E aí, cê topa? | Me Apaixonei

E aí, cê topa?

1489
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

“Oi. Eu estou bem. Ta tudo bem no trabalho. E não, não tenho novidades!”… Durante muito tempo meus papos com os homens se resumiam a isso! Quando eu estava ficando de saco cheio desses vazios que a vida nos coloca, eu conheci você! E cara, eu adorei você, de verdade… Então, pra facilitar pra nós, vou falar um pouco de mim, pode ser? Sou péssima nisso, mas eu vou tentar ser o mais sincera possível, prometo!

Quase sempre eu serei insegura sobre o que você diz sentir ou a intenção das pessoas que estão ao nosso redor! É eu sei isso é ruim, e eu odeio ser assim… Mas já melhorei muito nesse quesito, acredite!

Talvez em um mês, você me dê dez motivos para não te procurar mais e eu vou achar onze para não fazer isso. Ao mesmo tempo em que grito aos ventos que adoro minha independência e o deserto das terças a noite em meu apartamento, eu morro de medo de ficar sozinha. Eu demoro a me apaixonar, mas quando isso acontece acabo acostumando e mesmo com indícios de frustrações tenho dificuldade de me fazer de “OLX” e desapagar. Já sofri por isso nas mãos de alguns homens idiotas que conheci por aí, mas confesso que tenho fé que esse não seja o seu caso (e espero que use essa informação ao seu favor).

Não gosto de depender de ninguém, principalmente de quem não gosto (e é muito fácil eu não gostar das pessoas)! Prefiro retardar o resultado que eu busco a assumir que preciso da ajuda de alguém que não suporto.

É difícil mudar meu ponto de vista, sou decidida, chata e teimosa! Eu sou meio egoísta com isso… Sigo minhas intuições e se eu estiver certa, vou te olhar ironicamente com aquela cara de “eu avisei!!!”. Aceite isso.

Sou superprotetora e ciumenta sim! Vou usar mil e um argumentos para dizer que sou maleável com isso e que aceito suas amizades pra que a gente fique numa boa e blábláblá, mas é tudo mentira… Vou sentir ciúmes da menina na fila do supermercado que não para de te olhar, das suas colegas da faculdade, da sua vizinha gostosa ou daquela menina que curte incansavelmente todas as coisas que você posta (Até as mais ridículas).

Na verdade tenho ciúmes de você, as outras mulheres eu quero matar (risos)! Mas eu sou um amor viu?! (risos). Não vou brigar com você por isso (se você não der motivo), só quero que saiba que sinto ciúmes SIM!!! É que não gosto muito de dividir as coisas. Isso vale desde a batata frita até as pessoas que eu amo…

Vamos falar de sexo?!…

Sexo pra mim não pode ser qualquer sexo! Pra ser sincera eu não gosto de “rapidinhas”. Essa história de “no banco de trás do carro”, “Ali atrás da árvore” ou “no banheiro escondido da família”, até que é gostoso sim, mas não posso chamar isso de sexo. Sexo pra mim é demorado mesmo!… Cheiro exalando, toques infinitos, movimentos sem pressa e olho no olho… Tem que ser totalmente nu! Eu tiro minhas roupas, bijuterias, meus status, meus diplomas, meus cartões de crédito… Tiro tudo, até sentir que ali somos nós dois e mais ninguém! E pra isso vou precisar de tempo… E você também.

Tem mais, mas muito mais coisas pra eu falar… Mas agora eu fiquei cansada, com fome e sono. Você vai aprender que essa tríade é um convite à calamidade (risos). Mas como eu te disse, sou um amorzinho… Por isso, vou te deixar quieto por hoje (Só hoje) e deixar você imaginando o quanto pode ser feliz do meu lado (risos). E aí?! “cê” topa?

PS: Se quiser fugir dessa cilada corre que dá tempo… (risos)

Beijos, da futura pretendente à mulher da sua vida!

Leonardo Cabral

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: