Tarde demais, perdi a pessoa que eu mais amei nessa vida (história real) | Me Apaixonei

Tarde demais, perdi a pessoa que eu mais amei nessa vida (história real)

5895
1
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Eu tinha 20 anos e ela 21, éramos incrivelmente apaixonados um pelo outro e nos víamos todo fim de semana e as vezes durante semana queríamos sempre estar um com o outro, era incrível, eu nunca tinha sentido algo com tanta intensidade como na maneira que eu estava sentindo, porém, às vezes com o amor vem o ciúmes.

Eu sou ciumento e estava tentando controlar muito a vida dela, eu tinha muitos problemas e com o tempo eu fui fazendo cada vez mais mal pra ela. Eu tinha insegurança, achava que qualquer pessoa iria tirar ela de mim e ela sempre me deu conselhos para eu confiar em mim mesmo, confiar nela e que eu não tinha por que ter ciúmes (ela não me dava motivo para ter ciumes).

Eu conversava com ela e falava que ia mudar porém eu nunca mudei, dava dois passos para frente e três para trás. Ela me deu inúmeras chances de mudar e eu nunca mudava. Com o tempo ela foi cansando de se sentir triste e presa a mim vendo que meu ciúmes e todos os meus defeitos não mudara.

Quando ela cansou, decidiu pegar suas coisas e foi seguir a vida sem mim, mesmo ela me amando, foi seguir sua vida pois não aguentava mais fazer eu entender que não tinha motivo para ter tanto ciúmes e brigar tanto com ela.

Eu olhei para mim e me deparei com a realidade – a pessoa que eu mais me importava, a pessoa que eu mais amei, a pessoa que eu mais queria ao meu lado estava indo embora e a culpa foi somente minha – o meu ciúmes, a minha falta de confiança fez eu estar sozinho e sofrendo pensando nela e ela seguindo a vida sem mim. Foi quando eu decidi mudar, eu fui tomar um banho e pensar sobre o que havia acontecido.

Ciúmes apenas do necessário, confiar em mim mesmo, confiar na pessoa que eu tinha do lado, realmente fazer o que era preciso, mudar o que era necessário, não iria ser bom apenas para meu relacionamento mas também para a minha vida.

Após esse dia eu conversei com amigos e amigas e contei o motivo do término e tudo que aconteceu. Após isso contei o que estava dentro de mim, tudo que eu tinha errado e que eu tinha aprendido com a minha lição.
Todo mundo disse que nunca imaginariam eu falando as coisas que eu falei, admitir o meu próprio erro e estar querendo sempre melhorar, que eu tinha amadurecido e que eu era uma outra pessoa.

Mas era tarde demais, a pessoa que eu tanto amo, que eu queria estar junto, se foi, eu não consegui me tornar uma pessoa melhor enquanto eu estava do lado dela, eu errei feio com ela e falhei com ela e quando eu consegui me tornar a pessoa que eu queria, uma pessoa mais madura, já era tarde demais. Não terei ela de voltar e eu sei disso, ela se foi e esta procurando a felicidade dela com outra pessoa.

Enquanto eu estou aqui, continuo perdidamente apaixonado por ela, completamente arrependido de todas as vezes que fiz ela chorar e a decepcionei, gostaria de voltar no tempo para evitar todas as brigas bestas, para eu acordar, abrir o olho e ver o mal que eu estava fazendo para ela. Gostaria de proporcionar para ela a felicidade que ela me proporcionava.

Conclusão:
Você tem uma pessoa ao seu lado? Você tem ciumes? Vocês brigam muito? Você acha que outras pessoas são melhores que você? Pra que ter medo? Ela não está com você? Ela não estaria solteira se não quisesse? Então não precisa ter medo ou insegurança.

Aproveite quem você tem do lado, trate-a como se fosse a última vez que você fosse vê-la, pois não sabemos o dia de amanhã. Se soubesse que hoje seria seu último dia com ela, teria feito diferente?

Enviado pelo leitor G.F (abreviação do nome)

Você escreve? Envie seu texto clicando aqui

 

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: