Lembra o porquê da sua partida? | MeApaixonei.com.br

Lembra o porquê da sua partida?

347
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Ei, antes de abrir a porta, presta atenção em mim!

São quatro da manhã. Ele está batendo na sua porta. Ele vai repetir as mesmas frases e agir como se não fosse quebrar novamente seu coração. E você vai aceitar. Mas, amanhã — ou melhor, mais tarde — ele vai embora. E você vai olhar pro lado e o sentimento vai doer. Porque o sentimento não vai embora com ele. Ele nem vai se preocupar em colocar no bolso e levar. E você sabe bem o porquê né? Porque uma hora ele vai fazer de novo e ele precisa que o sentimento que ainda tem aí dentro te atordoe. E quem fica chorando em casa? Ele ou você?

Mas eu te pergunto: você se lembra o porquê da sua partida? Lembra quando você foi embora da vida dele? Quando decidiu dar um ponto final que ele insiste em adicionar mais dois pontos e se tornar reticências?

Você partiu porque o amor-próprio gritou. Era sua hora de se colocar como prioridade. Ele te machucou, feriu seu coração e com o coração não se brinca, quem dirá deixar marcas. Você partiu porque precisava ir para não sofrer ainda mais. Partiu porque sabia que ali não era mais o seu lugar. Partiu porque você não precisa ficar catando migalhas — mesmo sendo passarinho em pleno voo. Partiu porque ele foi desonesto com você. Ele te fez mal, te deixou no chão e você não merecia.

Envie seu texto!

Você partiu porque ele tirou a melhor parte de você e não devolveu. Partiu porque ele te deixou sozinha quando você mais precisava. Ele te virou as costas da maneira mais cruel que alguém poderia fazer. Você decidiu partir quando viu que era “tanto faz” na vida dele.

Por essas e por muitas outras coisas você partiu. Você deixou para trás quem partiu seu coração e seguiu sua vida.

Eu sei que no fundo você não queria ir, mas você sabia que era necessário. Assim como é necessário jogar fora aquele tênis surrado, relacionamentos desgastados também precisam ser descartados. Um tênis surrado machuca os pés pois está sem sola já. E essa relação onde não há reciprocidade? Está disposta a machucar ainda mais seu coração?

E aí? Você ainda vai abrir a porta?

Giovanna Sabrine

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: