9 características de seu namorado que revelam se ele será ou não um bom marido | Me Apaixonei

9 características de seu namorado que revelam se ele será ou não um bom marido

421
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Na sua opinião, como seria o marido ideal? Aposto que nessa lista tem algumas das qualidades que você sempre procurou num homem para ser o seu marido.

Neste post, investigamos como as expectativas das mulheres sobre o companheiro ideal coincide com dados reais já comprovados por especialistas.

A equipe do Blog Me Apaixonei foi atrás dos resultados dos melhores estudos científicos sobre casamento, te revelando como seria o marido para você na opinião de quem já entende do assunto de verdade:

1- Inteligência. Homens que são inteligentes ganham mais e traem menos

Não é estranho o fato de algumas pessoas serem mais inteligentes do que outras. Mas de acordo com especialistas da Finlândia, para se ter sucesso num casamento o melhor a se fazer é escolher namorados inteligentes, pois a probabilidade é muito menor de que um dia eles traiam suas esposas.

Além do mais, os homens mais inteligentes possuem um salário bem maior do que aqueles que não são. Os especialistas tiveram essa conclusão após realizar um estudo com 200 mil homens na idade de 18 a 45 anos.

Diversos fatores foram levados em conta, mas segundo eles, a inteligência é o fator que mais influencia quando o assunto é salário.

2- Forma física. É muito importante a diferença de peso entre homem e mulher.

Cientistas da Universidade do Tennessee, EUA, concluíram que homens e mulheres ficam mais satisfeitos nos relacionamentos quando ela é mais esbelta que ele.

Não é preciso que ela tenha o corpo de uma Gisele Bündchen, mas é bastante importante que haja uma diferença de peso entre os dois.

3- Senso de humor. Ele não precisa ser engraçado em todas as horas, basta fazer você sorrir

Por mais lindo que um homem possa ser, o fator que as mulheres mais levam em conta é o seu senso de humor.

Os estudiosos Lorne Campbell e Christopher J. Wilbur, da Universidade de Ontário, Canadá, provaram por meio de um estudo que as mulheres ouvidas em um site de relacionamentos levam mais em conta critérios como senso de humor do que ao físico em forma.

Segundo eles, as mulheres associam a capacidade de fazer piadas com a inteligência. E isso faz com que o homem ganhem muitos pontos com elas.

O senso de humor, contudo, é uma característica bem específica. Afinal, você pode gostar de algumas brincadeiras, mas de outras, não. Portanto, um componente importante em um casamento feliz é o senso de humor parecido.

Ainda que ele não arranque gargalhadas de todas as pessoas, o mais importante é que você se divirta com ele.

4. Emoções: ele não tenta escondê-las sob uma aparência de masculinidade e tranquilidade

Muitas mulheres querem ter ao seu lado um homem que seja forte e valente, que nunca fará “corpo mole”. Mas a realidade é que as emoções masculinas são muito importantes para um relacionamento feliz.

O professor de psicologia John M. Gottman passou 12 anos acompanhando 130 casais. Ele descobriu que os homens que sabem ouvir e entender as esposas compreendem suas emoções e conseguem expressar as suas próprias.

Com isso, o casal se sente à vontade para revelar mutuamente o que sente, criando um casamento mais feliz e menos propenso a acabar em divórcio.

5. Apoio é mais importante nas horas boas que nas ruins

Mestre em psicologia pela Universidade da Califórnia, EUA, Shelly Gable concluiu após a realização de um estudo que, para um casal, é mais importante se apoiar mutuamente depois dos sucessos do que depois dos fracassos.

Por isso, o marido capaz de se alegrar pela esposa até nas situações em que o sucesso não foi tão grande assim é mais satisfeito no casamento do que aquele homem que sabe apoiar só nas horas de dificuldade. A mulher também ficará mais satisfeita com o primeiro tipo de marido.

6. Trabalho. Ele quer que ela trabalhe e cresça na profissão

Num estudo publicado em 2005, revelou-se que os maridos são fatores decisivos em dois terços dos casos em que as mulheres resolveram parar de trabalhar.

Mas apesar disso, o número de mulheres que querem ser mães e também se destacar no mercado de trabalho cresce dia após dia. Especialmente por isso, a igualdade de gêneros no casamento é tão importante.

Os resultados dos estudos apontaram que as mulheres que trabalham fora de casa e que são apoiadas pelos maridos são mais felizes. Isso reduz significativamente a probabilidade de divórcio.

7. Dinheiro. Ele não precisa querer ganhar todo o dinheiro do mundo

Muitas mulheres querem ter ao seu lado um homem rico, que ganhe dinheiro como quem respira. Ao mesmo tempo, a mulher também pode ser financeiramente bem-sucedida.

Mas especialistas da Universidade de Brigham Young, em Utah, EUA, estudaram 1.700 casais e concluíram que os casais que não colocam o dinheiro em primeiro lugar têm um casamento mais estável que aqueles dedicados a ganhar sempre mais.

Os pesquisadores descobriram que homens e mulheres que só pensam em dinheiro não sabem resolver conflitos adequadamente e não são receptivos uns com os outros.

Mas como o dinheiro é uma questão que costuma gerar discussões no decorrer do casamento, seria ridículo dizer que ele não tem importância. Só que as finanças não devem se sobrepor às qualidades que você valoriza em seu parceiro.

8. Convivência. A idade com que o homem propõe que passem a morar juntos também é importante

Um estudo realizado pela socióloga Arielle Kuperberg, da Universidade da Carolina do Norte, EUA, demonstrou que a convivência sob o mesmo teto antes do casamento não aumenta o risco de divórcio no futuro.

Mas essa possibilidade existe em maior medida entre casais que começaram a morar juntos ainda muito jovens.

Portanto, se o homem propuser que vocês passem a morar juntos antes dos 18 anos, saiba que não é uma boa ideia. O mais provável é que a convivência não dê em nada ou termine em divórcio.

Se a proposta chegar uns cinco anos mais tarde, é bem provável que ela seja mais ponderada, indicando que o homem se tornará um bom marido no futuro.

9. Infância. Ele conta com alegria episódios de quando era criança

Especialistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, detectaram que as pessoas que foram muito felizes na infância continuarão felizes durante a vida adulta. E isso se reflete também no casamento.

Mas aqui há uma armadilha: os adultos felizes rejeitam imediatamente um casamento fracassado, já que elas são donas de grande autoestima.

Por outro lado, se tudo estiver bem no relacionamento e se o homem costuma falar sobre o quanto foi feliz na infância, o casamento tem tudo para ser feliz também.

Quais outras qualidades de um bom marido você incluiria nesta lista?

Gostou desse post? Deixe seu comentário abaixo e compartilhe com seus amigos! 🙂

Veja também:

26 Sinais Inegáveis Que Você Encontrou O Amor De Sua Vida

Vimos em incrivel.club

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: