Leia isto se você estiver com medo do que o FUTURO te reserva | Me Apaixonei

Leia isto se você estiver com medo do que o FUTURO te reserva

84
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: https://unsplash.com/photos/X8bVSQNCdXY

“Como me preparo para o pior?” Um amigo meu me perguntou isso outro dia e comecei a me perguntar por que sempre assumimos o pior antes de tudo? Por que temos tanto medo do desconhecido que achamos que ele vai nos atacar e nos esfaquear pelas costas? Por que o futuro está associado à ansiedade e não à tranquilidade?

Temos medo do desconhecido, considerando que tememos que o futuro espelhe nosso passado, porque nascemos para acreditar que a história se repete. Mas os seres humanos se reinventam em vez de se repetirem.

Se você tem medo do futuro, peço que tente encará-lo como um desafio, e não uma ameaça, uma surpresa agradável ou uma história convincente que ainda está se desenrolando. Às vezes, conhecer o final arruína toda a história, e a vida é sobre a história.

Se você tem medo do amanhã, pense nas coisas que você pode controlar hoje, nas coisas que você tem agora, pense apenas no hoje e como você pode superá-lo.

Pense em como você pode melhorar hoje um pouco mais, pense em como você pode tornar esse dia ruim num ótimo dia, caso a história se repita amanhã. Pense em fazer hoje valer a pena, talvez seja a única maneira possível de se preparar para o amanhã.

Se você está com medo de que o pior possa acontecer, pense em todos os momentos do passado em que você estava com medo do que podia acontecer mas nunca aconteceram.

Se você tem medo do fracasso, pense nos arrependimentos passados ​​que teve porque não tentou, pense nos “e se” e “se apenas” que você se perguntou quando sentiu que a vida estava passando por você. Pense no fracasso como não tentar. Pense no fracasso como uma batalha que você perdeu, mas uma guerra que você ainda pode vencer. Pense no fracasso como um amigo complicado e não como um inimigo insignificante.

Se você está com medo de ter o coração partido, pense na sabedoria e na força que ganhou com o seu coração partido, nas auto-descobertas que você fez com seu isolamento e introspecção. Pense nos momentos em que sua tristeza te inspirou a escrever, cantar, dançar, ou apenas fazer as malas e viajar. Pense em como você não tinha medo do amor uma vez e por que nunca deveria ter medo do amor novamente. Se você tem medo do amor, veja-o como um ato de dar e não de receber. Se você tem medo do amor, pense em como pode ter ainda mais medo da solidão.

Se você tem medo da morte, pense nas muitas vezes em que você morreu por dentro e em como voltou a ver a luz do dia. Pense em todas as experiências de quase morte que você teve e lembre-se de como essas experiências te tornaram muito mais consciente de sua vida e muito mais grato por ela. Somos mortais e não há absolutamente nada que possamos fazer sobre isso. Você está aqui agora, então esteja aqui, viva de forma ousada!

Vamos viver como se estivéssemos morrendo, ao invés de morrer como se nunca tivéssemos vivido.

VEJA TAMBÉM:

Se você não sabe o que deseja na vida, comece com o que mais tem medo

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: