Nós éramos perfeitos | Me Apaixonei

Nós éramos perfeitos

797
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Nós éramos perfeitos.

Antes de tudo acabar. Antes de tudo se problematizar. Antes de você virar meu maior problema. Nós éramos, definitivamente, perfeitos. Feitos um para o outro.

Nossas mãos se encaixavam perfeitamente, o nosso beijo era feito um para o outro, e os dois corações quebrados se tornavam um só quando estávamos juntos.

Éramos como a Branca de Neve e o príncipe, nos tornamos o casal mais fofo, acolhedor, éramos os pais dos nossos amigos. Lembra quando ficamos eu, tu e a minha ex-melhor amiga? Demos muitos conselhos para ela, deixamos ela falar, falar, falar, e fomos todo ouvidos, eu estava sentada do seu lado, e você segurava minha mão, eu sentia borboletas no estômago. Era nosso momento, mas nunca deixamos nossos amigos de lado. Ajudamos ela, e foi ótimo.

Ela teve idas e vindas em várias relações, nós participávamos de tudo, e, parecia tudo tão perfeito. Éramos o grupo de casal mais fofo que eu já vi. Você me respeitava, eu era digna de valor, você sabia como tirar um sorriso do meu rosto, e fazia isso sequencialmente, e sempre que podia. Nós éramos perfeitos juntos.

Você tomou várias atitudes, mas o primeiro beijo fui eu, e foi incrível. Você tomou várias atitudes, mas a primeira reconciliação fui eu. Você tomou várias atitudes, e eu também, até certo tempo. Até você me ter, de corpo e alma, até você saber que meu coração já era completamente seu. Foi depois de você descobrir isso que deixou de tomar atitudes, que deixou de me fazer sorrir. E foi aí que eu percebi, não era amor.

Não é amor quando choramos mais do que sorrimos, e olha que consequência, você me fez chorar. Você abriu um buraco no meu coração. Você o quebrou mais de cinco vezes. Doeu, e você não se importou.

Eu penso, até agora, como aconteceu. E por que aconteceu.

Estava perfeito, era perfeito. Ninguém deixa de amar uma pessoa sem mais nem menos. O conselho que eu mais recebia dos outros era “esquece ele, ele não te merece”.

Eu assisti de camarote nosso relacionamento se destruir, eu assisti de camarote você me destruir. Enquanto ajudávamos a todos, esquecemos de nos ajudar. Quem nos ajudaria agora? Ninguém.

Eu ouvi minha melhor amiga gritar comigo e me chamando de “saco” por falar de você 24 horas por dia. Eu vi minha irmã se afastar de mim por você ter me quebrado. Eu tive brigas e brigas com meus pais que antes eram raras, tudo porque eu não conseguia comer mais, sorrir mais. Eu passei dias e dias deitada numa cama chorando. Sorrir era difícil, e sempre que eu conseguia, não era verdadeiro. Aquela gargalhada que você tanto amava tinha se perdido em meio a tantas lágrimas. Eu vi você seguindo em frente sem mim. Vi você se tornar aquilo que eu sempre disse que você não era. Um babaca.

Eu não sei como, quando e nem o porquê​ de tudo isso ter acontecido. Não sei se foram seus amigos, sua família, ou se você simplesmente queria sentir o gosto de machucar alguém. Mas, ainda assim, em meio a tantas coisas, eu sei que amo você.

É tão desgastante quando você aparece do nada me mandando mensagem. Dizendo que gosta de mim, que está com saudades, que está carente e que precisa de mim. É questão de segundos para você começar a me esnobar. Eu realmente estou cansada, destruída, desgastada.

Eu parei de chorar por você​, isso eu não faço mais. Eu também parei de assistir aquele seu desenho favorito que virou o meu também. Eu não ouço mais aquelas músicas que você me mandou, eu apaguei. As nossas fotos só existem agora na galeria da minha amiga, que faz questão de guardar caso um dia o destino decida pregar mais peças. Mas uma coisa ainda não parou. Uma coisa ainda não saiu de mim. A dor.

Meu coração dói só de pensar em você, dói em olhar suas fotos, dói em ver você andando feliz da vida. Ele dói, e como dói. Eu queria saber pôr a razão ao invés da emoção, mas não sei. E por esse motivo, eu ainda lembro de você todas as noites, vejo nossas fotos na minha memória, assisto nosso desenho em sonhos, e ouço nossas músicas em silêncio. Eu amo você, apesar de tudo, e é isso que me destrói cada dia mais.

Eu estou um caco. Estou em pedaços. Ninguém sabe, e ninguém percebe. Eu agradeço por isso, falar de você é como rasgar meu peito, então eu evito.

Está ficando complicado. Sua conversa no Whatsapp eu arquivei, não valeria a pena apagar, uma hora eu esquecerei que te arquivei e viverei minha vida plenamente.

Eu agradeço pelas ótimas memórias, pelas incríveis lembranças, pelas ótimas risadas, eu realmente agradeço por tudo que tu já fez por mim, por nós.

Acabou. E eu estou decidida de que não vai mais ter volta. Um dia iremos nos reencontrar, seja no futuro, ou hoje mesmo, mas iremos, e eu vou conseguir te olhar e sorrir verdadeiramente, sem vontade de chorar, sem dores, sem mágoas, sem ressentimentos. E nesse dia, iremos conversar sobre como nosso passado fez com que o nosso futuro fosse incrível. Talvez eu esteja casada, ou namorando, ficando, ou até mesmo solteira, e você a mesma coisa, mas a gente não vai voltar a ser um “nós”, isso eu lhe garanto.

Dayane Carvalho

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: