Psicólogos de Harvard revelam que pais que educam "bons" filhos fazem essas 5 coisas | Me Apaixonei

Psicólogos de Harvard revelam que pais que educam “bons” filhos fazem essas 5 coisas

218
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: https://unsplash.com/photos/qkVj3d0ayBc

Nesta era da tecnologia, descobrimos que criar filhos é algo diferente daqueles tempos anteriores ao iPhone, computadores e tablets, à internet e ao resto dos incríveis gadgets que consumimos diariamente.

Antigamente as crianças brincavam do lado de fora da casa, jogavam bola, cartas, pulavam amarelinha em vez de perseguirem um Pokemon com seus celulares. As crianças brincavam até que o sol começava a se pôr e suas mães as chamavam para entrar.

Hoje estamos criando filhos de um modo muito diferente do que fazíamos a vinte ou trinta anos atrás e talvez seja hora de voltar ao básico.

Estamos vivendo em um mundo completamente novo. As crianças nascidas nessa época ganham um celular antes mesmo de começarem a falar.

Exatamente por esse motivo, uma equipe de psicólogos da Universidade de Harvard vem estudando a melhor forma de criar um filho nesses tempos em que tudo é automatizado e vivemos em plena mudança diariamente.

E eles chegaram à conclusão de que existem alguns elementos básicos para uma boa educação:

1. Passe tempo com seus filhos

Isso é algo básico. Mas, estamos passando por momentos em que vivemos 24 horas por dia, 7 dias por semana com a tecnologia.

Não são apenas as redes sociais que nos bombardeiam diariamente, mas também as notícias, e-mails, mensagens de Whatsapp e isso vem combinado, muitas vezes, com a tensão em nossos relacionamentos. Nós nos acostumamos ao vício de colocar tudo nas mãos da tecnologia. Se precisamos que nossos filhos fiquem quietos, nós damos a eles um celular com o vídeo da Galinha Pintadinha e tudo “se resolve”.

Mas, passar tempo com seus filhos significa deixar tudo de lado e ler um livro, jogar bola, fazer caminhada ou simplesmente jogar um jogo de cartas.

Em termos mais simples, isso significa que você deve interagir com o seu filho de pessoa para pessoa. Estas são as coisas que eles irão se lembrar pro resto da vida.

VEJA TAMBÉM: PAIS SUPERPROTETORES CRIAM FILHOS INSEGUROS – ENTENDA AS CONSEQUÊNCIAS!

2. Esteja atento à todas as áreas da vida dos seus filhos

De acordo com pesquisadores de Harvard: “Embora a maioria dos pais e cuidadores digam que seus filhos são uma prioridade, as crianças muitas vezes não entendem essa mensagem”.

Isso significa que você tem que ter tempo para descobrir o que está acontecendo na vida dos seus filhos. Verifique com professores, treinadores, tutores e outros cuidadores. Descubra se há uma mudança no comportamento deles e se há algo de anormal acontecendo.

Permita que seus filhos se sintam à vontade para sentarem e conversarem com você. Eles precisam ouvir de você que eles são uma prioridade em sua vida. Não é suficiente mostrar isso dando presentes a eles, os mantendo seguros ou simplesmente colocando comida na mesa.

As crianças precisam de reconhecimento através das palavras.

VEJA TAMBÉM: OS FILHOS SE VÃO. E QUEM FICA?

3. Ensine aos seus filhos a resolverem os seus próprios problemas

Um dos maiores presentes que você pode dar aos seus filhos é a capacidade de analisar e resolver problemas.

Confie em seus filhos para decidirem por si mesmos o que eles querem. Você não pode resolver seus problemas o tempo todo. É saudável permitir que eles vivenciem a vida através de suas próprias perspectivas. A conquista é importante e, ao permitir que eles determinem o que querem, estarão conscientes disso.

4. Ensine aos seus filhos o poder da gratidão…

Pessoas que expressam gratidão são mais propensas a serem prestativas, generosas e compassivas, e também a serem felizes e saudáveis.

É importante que nossos filhos percebam que a gratidão é uma dádiva extraordinária. Cada vez que eles fizerem alguma coisa, honre-os e reconheça-os por seu desempenho.

Como pais, nossos deveres são ensinar nossos filhos a ser empáticos e compassivos com os outros. As crianças aprendem pelo exemplo.

5. …e da empatia também!

Empatia tem tudo a ver com gratidão. Ensine seus filhos a serem bons ouvintes, a interagirem sem o uso da tecnologia, a serem empáticos com outras pessoas fora de sua família e a não julgar ninguém com base em sua religião, cor, gênero ou nacionalidade.

Estamos em momentos cruciais da evolução humana, e essa nova geração tem a capacidade de ser grande e mudar nosso mundo para melhor. Expor seu filho a diferentes culturas ajuda a desenvolver uma pessoa amorosa, gentil e feliz.

Você e mais ninguém é responsável pela criação dos seus filhos, por isso, ajude-os a navegarem neste mundo através da compaixão, do amor e da bondade.

VEJA TAMBÉM:

27 maneiras simples de se apaixonar por sua vida novamente

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: