Você se alimenta de maneira saudável mas não consegue emagrecer? Este poder ser o motivo: – MeApaixonei.com.br

Você se alimenta de maneira saudável mas não consegue emagrecer? Este poder ser o motivo:

896
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

voce-se-alimenta-de-maneira-saudavel-mas-nao-consegue-emagracer-este-pode-ser-o-motivo

Se você se exercita regularmente e come de forma saudável e ainda não consegue perder peso, o motivo pode ser um hormônio que todos produzimos chamado cortisol.

Esse hormônio é muito importante, porque faz com que você reaja quando há perigo. No entanto, níveis elevados da substância podem desencadear uma série de problemas que se resumem a uma síndrome chamada Cushing.

E a forma mais comum de produzir continuamente é quando você está sob constante estresse. É por isso que o cortisol também é chamado de hormônio do estresse. Produzi-lo em excesso destrói músculos e altera negativamente o metabolismo, gerando maior quantidade de gordura abdominal, entre outros problemas.

voce-se-alimenta-de-maneira-saudavel-mas-nao-consegue-emagracer-este-pode-ser-o-motivo1

Sintomas de alto nível de cortisol no organismo:

  • Mudanças de humor: raiva, vontade de chorar, ansiedade, depressão.
  • Fadiga permanente, mesmo sem fazer nada.
  • Dores de cabeça.
  • Palpitações e/ou hipertensão.
  • Falta ou excesso de apetite e aumento de peso sem explicação aparente.
  • Problemas digestivos.
  • Micção frequente, constipação ou diarreia.
  • Problemas de sono.
  • Perda de memória.
  • Redução das defesas do organismo.
  • Pelo e rugas faciais.
  • Rosto ovalado, inchaço, gordura do pescoço.

voce-se-alimenta-de-maneira-saudavel-mas-nao-consegue-emagracer-este-pode-ser-o-motivo2

Como diminui-lo:

1. Alimentos que você deve evitar: cafeína, álcool, alimentos com alta concentração de açúcar e qualquer adoçante, especialmente aspartame, excesso de potássio.

2. Alimentos que você deve consumir:

  • Aqueles ricos em fosfatidilserina. A fosfatidilserina, ou PS, é um elemento que compõe nossos neurônios. Peixes, por exemplo são ricos nessa substância.
  • Alimentos ricos em fenilanina (uma espécie de aminoácido) como frango, ovos, arroz integral, brócolis, abóbora, agrião e alcachofra.
  • Alimentos ricos em triptofano (outro aminoácido), como arroz, soja, oleaginosas, carne, ovos, leite e derivados.
  • Alimentos ricos em vitamina B5: tâmaras, amêndoas, leite, salmão, gérmen de trigo, farinha de aveia.
  • Outros: feijão, grãos integrais e sementes de girassol.

3. Coma em intervalos. Deve-se comer cinco vezes por dia, em pequenas porções. Não pule as refeições, pois isso produz cortisol.

Envie seu texto!

4. Faça exercício. Treine três vezes por semana, mas não mais do que 50 minutos; o excesso de exercício também aumenta o cortisol. Nunca treine durante sete dias por semana, descanse pelo menos a cada dois ou três dias.

5. Durma bem. É importante ter cerca de oito horas de sono para reduzir seus níveis de cortisol e ter o corpo restaurado.

6. Relaxe. Encontre alguma técnica de relaxamento ou meditação e a incorpore em seu dia-a-dia.

7. Evite qualquer estimulante. Não tome bebidas energéticas nem cafeína ou álcool.

8. Tome suplementos anti-estresse: vitamina C, Rodhiola, vitamina B5, ácido fólico, vitamina A, zinco, ginseng, alcaçuz, cromo, magnésio, cálcio, erva de São João, camomila e aveia.

9. Beba muita água. Mantenha sempre o corpo bem hidratado e crie o hábito de beber um copo de água com o estômago vazio na parte da manhã e outro antes de ir dormir.

E sempre consulte seu médico.

voce-se-alimenta-de-maneira-saudavel-mas-nao-consegue-emagracer-este-pode-ser-o-motivo3

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: