O que é VERGONHA TÓXICA e o que você pode fazer para se curar dela? | Me Apaixonei

O que é VERGONHA TÓXICA e o que você pode fazer para se curar dela?

89
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

“Que vergonha!”

Quantas vezes você já ouviu essa frase quando criança?

Quando éramos crianças, muitas vezes nossos pais ou professores nos constrangiam intencionalmente ou involuntariamente por fazer algo que não devíamos fazer. Não foi uma experiência agradável, mas aprendemos que o sentimento de culpa era temporário e acontecia rapidamente.

Mesmo agora, como adultos, sentimos vergonha de tempos em tempos. Então, qual é o problema com esse sentimento?

Todos podemos concordar que a vergonha é uma emoção dolorosa e também pode ser altamente destrutiva e tóxica para nós se a interiorizarmos em vez de deixá-la ir.

Então, o que é vergonha tóxica e o que causa isso?

O psicólogo Silvan Tomkins cunhou o termo pela primeira vez. Isso significa que, ao contrário da vergonha “normal” que ocorre, a vergonha tóxica permanece enraizada na pessoa e se tornará — ou já se tornou — parte da própria identidade dela.

A pessoa começará a se sentir inútil, sua auto-estima sairá pela janela e logo surgirão sentimentos de ódio por si mesma.

Essa vergonha tóxica ocorre mais comumente nas experiências da infância, quando nossos pais provavelmente nos puniram verbal ou fisicamente.

Ou essa vergonha tóxica pode ser o resultado de formas mais extremas de abuso, como estupro, incesto ou qualquer agressão sexual que nos faça perder o contato com a realidade.

Além disso, esse sentimento tóxico de vergonha pode se desenvolver mais tarde na vida quando experimentamos alguns traumas de estar em relacionamentos disfuncionais ou abusivos, experimentando humilhação no trabalho, traição, etc.

Esse sentimento costuma aparecer na maneira como você fala, em seus relacionamentos com os outros, em seu modo de pensar… em todo o seu corpo e mente.

Quais são os sintomas da vergonha tóxica?

Há muitos sinais de que você tem sofrido de vergonha tóxica: desconfiança dos outros, medo de reviver traumas do passado, baixa auto-estima, relacionamentos disfuncionais, ódio de si mesmo(a) e sentimentos de inutilidade, auto-vitimização e auto-sabotagem, “conformidade” com relacionamentos ou empregos insatisfatórios, um mecanismo defensivo intenso, etc.

O que você pode fazer para curar sua vergonha tóxica?

Continue lendo e descubra as 5 técnicas simples que te ajudarão a sair desses sentimentos autodestrutivos e consertar sua vida. Espero que eles te ajudem!

1. Liberte a tensão do seu corpo.

Foto: https://unsplash.com/photos/Q_MYbs7KdcU

Nossos sentimentos, pensamentos e traumas são armazenados em nosso corpo como dores musculares e doenças. Os sentimentos de vergonha são armazenados com mais frequência na região lombar e na região do estômago.

Portanto, tente relaxar e acalmar seu corpo. Praticar ioga, massagens terapêuticas, alongamento ou um bom banho quente pode te ajudar.

2. Pratique a autêntica autopiedade.

Foto: https://unsplash.com/photos/-dC8jIuwwDY

Auto-piedade significa demonstrar cuidado, amor e preocupação genuínos por si mesmo(a). Converter uma mentalidade de ódio em si mesmo(a) em uma mentalidade de autocompaixão pode ser um processo difícil. Então, comece pouco a pouco.

Comece fazendo algo de bom para você todos os dias. Por exemplo, continue repetindo para si mesmo(a) que você é digno e também cuide bem de suas necessidades físicas e mentais.

Por exemplo, se você tende a ter relacionamentos disfuncionais, comece a eliminar pessoas tóxicas de sua vida. E quanto mais cedo melhor.

Você precisa praticar a autopiedade todos os dias. Sem exceções Sempre cuide bem de si mesmo(a), porque no final do dia você é o que você tem. Você é digno(a), forte, adorável, inteligente e — sim, você pode!

VEJA TAMBÉM: LEIA ISTO NOS DIAS EM QUE ENFRENTAR O MUNDO PARECE SER IMPOSSÍVEL 

3. Olhe no espelho.

Este é um exercício simples que pode te ajudar muito. Primeiro, encontre um espaço tranquilo e solitário onde você possa relaxar. Olhe em um espelho e permita-se sentir toda emoção que surge quando você olha em seus olhos.

Quando fiz este exercício pela primeira vez, admito que chorei. No interior eu estava cheio de todas essas emoções. Então, sinta o que você sente, seja timidez, raiva, nojo, vergonha ou dor. E quando terminar, apenas sorria, espere e diga a si mesmo(a) que não há problema em sentir o que está sentindo.

4. Esteja ciente de seus pensamentos autodestrutivos.

Comece a explorar suas distorções cognitivas e crenças fundamentais, porque esses são seus “óculos” dos quais você se vê e o mundo ao seu redor.

Manter um diário particular pode te ajudar nesse processo. Escreva seus sentimentos mais profundos, seus pontos de vista e não se esqueça de acompanhar o seu progresso.

5. Torne-se o(a) pai(mãe) de sua criança interior novamente.

Foto: Unsplash.com

Você deve assumir seu próprio filho para iniciar seu processo de cura. Porque seus sentimentos de vergonha tóxica estão enraizados no abuso infantil e na negligência do passado.

Ao aprender a cuidar de si mesmo(a) quando criança e trabalhar com sua criança interior, você pode sentir as emoções que reprimiu há muito tempo.

Ao acessar e experimentar esses sentimentos tóxicos novamente, você pode finalmente liberá-los de sua mente e corpo.

Por sua vez, você desenvolverá uma conexão mais forte e profunda consigo mesmo(a) e começará a ver e a se respeitar de uma maneira que nunca fez antes.

VEJA TAMBÉM:

15 pequenas orações para quando você quiser falar com Deus, mas não sabe o que dizer

Artigo traduzido site: conocermemas.com

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: