5 características de um CASAMENTO baseado em CRISTO – MeApaixonei.com.br

5 características de um CASAMENTO baseado em CRISTO

116
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

https://unsplash.com/photos/8DYhEP0Lt-Q

Qual é a diferença entre um casamento que tem Cristo como base e um que não tem?

Certamente casamentos cristãos e não cristãos enfrentam as mesmas dificuldades e podem até parecer superficialmente semelhantes.

Mas há cinco características que tornam o casamento em Cristo radicalmente diferente:

1. O objetivo do casamento

De uma perspectiva cristã, o casamento existe para a glória de Deus. Não é principalmente para minha felicidade, glória ou vontade, mas para a de Deus.

Quando um homem e uma mulher se unem em Cristo, eles vivem juntos para glorificar a Deus no amar, servir e respeitarem um ao outro.

O propósito não está neles, mas em algo maior que eles: Cristo.

“Porque dEle e por Ele, e para Ele, são todas as coisas…” – Romanos 11:36

2. A dinâmica em que consiste o casamento

Outra característica interessante é a dinâmica interna do amor conjugal. A fonte do amor não se encontra na outra pessoa, mas no próprio Cristo.

Tanto o homem quanto a mulher sabem que são amados por Deus primeiro. Sua identidade, valor e significado são encontrados nEle. Não no outro.

Isso nos motiva a amar nosso cônjuge, mesmo quando as coisas não vão bem, porque sabemos que somos amados por Deus e podemos fazer o mesmo por nosso parceiro.

A dinâmica do amor matrimonial é baseada no amor de Deus.

“Maridos, amem suas esposas, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela” – Efésios 5:25

3. A prioridade do casamento

Intimamente relacionado ao ponto anterior, no conceito cristão de casamento “nos amamos mais, quando nos amamos menos” (John Piper). Ou seja, o marido deve amar a Deus acima de todas as coisas, incluindo sua própria esposa.

Envie seu texto!

Fazer isso de maneira diferente, isto é, amá-la mais do que Deus, é definido como idolatria: tratar algo criado como se fosse o Criador.

Por amar minha esposa mais do que Deus, eu a “amaria” de uma maneira pecaminosa e, portanto, a amaria menos. Mas se meu amor for baseado em Cristo, eu a amarei da maneira mais gloriosa que duas criaturas podem amar uma à outra.

A prioridade no casamento está fora do casal, está em Deus.

“Venerado seja entre todos o matrimônios” – Hebreus 13:4

4. O fundamento do casamento

A base do casamento entre esposa e marido é a graça de Deus. O amor de Deus é o fundamento mais forte para manter um relacionamento saudável durante os bons e os maus momentos.

Por que perdoar ofensas, amar quando se é difícil ou servir quando custa seu próprio conforto: pela graça que recebemos de Deus, podemos fazer isso e muito mais pelo nosso cônjuge.

O fundamento do casamento cristão é a graça em Cristo.

“Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.
Contra estas coisas não há lei.” – Gálatas 5:22,23

5. As regras do casamento

A perspectiva cristã dos papéis no casamento não é machista nem feminista, é divina. Homens e mulheres são iguais em dignidade, coragem e glória. Ele e ela são igualmente pecadores que precisam da graça de Cristo.

No entanto, Deus deu papéis no casamento. Ele deu ao homem o privilégio de imitar a Cristo em sua liderança. Cuidar, prover e dirigir o lar é o papel fundamental do homem. E deu à mulher o privilégio de imitar a Cristo em sua submissão. Amar, respeitar e seguir a liderança de outro pecador salvo pela graça é o papel fundamental das mulheres.

Os papéis no casamento cristão são de origem divina.

“E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.
Vós, mulheres, estai sujeitas a vossos próprios maridos, como convém no Senhor. Vós, maridos, amai a vossas mulheres, e não vos irriteis contra elas.” – Colossenses 3:17-19

Eduardo Escobar (tradução)

VEJA TAMBÉM:

9 conselhos bíblicos que irão ADOÇAR seu casamento

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: