Hoje

Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Hoje tive vontade de escrever. Escrever para ninguém. Escrever para mim. Escrever para mim que sinto minhas dores. Que sei pelo caminho que passei. Que sei onde estou. Que sei o que tenho passado. Que sei o quanto tenho tentado ser forte.

Hoje as lágrimas caíram, depois de muitos dias guardadas, escondidas. Depois de muitos dias que pensei que nem me lembrava mais sobre o que era chorar.

Hoje deixei meus dedos digitarem. Deixei minhas mãos falarem. Deixei minha mente guiar.

Hoje quis me perdoar. Quis entender o valor que tinha. Quis perceber antes que não merecia 1/3 do que passei.

Hoje quis atuar em um filme de romance. Quis fazer parte de uma boa leitura. Quis ser o personagem principal na história de alguém.

VEJA TAMBÉM:

Hoje percebi que ainda não é tarde. Que tudo depende mim. Que eu posso mudar as coisas.

Hoje me desmontei e me montei de novo mais de dez vezes. Me quebrei em pedaços e tentei me reconstruir.

Hoje olhei para dentro das minhas feridas e quis curá-las.

Hoje eu quis fazer tudo. Mas também não quis fazer nada. Deixei a força de vontade fazer parte de mim. Deixei a preguiça me fazer ficar parada 40 minutos na frente da TV.

Hoje eu assisti minha série preferida. Não ouvi a música que mais gosto. Mas lembrei dela.

Hoje eu fiz da vida meu palco particular.

Hoje eu sorri. Abracei alguém. Disse eu te amo (eu acho). Fiz alguém sorrir. Chorei.

Hoje eu fui apenas eu mesma.

Hoje eu escrevi.

Nayane Bardo

Foto: Pexels

Compartilhe esse post:

Deixe seu comentário: