Uma história de amor contada através das mensagens que nunca enviei | MeApaixonei.com.br

Uma história de amor contada através das mensagens que nunca enviei

533
1
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: https://unsplash.com/photos/CY_wQGV7AlY

2004

(*) Ei!

(*) Quer estudar junto comigo pra prova de amanhã?

2005

(*) Teve uma razão para eu entrar no seu carro e não no dele. Fiquei imaginando como seria ficar sozinha com você desde que você perguntou meu nome na festa da Carol…

2006

(*) Apenas estar ao seu lado me faz sentir coisas que nunca senti com ninguém antes.

(*) É só comigo hoje ou algo está acontecendo? Você pode sentir isso também?

(*) Estou contando todos os motivos pelos quais não deveria estar pensando em te beijar. Mas nenhum é suficiente para me fazer parar.

(*) Meus pais estão fora da cidade. Se você viesse, ninguém precisaria saber.

2007

(*) Esse beijo apagou a memória de todos os primeiros beijos que vieram antes dele. Tenho certeza dos que virão depois disso também.

(*) Nós dois estamos aqui agora. Eu tenho saudade de você. Estou animada por estar na mesma faculdade que você.

(*) Eu queria que você ficasse esta noite.

(*) Da próxima vez, não se satisfaça e vá embora.

(*) Você me faz sentir usada.

(*) Eu pensei que você fosse meu amigo. Eu pensei que você se importava comigo. Você realmente me machucou desta vez.

2008

(*) Eu preciso de você.

(*) Eu sinto sua falta. Eu preciso de alguém para conversar.

(*) Eu me sinto como um segredo sujo que você guarda.

(*) Vá pro inferno.

(*) Penso em você o tempo todo, mas sou apenas um nome em alguma lista para você.

(*) Obrigada por estar lá comigo ontem à noite. Significa mais do que você sabe.

(*) Você é um dos meus melhores amigos.

2009

(*) Você acha que poderíamos ser mais do que amigos que transam?

(*) Ela é incrivelmente bonita, né?!?!?!.

(*) Eu gostaria que você tivesse ficado.

(*) Ouça “Gravity”, de Sara Bareilles.

2010

(*) Foi bom te ver hoje. Tava com saudade. Sinto muito por ter saído tão cedo, minha mãe estava doente.

(*) …eu não confio em mim com você.

(*) Venha aqui.

2011

(*) Como está a faculdade de direito?

(*) Estou visitando meus pais neste fim de semana. Quer tomar alguma coisa?

(*) Se eu fosse uma garota normal com o tipo de sonho que toda garota tem, ficaria feliz em estar com ele. Eu ficaria contente com alguém que se comprometa comigo dessa maneira. Ele quer se casar comigo, sabe? Seria muito mais simples se eu fosse outra pessoa. Mas não importa o quanto eu faça esse papel, não consigo me tornar o papel.

2012

(*) Eu odeio nunca estarmos solteiros ao mesmo tempo.

(*) Você realmente a ama, não é? Ela é a única pessoa que você já amou. Eu não vou mentir, doeu, mas tenho orgulho de você por não ter ido mais longe e ter escolhido ser fiel. Espero que você resolva as coisas entre vocês dois. Eu quero que você seja feliz.

(*) O que ela tem que eu não tenho?

(*) Te odeio.

(*) Comecei a escrever novamente hoje, depois de tanto tempo, e cada palavra que escrevi era sobre você.

(*) …De todas as formas, eu sempre volto para você.

2013

(*) Toda vez que penso, penso naquelas noites com você na sua varanda. Eu sinto falta de você.

(*) Como você tem estado?

(*) Não entre nos meus DMs quando puder me enviar uma mensagem de texto.

(*) Também sinto sua falta.

(*) Eu te amo. Eu realmente te amo. Eu ainda estou pensando em você.

(*) …Você pensa em mim também?

2014

(*) Você não sente minha falta. A verdade é que você está entediado agora que ela se foi.

(*) Ontem à noite eu pude sentir você antes mesmo de te ver. Eu me virei e lá estava você…

(*) …Levei uma eternidade para me despir de qualquer sentimento por você. Mas um olhar seu, e você desfaz tudo isso.

(*) …eu estava derretida antes mesmo de você se sentar.

(*) Ainda sinto suas mãos nas minhas.

(*) Nos primeiros momentos em que estamos juntos, posso sempre sentir o quanto você está nervoso. Há um ligeiro tremor na sua voz e no seu corpo. Adoro saber que também tenho algum poder sobre você.

(*) Você só me quer quando está entediado é?!

(*) Eu te amo.

2015

(*) Você já pensou em como seria isso entre nós?

(*) Vamos aprender a ficar longe um do outro?

(*) Senti falta do seu toque, sua paixão, sua violência.

(*) Eu fico tão nervosa todas as vezes antes de te ver. Eu tenho que respirar fundo. Eu tenho que me forçar a parar de tremer. Mas estou com você e parece que estou voltando para casa.

(*) Você não pode simplesmente voltar à minha vida e quebrar meu coração.

(*) Escute “Is There Somewhere” de Halsey.

(*) Você quer dizer o que disse hoje à noite?

(*) …eu te amo há muito tempo.

(*) Eu acredito que você também é meu destino.

(*) Os melhores momentos da minha vida foram aqueles da noite passada que compartilhei com você. Nunca me senti mais viva do que quando você me toca. E é tão irônico, porque às vezes é tão difícil viver no momento em que estou com você, porque, à medida que o momento está acontecendo, eu sei que isso será tirado de mim. Quando você está me abraçando ou nos acariciando, depois, eu estou desesperadamente me agarrando a você. Ontem à noite, quando você me perguntou o que eu estava pensando, não sabia como dizer que estava desesperada. Que eu estava tentando pensar em algum acordo que eu pudesse fazer para nos manter em nosso pequeno mundo para sempre. Eu estava implorando que o momento nunca terminasse. Eu estava implorando para você não ser tirado de mim.

(*) Sinto muito pelo arranhão. Tenho certeza que não é nada que você não possa se curar. Eu acho que em algum nível eu queria tirar sangue.

Envie seu texto!

(*) Foi a última vez que te vi, não foi?

(*) Do jeito que você está comigo. O jeito que você fala comigo. As palavras que você diz. O jeito que você me toca. Tudo sobre você em relação a mim é tão vital e tão direto.

(*) O que ela tem que eu não tenho?

2016

(*) Você pode, por favor, ficar longe de mim?

(*) Eu preciso de você… eu preciso do meu melhor amigo.

(*) Por que mesmo APENAS FALANDO com você parece que estou traindo meu namorado? Você sente que está fazendo o mesmo?

(*) Escrevi um poema sobre você ontem à noite enquanto ele dormia na sala ao lado.

(*) Algumas noites, eu deito na cama ao lado dele e sinto que poderia morrer. Fico acordada, fecho os olhos, ouço-o respirar, coloco a mão no peito dele e imagino que ele é você.

(*) Estou em uma cabana grande e bonita. A dispensa está abastecida com vinho. A vista é surreal. Mas tudo parece tão errado, porque não é você comigo aqui.

(*) … Poderíamos passar todo Natal juntos, se você quisesse.

2017

(*) Você nunca faria algo assim por mim, faria? Você nunca sangrou por mim. Eu posso ter deixado você nervoso o suficiente para fazer você esquecer onde colocou as chaves do carro, mas quando seu punho passou por aquela janela, tudo em que você conseguia pensar era em perdê-la — ter que explicar por onde esteve. Eu acho que é o que se trata de luxúria versus culpa. Acho que essa é a diferença entre querer uma coisa e amar outra.

(*) Por que dizer adeus a você hoje à noite? Foi nossa última vez?

(*) … Para ser sincera, é sempre assim. É um tipo de morte te dar um beijo de despedida.

(*) Eu gostaria que você tivesse me pedido para passar a noite. Eu nem me lembro como é acordar perto de você.

(*) São três horas da manhã e estou no chão do meu quarto, querendo fazer tudo parar. Você diz que está sempre lá para mim. Mas você está mesmo?

(*) Acho que é mais fácil sentir minha falta do que me amar.

(*) Eu jurei que nunca deixaria você entrar na minha vida de novo, mas aqui estamos nós.

(*) Ao seu lado eu me sinto como uma amante.

(*) Você se importa comigo? Sinto que tudo o que sou para você é uma empregada doméstica que organizará e reorganizará as partes da maneira que você deseja.

(*) Eu sei que ela não merece ter o coração partido. Ninguém merce. Mas enquanto você está ocupado protegendo o dela, está quebrando o meu.

(*) Há um casal no parque lendo um livro juntos enquanto estão deitado um no outro. Nós nunca vamos dar as mãos na rua ou compartilhar comida em um restaurante, vamos?

(*) Eu sei que te amo, porque o que sinto por você às vezes é demais para o meu corpo segurar. Hoje à noite eu posso senti-lo transbordar e derramar pelo meu peito e dedos e olhos e dedos dos pés. Está me afogando. Eu não posso te segurar dentro da minha pele. Eu te amo. Eu te amo e isso dói.

(*) Quero você além da cautela ou razão.

(*) Você me ama? Apenas não é suficiente para me levar, independentemente das consequências.

(*) Eu me sinto tão vazia hoje. Por favor, venha me abraçar só por um tempo.

(*) Estou em espiral.

(*) Não posso ter você na minha vida e não estar com você.

(*) Você não pode mais falar comigo. Seu número está bloqueado. Eu sinto muito. Eu precisei.

(*) Estou sozinha e chapada. Queria que você estivesse aqui chapado comigo.

(*) Primeiro ano em que você não me deseja um feliz aniversário. Isso machuca.

(*) Estou no rancho do meu pai, deitada na cama de uma caminhonete, agora, olhando para um céu noturno sem nuvens. Há uma infinidade de estrelas pulsando a essa hora. Elas estão por toda parte, brilhando e brilhando, eu juro que poderia escolher uma se apenas chegasse perto. Sinto que estou flutuando em algum lugar na borda do nosso sistema solar. Quando eu era pequena, gostava de pensar que era a maneira do mundo me dizer que o universo estava disposto à minha frente. Que tudo era possível. Eu cresci para encontrar conforto no fato de fazer parte de algo muito maior do que eu. Todas as minhas tristezas, meus problemas, a raiva, as lágrimas, esse mundo, o que isso importa no esquema maior? Nós somos apenas um grão de areia. Minúsculo, mas grande à nossa maneira. Eu acho isso bonito. E também aterrorizante. No entanto, hoje à noite, tudo o que consigo pensar são todas as coisas que aconteceram ao longo de bilhões de anos para você e eu estarmos aqui, nesta terra, ao mesmo tempo, e como é triste ter que viver separados sob o mesmo céu. De alguma forma, isso é mais aterrorizante. Eu estou aqui deitada com ninguém além das estrelas, a lua, o vento e tudo o mais que sai à noite. Eu gostaria de pensar que as estrelas estão piscando para mim, me dizendo que sentamos embaixo delas juntos em um momento diferente, prometendo que nos sentaremos embaixo delas juntos novamente. Gostaria de pensar que existe um mundo em algum lugar em que você está acariciando meu cabelo na grama. Eu gostaria de pensar em nós em um universo paralelo fazendo amor até desmaiarmos. Por favor me diga que tudo é possível.

(*) Feliz Ano Novo amor.

(*) Você já reparou na minha ausência?

2018

(*) Você pensa em mim quando está bêbado?

(*) Eu pintei meu cabelo de loiro hoje. O que você acha? *Inserir selfie*

(*) …acho que queria ser algo que você não gostou. Eu queria ser alguém que você não reconheceria.

(*) Você consegue ouvir o trovão de onde você está? Eu não consigo dormir…

(*) Eu tenho que parar de escrever sobre você.

(*) Qual foi o sentido de responder ao meu e-mail e me agradecer 10 meses atrasado por lhe desejar um feliz aniversário? Que merda é essa? O que é que você quer? Você está batendo na minha porta de novo? O que? Vocês dois estão tendo problemas?

(*) Eu sei que você quis dizer tudo. Eu sei que você quis. Não consigo parar de pensar em você, tanto quanto tentei. Por favor, diga-me que também tem sido difícil para você. Estou implorando para que você corrompa toda decência para que esse amor seja algo que possamos viver. Para você descansar sua mão nas minhas costas em um bar. Para segurar minha mão na rua. Seja egoísta, por favor. Não quero que nós dois lamentemos sempre o que poderia ter sido.

(*) Estou coberta de vergonha da sua indiferença.

(*) Eu continuo tendo o mesmo sonho em que sentamos em uma varanda com uma garrafa de vinho e depois você me leva para a cama. NOSSA cama.

(*) Feliz Aniversário. Espero que você esteja sorrindo, onde quer que esteja.

(*) Meu aniversário foi você. Novamente. Ter suas mãos no meu corpo sempre. Isso não é um desejo. Isso não é uma coceira. É um desejo metafísico que vai além de todas as coisas.

(*) Você ainda vê minhas postagens no Instagram?

2019

(*) Seu número está desbloqueado há meses.

(*) Me encontra no mercado de sempre…

(*) Estou em uma cafeteria. A chuva está começando a cair no chão. É a primeira vez em meses que não sinto vontade de morrer, mas ainda estou pensando em você. Suponho que isso responda à minha pergunta – sinto sua falta o tempo todo. Seria bom ficar do lado de fora com você, se molhar um pouquinho, por um tempo. Eu quero inclinar minha cabeça contra algo forte. Eu quero ser lembrada do seu perfume.

(*) Você adoraria este bar que estou agora.

(*) Dane-se. Eu terei você na minha vida da maneira que puder. Cortar você foi um erro. Estou tão sozinha desde então.

(*) Eu quero te machucar. Por todas as coisas que você me fez. Por todas as coisas que você não pôde fazer. Por todas as maneiras pelas quais você continua me machucando do outro lado dessa divisão continental.

(*) Você já sentiu minha falta o suficiente para beber sobre mim?

(*) Como é que alguém escreva todas essas palavras sobre você? Você pode sentir o amor dela também?

(*) Você será capaz de viver o resto da sua vida sem pensar em como você me teve e me abandonou?

(*) Talvez possamos tentar ser amigos novamente. Sem nada do resto.

(*) Talvez eu devesse ficar para trás. Talvez você só fosse meu maior erro.

(*) Você gostaria de tomar um café ou beber algo em algum lugar?

(*) Parabéns. Fiquei sabendo sobre a nova casa.

(*) Sua vida continua sem mim, a minha também tem que continuar.

(*) O que você lembra quando pensa em mim?

VEJA TAMBÉM:

Sim… ainda quero

Natalia Vela

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: