relacionamento é tóxico:

  • Críticas a tudo o que o outro faz e constante insatisfação com seu comportamento.
  • Rejeição constante de opiniões e novas abordagens.
  • Desprezo por princípios, ideias ou valores.
  • Uso de desqualificações para se referir ao casal, seu comportamento ou imagem.
  • Provocação constante (uma forma de bullying).
  • Insultos, ameaças ou discussões constantes.
  • Falta de respeito pelo consentimento: relações sexuais forçadas, invasão de privacidade, vitimização constante para conseguir certas coisas, etc.
  • Ciúme e controle excessivos.
  • Levantar a voz e impor a opinião.
  • Exigir mudanças físicas e / ou de atitude.
  • Infidelidade e falta de compromisso como casal.
  • Descrédito e / ou indiferença às conquistas do outro ou do casal.

Como terminar uma relação tóxica: solução

Terminar um relacionamento tóxico não é simples. Normalmente, a pessoa abusada espera por uma mudança há tanto tempo que, no momento em que decide terminar o relacionamento, já está envolvida demais.

Se você se encontra nesta situação, recomendamos que considere o atendimento psicológico, pois ninguém melhor do que um profissional para te orientar para que você se livre de seus medos e dúvidas e volte a ser quem era.

Continue descendo e veja algumas etapas que podem ser úteis ao descobrir como encerrar uma relação tóxica.

VEJA TAMBÉM:

1. Fale sobre sua situação com sua família ou amigos de confiança

A maioria das pessoas que são vítimas de um relacionamento tóxico não ousa comentar o que está acontecendo com elas por medo ou vergonha.

Muitas vezes evitam falar sobre a situação para esconder os problemas e não aceitam que algo está errado e precisam de ajuda. Se você acha que esse pode ser o seu caso, lembre-se de que é muito difícil sair desse tipo de relacionamento sem qualquer apoio. Deixe-se acompanhar pelas pessoas que te amam e confiam: um amigo, um irmão, a sua família, etc.

VEJA TAMBÉM:

2. Procure ajuda profissional

Não subestime os cuidados psicológicos se você se sentir oprimido pela situação. Nos relacionamentos tóxicos há muita manipulação e negatividade e nada como a ajuda profissional pode permitir que você identifique as situações nas quais você é mais vulnerável. Você também terá recursos para enfrentar a separação, se manter firme e superar seus medos e dúvidas.

3. Identifique os sinais e estabeleça uma lista de prioridades

O mais difícil é tomar a decisão de acabar com a relação tóxica com o parceiro, já que muitas vezes as pessoas abusadas deixam de identificar os sinais porque se acostumaram com eles.

Seja honesto consigo mesmo e identifique as características de seu relacionamento que você gostaria de mudar; frequentemente são os fatores e indicadores mais tóxicos de que algo está errado.

4. Evite a zona de conforto

Sabemos que isso é fácil de dizer, especialmente de fora, porque também é sempre mais fácil não fazer nada para evitar um grande conflito. No entanto, você deve ter em mente que o momento que você está evitando está apenas piorando a situação e desgastando você ainda mais.

Quando chegar a esse ponto, busque ajuda profissional e confie naquelas pessoas que te lembram que você merece uma vida melhor.

VEJA TAMBÉM:

5. Não tenha pressa para curar — e lembre-se que o processo de cura não é um mar de rosas.

Lembre-se de que acabou de sair de uma situação muito difícil, cansada e triste que te desgastou e, por isso, agora precisa recuperar as forças. Não se force a ficar bem do dia para a noite; reserve um tempo para si mesmo e faça planos com as coisas que você mais gosta de fazer, mesmo que sejam pequenas. Preencha o seu tempo com as pessoas que mais te amam e comece a se adaptar, aos poucos, à sua nova vida.

Se pensa que pode estar envolvido numa relação tóxica, insistimos na importância de se colocar nas mãos de profissionais que lhe possam fornecer as melhores soluções. Se você e seu parceiro identificam um problema em seu relacionamento e desejam mudar sua atitude juntos, uma boa opção pode ser a terapia de casal. Boa sorte!

Compartilhe esse post: