Você é vítima de gaslighting na sua relação? Entenda o que é esse ABUSO e saiba o que fazer! – MeApaixonei.com.br

Você é vítima de gaslighting na sua relação? Entenda o que é esse ABUSO e saiba o que fazer!

13
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

www.google.com

Poucas coisas são tão perturbadoras quanto perceber que você está sendo vítima de gaslighting na sua relação.

Gaslighting ou gas-lighting é uma forma de abuso psicológico no qual informações são distorcidas, seletivamente omitidas para favorecer o abusador ou simplesmente inventadas com a intenção de fazer a vítima duvidar de sua própria memória, percepção e sanidade.

Esses mestres manipuladores mentem, enganam e ofuscam, tudo para ganhar poder sobre você, te fazendo duvidar da realidade.

Tentar se defender desse tipo de pessoa apenas torna suas estratégias mais eficazes. Se você expressar mágoa ou frustração, os gaslighters usam frases como “isso é coisa da sua cabeça” ou “você é muito sensível”, diz Anthony P. DeMaria, PhD, psicólogo clínico e psicoterapeuta e diretor associado de psiquiatria ambulatorial de adultos nos Hospitais Mount Sinai St. Luke’s e Mount Sinai West na cidade de Nova York.

Como você deve reagir se observar sinais de gaslighting em seu parceiro?

Entramos em contato com especialistas para descobrir as etapas exatas que você deve seguir e reconhecer o que impulsiona o comportamento.

Gaslighters são pessoas feridas, diz Dori Gatter, PsyD, especialista em relacionamento e psicoterapeuta em Connecticut. “Eles não têm um forte senso de identidade e precisam se sentir ‘bem’ o tempo todo, ou então se sentem ameaçados”, diz Gatter.

Lembre-se de que discutir com um abusador desse nível é uma estratégia ineficaz. O comportamento defensivo é o combustível deles, e eles responderão a você dizendo que você está sendo histérico(a) e agindo como louco(a). Quanto mais você tenta se defender, mais eles se fortalecem.

“Assim que você fica nervoso, é aí que começa o problema”, observa Gatter. “Seu objetivo é manter a calma.”

Em vez de insistir, diga ao seu parceiro que, enquanto você o ouve, o que ele está dizendo não é a sua experiência. Ou tente iniciar uma conversa com uma frase não ameaçadora como: “Parece que vemos as coisas de maneiras diferentes — podemos conversar?”

VEJA TAMBÉM: 7 Hábitos Tóxicos De Parceiros Emocionalmente Abusivos

Reflita sobre o que está acontecendo

A principal função do gaslighting é te desgastar emocionalmente. Portanto, fique atento quando começar a duvidar do que seu instinto lhe diz ser verdadeiro e real.

Pode ser útil se perguntar: O que eu realmente acredito que está acontecendo? Essa reflexão permite abordar as interações com confiança. Você também pode achar útil fazer anotações.

Envie seu texto!

Pessoas fora do seu relacionamento podem lhe dar uma perspectiva mais sólida. Isso é importante em todos os relacionamentos, mas principalmente com um parceiro abusivo que faz uso do gaslighting, que procura fazer com que suas vítimas se sintam isoladas ou insignificantes. Se você está duvidando do que sabe, converse com um amigo que possa te apoiar.

Procure ajuda se o gaslighting continuar

O aconselhamento individual te ajudará a determinar seus próximos passos, desde trabalhar para reparar o relacionamento até terminá-lo. A terapia também pode aumentar a confiança. Gaslighters irão corroer sua auto-estima; a terapia pode ser muito útil para reconstruí-la e também aprender os sinais de alerta no futuro.

A terapia de casal também pode funcionar — mas apenas se ambos os participantes estiverem abertos a ela e preparados para se aprofundar nas questões e mudanças. Isso pode ser particularmente desafiador para os gaslighters, que tendem a se considerar bons e rotulam as outras pessoas como o problema.

Se você tem alguém que está aberto para fazer terapia — mesmo que não veja o que está acontecendo — e deseja obter ajuda, você está com alguém com quem pode trabalhar nesse relacionamento.

Duas pessoas imperfeitas em um relacionamento podem fazer mudanças individuais para tornar o relacionamento melhor? Com certeza. Isso sempre acontece? Não.

VEJA TAMBÉM: 4 comportamentos que a mídia diz ser românticos, mas na verdade são COMPLETAMENTE TÓXICOS

Saia – e não olhe para trás

Você tentou corrigir o comportamento, mas o gaslighter não fez nenhum esforço para mudar. Nesse ponto, a única solução é terminar. Um relacionamento emocionalmente abusivo é prejudicial à saúde. Infelizmente, terminar com um gaslighter não será uma tarefa fácil.

O término pode ser um terreno fértil para mais gaslighting. Frequentemente, os abusadores intensificam seu comportamento quando as coisas chegam a um ponto crítico, como costumam acontecer durante um término.

Com isso em mente, recomendamos pular explicações e conversas exaustivas. Você desperdiçará sua energia se tentar fazer com que eles assumam a responsabilidade ou reconheçam qualquer coisa que você esteja dizendo. Em vez disso, diga de maneira simples, clara e definitiva que deseja terminar o relacionamento.

Após o término, recomendamos silêncio total: bloqueie o número de celular dele(a) e ignore suas chamadas.

Esteja ciente de que o gaslighter pode usar outras pessoas — como amigos que vocês dois têm em comum — para te manipular. Diga claramente a essas pessoas que você não vai falar sobre isso e use o que aprendeu para encontrar um relacionamento mais saudável.

VEJA TAMBÉM:

Como identificar e corrigir um RELACIONAMENTO TÓXICO da maneira mais simples possível

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: