Essas 20 perguntas dirão se você está realmente apaixonado(a) (ou se é apenas LUXÚRIA!) | Me Apaixonei

Essas 20 perguntas dirão se você está realmente apaixonado(a) (ou se é apenas LUXÚRIA!)

461
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Existe uma diferença enorme entre paixão e luxúria!

Os contos de fadas e filmes da Disney nos levam a acreditar que o “felizes para sempre” significa que tudo será sempre maravilhoso entre garotos e garotas.

Na vida real, aqui está um cenário mais comum:

O cara conhece a garota. O cara se diverte com a garota mas tem medo de se declarar a ela e levar um toco. A garota quer namorar o cara e tenta chamar sua atenção a todo custo.

Então eles dão um passo a mais e decidem ficar juntos e é aí que medos e inseguranças surgem de ambos os indivíduos, que significa que as coisas não são tão assim “felizes para sempre” como retratadas nos contos de fadas…

Observação: Projetar expectativas surreais de “conto de fadas” em sua própria vida amorosa, torna difícil responder à pergunta: “Será que estou realmente apaixonado(a)?”

Se você acredita no “felizes para sempre” retratado nos contos de fadas, e que tudo sempre irá flui calmamente em seu relacionamento, que nunca haverá brigas, desentendimentos e divergências de opiniões, você pode não estar percebendo que está apaixonado(a) por um cara/garota maravilhoso(a), mas que possui defeitos assim como você.

Aqui estão as duas principais diferenças entre paixão e luxúria:

1. A luxúria é uma emoção física e reação à aparência física de outra pessoa.

É quando você é sexualmente atraído(a) por uma pessoa e o quer é apenas sexo. A luxúria tende a ter vida curta e é mais uma gratificação física imediata. Se é apenas luxúria, você fará sexo no calor do momento e só se sentirá fisicamente satisfeito(a).

2. A paixão é um sentimento intenso.

Isso acontece quando você é atraído(a) pela aparência de uma pessoa ou pelo seu jeito de ser. A paixão acontece cedo e tende a se tornar intensa.

Quando você está apaixonado(a), você vê a pessoa sem defeitos, baseada em quem você imagina que ela seja. Você o(a) colocou em um pedestal e não o(a) reconhece por quem ele(a) realmente é – isso pode ser bom ou ruim.

Você pode se comportar irracionalmente, se envolver em seus sentimentos, pensando que tudo isso é amor mas na realidade não é.

A intensidade dos sentimentos que surgem com a cobiça ou paixão por alguém pode fazer com que você pense que está apaixonado(a). Quando a pessoa que você está apaixonado(a) não corresponde da mesma maneira, é aí que surgem as frustrações e dores de cabeça.

Como resultado, essas experiências de luxúria ou paixão que não dão certo, farão com que você acredite: “O amor é duro, doloroso e incerto”.

A realidade é que o amor não é nem paixão e nem luxúria. Se você está experimentando o amor de uma maneira dura, dolorosa e incerta, e se perguntando: “Será que estou apaixonado(a)?” então você não está apaixonado(a)!

Luxúria e paixão são geralmente fugazes, de curta duração e não tendem a se transformar em amor. Quando você está apaixonado(a), você terá sentimentos intensos por uma pessoa, e será atraído(a) e conectado(a) a ele(a) no nível da mente, corpo e alma.

Mas o que realmente é o amor?

O amor é um sentimento. Os sentimentos são as maneiras mais comuns pelas quais as pessoas aprendem e experimentam o amor.

Quando é verdadeiramente amor, você se sentirá bem consigo mesmo(a) quando estiver perto ou não da pessoa amada.

Às vezes você pode não se sentir tão bem com a pessoa. Mas isso não significa que não seja amor. Significa apenas que as coisas estão em plena mudança e que a intimidade entre vocês está crescendo.

O amor é um trabalho diário.

Nós tendemos a procurar o amor em outra pessoa, não percebendo que o amor está dentro de nós mesmos. O amor é sobre amar a si mesmo em primeiro lugar para que você esteja inteiro(a) e não esteja procurando alguém para lhe completar.

A qualidade da sua vida amorosa é um reflexo direto sobre o quanto você se importa e ama a si mesmo(a).

Quanto mais você se amar, mais irá atrair uma pessoa que te amará tanto quanto você.

O amor é um jeito de ser.

O amor é experimentado no momento presente. Quando você está presente, pensamentos e sentimentos negativos desaparecem, abrindo espaço para gratidão, bondade e energia amorosa.

Estar presente com seu parceiro permite que você o veja através de novos olhos e te mantenha apaixonado(a). Estar presente ajuda você a se expressar mais abertamente, construindo uma conexão mais profunda.

O amor é uma escolha.

É muito fácil escolher o amor quando as coisas estão indo bem. Quando surgem inseguranças e medos, escolher o amor é onde seu maior crescimento acontece.

O amor está nos escolhendo, a menos que você esteja em um relacionamento abusivo. É ter consideração por seu parceiro e fazer escolhas para o bem maior de um relacionamento saudável.

O amor é construído sobre uma base forte.

Construir uma base sólida de amor, significa ser a melhor versão de vocês, aproveitando o tempo para aprender um sobre o outro, apreciando e aceitando as qualidades, peculiaridades e diferenças um do outro, estando presente nos bons e maus momentos, resolvendo diferenças de maneira respeitosa e deixando que ele(a) seja quem ele(a) é sem tentar mudá-lo(a).

Mas, se depois de ler isso tudo você ainda não tem certeza se o que está vivendo é paixão ou luxúria, suas respostas a estas 20 perguntas tirarão suas dúvidas de uma vez por todas:

Responda “verdadeiro” ou “falso” para cada questão!

Se você começar a pensar demais ou racionalizar demais as perguntas, pare de respondê-las no momento, e então respire fundo e relaxe. Então responda novamente quando estiver mais calmo(a).

1- Eu sou atraído(a) e conectado(a) ao meu parceiro fisicamente, mentalmente, emocionalmente e espiritualmente.

2- Ter ele(a) ao meu lado me deixa mais feliz.

3- Eu me sinto feliz comigo mesmo(a), estando ou não ao lado dele(a).

4- Eu sou livre para ser meu verdadeiro eu no meu relacionamento.

5- Eu gosto de quem eu sou no meu relacionamento.

6- Eu me amo tanto quanto amo meu parceiro.

7- Eu me sinto bem sobre quem é meu parceiro.

8- Se meu parceiro perdesse suas posses materiais, eu ainda o amaria e ficaria com ele.

9- Eu aprecio meu parceiro, seus defeitos e suas peculiaridades.

10- Eu fico feliz pelo meu parceiro quando as coisas boas acontecem em sua vida.

11- Quando surgem dificuldades na vida de meu parceiro, eu estou sempre aqui para apoiá-lo(a).

12- Sinto-me bem com a maneira como meu parceiro e eu interagimos e resolvemos problemas.

13- Eu escolho em favor do nosso relacionamento; minhas decisões são para o bem maior do nosso relacionamento.

14- Quando tenho boas ou más notícias, ou uma situação desafiadora, meu parceiro é uma das primeiras pessoas que eu compartilho a situação.

15- Quando temos problemas no relacionamento, minha atitude inicial é resolvê-los, ao invés de procrastiná-los.

16- Quando nosso relacionamento não está fluindo tão bem quanto eu gostaria, o primeiro passo que nós tomamos é sentar parar resolver o que está pendente.

17- Sinto-me contente e e completamente satisfeito(a) no meu relacionamento.

18- Eu sei que meu parceiro sente o mesmo em relação a mim (ou seja, nós dois nos gostamos e nos amamos).

19- Não há ninguém com quem eu preferiria estar, do que meu parceiro.

20- Eu priorizo meu relacionamento acima de qualquer outra coisa.

Resultado:

Você provavelmente está apaixonado(a), se a maioria de suas respostas forem “verdadeiro”.

Mas se a maioria de suas respostas forem “falso”, você não está apaixonado(a). Pode ser que você esteja tentando se aproximar do amor pelo medo e acreditando que o amor é doloroso.

O fato é: se você está apaixonado(a) pela pessoa certa, o amor não será doloroso. Você se sentirá completo(a) e amado(a) por seu parceiro.

Você saberá como ele(a) se sente em relação a você. Seu relacionamento fluirá com mais facilidade e quando surgirem dificuldades, elas serão resolvidas respeitosamente.

Esse post te ajudou? Compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário abaixo!

Veja também:

Lista com 100 (CEM) perguntas interessantes para fazer ao seu(a) namorado(a)

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: