12 sinais de um relacionamento abusivo. CORRA enquanto há tempo!

Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Meu namorado sente ciúmes de mais de mim. Ele fica furioso quando eu saio com meus amigos e quer que eu via com ele”, uma mulher chorando compartilhou comigo.

“Fiquei tão cega por ter um namorado dedicado que ignorei os sinais de alerta de relacionamento abusivo. Eu me convenci de que ele me amava e que as coisas iriam melhorar com o tempo. Eu estava errada — completamente errada.”

Frequentemente ouço esse clamor de homens e mulheres que estão em um relacionamento abusivo. As pessoas muitas vezes acreditam que a violência doméstica, abuso e manipulação não ocorrem dentro de casa, mas nada poderia estar mais longe da verdade.

Às vezes, os homens são retratados como sádicos; no entanto, as mulheres podem ser igualmente perigosas. E para te ajudar a evitar um relacionamento abusivo, apresento algumas dicas sobre como detectar uma pessoa tóxica e abusiva.

12 sinais de um relacionamento abusivo. CORRA enquanto há tempo!

Um agressor normalmente…

1 …é charmoso.

Essa pessoa rapidamente enche a outra com presentes e elogios. E imediatamente após isso, ele pressiona por um relacionamento exclusivo usando frases como “Não posso viver sem você” ou “Vou me matar se você for embora”. Uma indicação clara de que algo está errado.

2 …é excessivamente ciumento.

Ele vê os outros como uma ameaça ao relacionamento e te acusa implacavelmente de flertar. “Eu sei que você está tendo um caso.” A ironia é que o agressor geralmente é quem está traindo muita vezes.

3 …é absurdamente manipulador.

Abuso e manipulação andam de mãos dadas. Essa pessoa detecta facilmente a vulnerabilidade em outras pessoas e a usa como uma arma para controlar, menosprezar e rebaixar a vítima. “Você é fraco(a) e feio(a)… não me admira que você tenha sofrido abusos quando criança.”

4 …é controlador.

A verificação constante do paradeiro da vítima é uma característica comum do agressor. “Eu vi a quilometragem do seu carro. Portanto, não minta para mim.” Um controlador (na maioria das vezes homem), frequentemente se recusa a deixar sua namorada ter um emprego, ela pode “conhecer alguém”.

5 …se faz de vítima.

O agressor não assume qualquer responsabilidade por suas escolhas erradas. Ele nunca é o culpado. Quando ele perde o emprego ou começa a brigar por alguma coisa de errado que aconteceu em sua vida, a culpa é sempre da outra pessoa. “Você me faz bater em você” ou “Eu bebo porque você me estressa”.

6 …narcisista.

O mundo inteiro gira em torno do agressor e de suas necessidades. Ele é revigorado pelo fato de que as vítimas “pisam em ovos” e vivem com medo da próxima explosão.

VEJA TAMBÉM:

6 alertas que dizem que você deve terminar o namoro (mesmo que doa)

7 …inconsistente.

Mudanças de humor são uma característica comum de um agressor. Em um minuto ele está feliz e carinhoso, no próximo ele está tendo um acesso de raiva.

8 …totalmente crítico.

Atacar verbalmente os outros é um estilo de vida para o agressor. “Você é uma vagabunda estúpida, gorda e nojenta. Você nunca pode me deixar; nenhum outro homem iria querer você ”ou“ Ha! Você se considera um homem. Você não passa de um filhinho da mamãe.”

9 …desconectado.

O isolamento da família e dos amigos é um objetivo fundamental para o agressor porque força a vítima à submissão total. “Sua família causa muitos problemas para nós. Eu não quero que você os veja mais. ”

VEJA TAMBÉM:

Como TERMINAR UM RELACIONAMENTO sem virar inimigo do seu ex

10 …hipersensível.

A menor ofensa já machuca os sentimentos de um agressor. Todo mundo quer “pegá-lo”. “Meu chefe estava atrás de mim; eu era o melhor no meu trabalho, mas ainda assim fui demitido.”

11 …vicioso e cruel.

Um número significativo de abusadores prejudica crianças e animais, bem como um parceiro. Intimidação e infligir dor alimentam seu poder. “Se eu não posso ter você, ninguém vai” ou “Eu apenas fingi te amar para que você dormisse comigo”.

12 …falsamente arrependido.

Ele vai jurar que nunca mais “se comportará assim de novo”. Mas, a menos que o agressor receba ajuda profissional e responsabilidade sólida, é improvável que o abuso desapareça.

Fique atento(a)!

Após o casamento, esses comportamentos geralmente aumentam, portanto, é crucial reconhecer os sinais de alerta agora. Se apoie em alguém em quem você pode confiar e peça ajuda.

Quando um agressor perde o controle, muitas vezes reage com raiva e o abuso se intensifica. Portanto, faça um plano de saída antes de terminar o relacionamento. Contate um conselheiro ou linha direta local de abuso doméstico e / ou casa segura em sua comunidade.

VEJA TAMBÉM:

Como identificar e terminar um relacionamento tóxico

Foto: www.freepik.com

Compartilhe esse post: