A Bela e a Fera – MeApaixonei.com.br

A Bela e a Fera

1321
1
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Certa vez, um jardineiro chorou muito pela perda de suas rosas no outono. Lamentou principalmente por ter desprendido de tanto cuidado e carinho à cada uma, e como foi duro se deparar com sua horrível aparência no inverno, quando se tornaram feias, murchas, sem brilho e cor.

Mas a verdade é que ele se apaixonou pelas suas folhas. Pelas suas pétalas. E quando chegou o outono seguido do inverno, ele não soube o que fazer, porque ele principalmente… ele esqueceu de amar suas raízes.

Sentimentos são… ♪

Emoções e sensações, carregadas de impressões sobre algo ou alguém. Podendo ser boas ou ruins.

Sempre uma surpresa… ♫

Nunca sabemos como e quando vamos nos sentir atraído por outra pessoa. Ou quem será e como será essa pessoa. Surge da mais inesperada forma, causando uma mistura de comoções, medos, inseguranças e mais diversas impressões que carregam nosso coração.

Quando ele vem, nada o detêm, é uma chama acesa… ♪♫

Sentimento esse tão forte que nos impulsiona a continuar… que eleva, transforma a alma e que nos faz continuar apenas a ficar para sempre ao lado da pessoa desejada. E se fica longe dói, aperta… chega até a machucar o coração.

O verdadeiro sentimento está muito longe de rostos bonitos, questões financeiras, melhores faculdades ou caras roupas.

O modo como nos sentimos atraídos e até mesmo conectados com uma pessoa de forma desenfreada é algo muito, mas muito além de beleza física. A magia do amor consegue transformar no melhor que você pode ser, porque ele apenas exige algo que é limitado aos olhos nus.

Essa magia não está no destaque, no excessivo realce, pelo contrário, ela está nos mais singelos detalhes. Passando muitas vezes despercebida.

Porque quem ama de verdade, vê muito mais que aparência.

Envie seu texto!

Quem ama de verdade enxerga essência.

Será que muitas vezes não somos como esse jardineiro? Que acaba cultivando belos rostos, cultivando coisas mesquinhas e banais como dinheiro ou popularidade? Sem perceber, muitas vezes estamos cultivando flores mortas?

Sim, flores mortas.

De que adianta uma pessoa ser muito bonita, ter popularidade, ótima condição financeira, bons estudos, se por dentro é pior que uma maçã podre? Se ela não tem um bom caráter ou qualquer tipo de dignidade?

Sim, se ela mostrar se importar com você nos momentos mais convenientes à ela? E se a beleza está acima de qualquer coisa e a superioridade aos outros?

Às vezes, ser bonito nem sempre é o principal enfoque. Ter o melhor carro ou morar em uma das melhores cidades.

Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos.

A magia que envolve o coração é como uma dança de casal, onde ambos dançam até seus pés cansarem, e quando se cansam, ou quando pensam em desistir, ambos optam em apenas tirar os sapatos e continuarem a dança… mesmo que estejam descalços.

Sentimentos são, como uma canção… ♪♫

Mesmo que muitas vezes, você não consiga enxergar que seu verdadeiro par não está ali, vindo com um majestoso cavalo branco. Não, ele está do outro lado, sendo despercebido pela sociedade, ele tem um coração caridoso, carrega nos olhos a esperança e esbanja um largo sorriso no rosto…

Mesmo para a Bela e a Fera…♪♫

Talita Santos

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: