29 mitos sobre o CORONAVÍRUS: Combatendo as FAKE NEWS! | MeApaixonei.com.br

29 mitos sobre o CORONAVÍRUS: Combatendo as FAKE NEWS!

248
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

https://unsplash.com/photos/V6ba0bPBzgo

A internet é uma ferramenta absolutamente incrível. Qualquer um pode começar a ganhar dinheiro trabalhando on-line e ela te permite acessar praticamente qualquer informação em questão de segundos!

Mas o fato é que sua maior vantagem também pode se torna sua maior fraqueza. Pessoas sem escrúpulos podem postar conteúdos falsos (e até mesmo manipulados) e muitas outras podem compartilhá-los pensando que é verdade. E isso acaba dando vida e força às fake news.

Você deve estar se perguntando por que um blog de relacionamento criou um artigo sobre mitos sobre o coronavírus.  Bom… vou te explicar o por quê!

Antes de continuar, quero me apresentar a você. Meu nome é Guilherme Pasquinelli, tenho 30 anos e sou o proprietário do blog MeApaixonei.com.br. Sou casado com a Lilian, minha princesa e maior razão de toda minha felicidade.

Fique sabendo que você é muito bem vindo aqui, volte sempre que precisar de dicas para seu relacionamento ou quando quiser desfrutar de um texto apaixonado!

Bom, apresentações à parte… estou certo de que, como em todo relacionamento, seja namoro ou casamento, precisamos de honestidade. E, como pessoas honestas, devemos divulgar informações úteis para todos!

Às vezes pensamos que esse tipo de coisa não acontece conosco nem com nossos entes queridos. Nós o vemos como um problema externo e isso nos faz confiar e não dimensionar a gravidade da situação.

Um pouco antes de escrever este artigo, descobri que um tio de uma amiga minha morreu de COVID-19…

Estou escrevendo isso para reforçar a mensagem de que você se cuide, lave bem suas mãos, use álcool gel e máscara quando sair de sua casa!

Uma decisão ruim leva um segundo para ser tomada, mas toda uma vida pode ser virada de cabeça para baixo por causa dela.

Então, abaixo, você encontrará 29 mitos sobre o coronavírus que estão rodando as redes sociais e portais de notícias — e até na televisão — e podem ampliar ainda mais o problema da pandemia.

29 mitos sobre o coronavírus:

1. Prender a respiração por 10 segundos permite identificar se você tem o vírus.

Esse suposto método de detecção para o coronavírus está circulando nas redes sociais. Consiste em segurar a respiração por 10 segundos. E se não puder, é devido à fibrose (formação ou desenvolvimento de tecido conjuntivo em determinado órgão ou tecido como parte de um processo de cicatrização ou de degenerescência fibroide) causada pelo vírus.

De acordo com o pneumologista e infectologista Thomas Nash, “o diagnóstico de fibrose requer um teste de função pulmonar no qual o paciente respira um tubo conectado a um computador que analisa a função pulmonar. O teste não pode ser feito em casa.”

2. Beber álcool evita o coronavírus.

Este é outro dos mitos sobre o coronavírus que tem sido bastante difundido. No entanto, a OMS (Organização Mundial da Saúde) negou em seu site oficial. E o Hospital Saint Luke no Kansas também negou em sua conta oficial do Facebook.

3. Limão com bicarbonato mata o vírus.

O portal Salud sin Bulos entrou em contato com o co-diretor da escola andaluza de saúde pública, Joan Carles March, para descobrir se o limão com bicarbonato era a solução para o vírus. Veja a resposta:

“Pesquisas mostram que, para a maioria das pessoas, a suplementação de vitamina C não reduz o risco de contrair o resfriado comum, portanto, muito menos o coronavírus”.

4. Israel já tem a vacina contra o Covid-19

O instituto de pesquisa israelense MIGAL anunciou que havia desenvolvido uma vacina contra o IBV (vírus da bronquite infecciosa), uma cepa do vírus que afeta as aves; e que no final poderia ser adaptado para combater o COVID-19. Ou seja, a cura ainda não é certa.

Conforme declarado pelo portal da CNBC, a OMS está trabalhando com cientistas de todo o mundo para encontrar uma cura. No entanto, ainda não há cura comprovada para combater a pandemia.

(Se você souber informações sobre qualquer cura proveniente de um portal sério, deixe o link nos comentários lá em baixo).

VEJA TAMBÉM: 34 coisas divertidas e românticas para fazer com seu amor SEM SAIR DE CASA!

5. A inalação de vapor d’água combate o vírus.

Esse mito nasceu de um vídeo de um ginecologista, garantindo que “aspirar” o vapor de água permitia a eliminação do vírus. Felizmente, dezenas de portais receberam a tarefa de validar essas informações e as consideraram falsas.

6. O coronavírus é uma mistura de SARS, HIV, tuberculose e malária.

Jaime Castellanos, diretor do Instituto de Virologia de uma universidade de prestígio em Bogotá, Colômbia, desmascara esse mito passo a passo.

7. A fumaça do cigarro pode transmitir o vírus.

Alguns dias atrás, um artigo no jornal Clarín saiu com a seguinte manchete: “Pandemia: foi revelado que a fumaça do cigarro pode transportar os vírus da coronavírus”. Obviamente, muitas pessoas ficaram alarmadas e compartilharam isso em suas redes.

Em poucos dias, eles fizeram ajustes no título e em parte de seu conteúdo. Resultando em um artigo com informações verdadeiras, mas que não contém evidências de que a fumaça do cigarro carrega o vírus. O portal de verificação de fatos, la maldita, fez todo o rastreamento desse mito sobre o coronavírus.

8. O vírus pode durar até 9 dias no asfalto.

Ainda não há certeza disso, afirma a mesma OMS. No entanto, um estudo revela dados que podem ser do seu interesse:

  • O vírus pode viver até 4 horas no cobre.
  • 1 dia no papelão.
  • Até 3 dias no plástico e no aço inoxidável.
  • Até 3 horas no ar.

9. A pulverização cloro na pele ataca o vírus.

Esse é outro dos mitos sobre o coronavírus que a OMS desmascara em seu site oficial. Eles esclarecem que o contato do cloro com a pele pode ser prejudicial. No entanto, eles os recomendam para limpar superfícies.

10. Gargarejo com água e sal remove o vírus.

Você pode ter visto nas redes sociais que manter a garganta úmida impede o contágio. Eles até disseram quanta água você deve beber e a que temperatura.

O portal Factual recebeu a tarefa de investigar. De fato, nem o sal e nem a temperatura da água têm a ver com a eliminação do vírus.

11. O Covid-19 é como uma gripe.

Devo confessar que, no início eu pensei que esse novo vírus era como uma gripe só que mais forte. Mas agora, é mais do que claro como eu estava errado.

Como o New York Times nos assegura, apesar de os sintomas serem muito parecidos no início e sem um teste, é quase impossível determinar se é um coronavírus ou uma gripe; o coronavírus tem uma taxa de mortalidade mais alta e é mais contagioso.

Envie seu texto!

VEJA TAMBÉM: 14 maneiras de MELHORAR sua vida durante a QUARENTENA

12. As crianças são imunes.

No começo, pensava-se que o vírus não atacava crianças. Mas à medida que o número de casos cresceu, essa crença entrou em colapso.

13. Somente adultos mais velhos podem contrair o vírus.

Com as evidências atuais, esse é outro dos mitos sobre o coronavírus que já foram esclarecidos.

14. Tudo começou porque alguém na China tomou sopa de morcego.

Apesar do fato de os morcegos terem sido a origem não apenas dos coronavírus, mas também do MERS e do Ebola; não há provas irrefutáveis ​​de que tudo começou com a sopa de morcegos.

Conforme relata o Business Insider, os morcegos podem transmitir o vírus para outros animais, como o pangolim, que é fortemente traficado por sua carne requintada. Portanto, a passagem do vírus de animais para humanos não é comprovada.

15. Se você pegar o vírus, você morre.

É incrível que os grupos do WhatsApp continuem a propagar essa desinformação. Felizmente, é apenas isso: desinformação.

No momento da redação deste artigo, existem aproximadamente 4,18 milhões de casos confirmados, com 286 mil mortes e 1,46 MILHÕES DE CASOS RECUPERADOS. Sim, o coronavírus tem cura e eu acredito nela!

16. Cães e gatos podem espalhar o vírus.

Este é um dos mitos sobre o coronavírus que mais alerta as pessoas. É importante esclarecer que, conforme publicado na revista ScienceMag, cães e gatos podem sim contrair o vírus. MAS, não há evidências de que eles possam espalhá-las.

Por favor, divulgue esta informação. Muitos animais de estimação estão sendo abandonados pelos donos que entram em pânico!

17. Usar máscaras protege você 100% contra o coronavírus.

O The Guardian afirma claramente isso. A máscara pode ajudar a bloquear as partículas da saliva, que é uma fonte de transmissão do vírus. No entanto, essa não é a única maneira de se espalhar. Uma vez que também pode ser transmitido por contato com os olhos e até por micro partículas que podem passar através da máscara.

Não estou sugerindo que você não use máscaras. É pra usar SIM! Simplesmente estou compartilhando informações de fontes sérias que afirmam que a máscara não te protege 100%.

18. Os secadores de mãos removem o coronavírus.

Como você já ouviu milhares de vezes, a melhor maneira de prevenir a infecção é lavando as mãos e usando álcool gel. Mas alguns rumores estão sendo veiculados nas redes sociais, dizendo que o calor emitido pelos secadores de mãos elimina o vírus.

Para desmistificar isso, refiro-me à BBC, onde eles esclarecem que não há evidências de que altas temperaturas destruam o vírus.

19. Somente depois de passar 10 minutos com uma pessoa infectada, você poderá ser infectado.

Como podemos deduzir neste ponto do artigo, não há tempo mínimo definido para contrair o vírus. No entanto, quanto mais tempos você ficar perto de uma pessoa infectada; mais chances você tem de ser contagiado.

VEJA TAMBÉM: CORONAVIRUS: 4 Coisas que você deve fazer se seu parceiro (ou você) foi diagnosticado com o COVID-19

20. Gargarejo com alvejante ataca o Covid-19 — ??????????

Cara, sério… há muitos problemas sérios com essa “técnica”. E, além do mais, você pode acabar engolindo um pouco do alvejante sem perceber.

A ingestão de hipoclorito de sódio, um dos principais componentes do alvejante, pode causar dores no peito, queimaduras no esôfago, inchaço da garganta; entre outros.

21. Antibióticos matam o vírus.

Esse é outro mito sobre o coronavírus desmascarado diretamente pela própria OMS.

22. Os sensores de calor podem identificar pessoas infectadas.

Os sensores detectam se as pessoas estão com febre, não se tiverem com coronavírus. Além disso, o vírus tem um período de incubação de 2 a 14 dias. Supondo que todas as pessoas com febre tenham coronavírus; o detector ignoraria muitas pessoas que ainda não apresentam sintomas, mas já estão infectadas.

23. Comer alho faz você ficar imune.

O alho contém muitas propriedades positivas, mas a OMS tem sido clara ao dizer que o alho não é comprovadamente a solução para a pandemia.

24. Mercadorias trazidas da China podem se espalhar.

No mito 8, falamos sobre a duração do vírus em algumas superfícies. Com essas informações, podemos dizer que as mercadorias trazidas da China não poderiam ser transmissoras do vírus. Isto também é afirmado por Michael Merson, diretor do SingHealth Duke-National da Universidade de Cingapura.

25. Remédios caseiros são a solução.

Até o momento, não há remédio caseiro comprovado. O mesmo acontece com os medicamentos. No entanto, foi esclarecido que os medicamentos devem continuar sendo usados ​​para tratar os sintomas de pacientes com coronavírus.

26. A comida chinesa está infectada.

Não há fundamento para apoiar esse mito. Isto é afirmado por Ranjana Srivastava para o portal The Guardian.

27. O vírus morre em climas quentes.

Até o momento, não há evidências disso. Embora a gripe tenha um pico na temporada de inverno, esse novo coronavírus está atacando pessoas em países com climas diferentes. Se fosse assim, não teríamos tantos casos aqui no Brasil.

28. O coronavírus é o vírus mais perigoso do mundo.

Embora o COVID-19 tenha se espalhado pela maior parte do planeta, isso não o torna o vírus mais perigoso de todos os tempos. Outro tipo de coronavírus, conhecido como MERS (Síndrome Respiratória do Oriente Médio), tem uma taxa de mortalidade acima de 30%.

Há também a Gripe Espanhola que infectou 500 milhões de pessoas e matou 50.000.000 (sim, CINQUENTA MILHÕES) de pessoas no período de  janeiro de 1918 – dezembro de 1920. Cerca de um quarto da população mundial na época.

29. As vacinas contra pneumonia podem atacar o vírus.

Infelizmente, esse mito sobre o coronavírus não é verdadeiro. É isso que a OMS garante.

Conclusão

Existem muitos mitos sobre o coronavírus que podem piorar a situação. Imagine pessoas que não tomam os devidos cuidados porque estão convencidas de que comer alho as protegerá?!

Por favor, se cuidem! A melhor maneira de proteger os outros é proteger a nós mesmos.

Espero que este artigo tenha esclarecido algumas dúvidas para você. E se você tiver outros mitos e evidências para esclarecer, compartilhe com a gente nos comentários abaixo!

VEJA TAMBÉM:

O relato de uma enfermeira que está na linha de frente do COVID-19

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: