Tentar ser outra pessoa é doloroso | Me Apaixonei

Tentar ser outra pessoa é doloroso

78
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: https://unsplash.com/photos/QM_LE41VJJ4

Eu não estava conseguindo dormir essa noite.

O lençol estava emaranhado em meu corpo. Meus olhos estavam acesos, buscando a luz morna do abajur em meu dormitório.

Eu estava acordada.

Estava apreensiva, ansiosa.

Os únicos pensamentos que pulsavam em minha mente eram culpa, seguida de culpa e mais culpa.

Eu não estava fazendo nada certo.

Eu tinha mais de vinte anos. Garotas mais novas do que eu falavam fluentemente inglês, japonês ou outro idioma cercado de significados desconhecidos ao meu cérebro. Jovens estavam começando uma carreira promissora ou deixando a casa dos pais. Viajaram. Leram mais. Cantam bem melhor do que eu. Têm uma pele melhor que a minha. Tenho amigos que sabem exatamente o que estão fazendo e para onde estão colocando seus destinos.

E eu? O que estou fazendo?

Estou na cama, sem dormir e com o braço apoiado em um romance de Jane Austen. Sei apenas o meu idioma nativo. Meus pés estão nessa cidade há tanto tempo que provavelmente criaram raízes. Cambaleio em sonhos que não sei se um dia serão possíveis. Faço estratégias falhas e choro em cima de palavras.

VEJA TAMBÉM: 11 COISAS QUE VOCÊ DEVE PARAR DE DIZER A SI MESMO(A) SE QUISER DIMINUIR A ANSIEDADE

Eu me esforço para tentar fazer o que todos fazem. Parece ser o único jeito de conseguir se encaixar ou conquistar um amigo.

Eu abro livros de idiomas que não entendo e que não são do meu interesse, apenas para tentar se encaixar no grupo. Finjo ler títulos que nunca passaram pelos meus dedos. Empenho-me em apreciar coisas que, certamente, meu verdadeiro eu não aprecia. Penso nos sonhos que não me pertencem e meu coração se rasga por não tê-los conquistado. Sonhos que nem são meus.

Eu nunca falo do que gosto. Nunca digo, com sinceridade, o que faz meu coração palpitar.

Nunca sou eu.

Estou muito empenhada em ser outro alguém.

E ser outro alguém me deixa depressiva, ansiosa. Espanta meu sono e amargura minha alma, me contaminando com a inveja, o medo e o sofrimento.

Não ser você é doloroso, acredite em mim. Você se sente uma fraude vinte e quatro horas por dia. Você se sente um erro, algo vazio. E quando se olha no espelho você reflete a imagem de mil pessoas, mas jamais a sua.

Quero apenas conseguir coragem o suficiente para mudar, antes que essa dor me consuma.

Vanessa Silvana

VEJA TAMBÉM:

Acredite! Suas lutas são bençãos de Deus para você

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: