A riqueza do meu amor | Me Apaixonei

A riqueza do meu amor

1448
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Dentre as mil constelações que brilham intensamente nesse céu, dentre as trinta mil espécies de peixes existentes no oceano azul, dentre cada um dos edifícios da cidade grande e dentre cada uma das sete bilhões de pessoas espalhadas pelo mundo, eu encontrei você com seu charme indescritível e caí em um abismo de suspiros e planos para o futuro distante colocando você em cada um dos parágrafos escritos a mão.

Desejo você a cada pulsar de sangue para o meu coração. Desejo te ter ao amanhecer e ao entardecer, desejo ter suas mãos sobre meu corpo me levando para mais perto de ti, até sua boca se encontrar com a minha e juntos transbordarmos todo o amor que habita em nós. Desejo me moldurar em seus braços e me fazer seu aconchego nas noites de insônia e sua poesia nas noites de inspiração.

Quero viver cada um dos sonhos clichês habitantes em mim com suas mãos enlaçadas entre as minhas e seus passos lentos caminhando junto com os meus e durante a tempestade de nossas brigas, quero te levar ao clímax e te fazer sentir que nada é maior do que o som de eu e você juntos em nosso ninho. Quero mergulhar em seu perfume matinal e te ver acordar com o jeito manhoso de quem queria ganhar mais cinco minutos na cama e se alegrar dois minutos depois ao escutar os passos do nosso filho subindo as escadas até nosso quarto.

Serei seu ombro e seu escudo, serei sua ambição e seus olhos marejados de amor. Serei seu ponto de paz em meio às confusões do seu dia a dia e sempre serei seu amor.

Ao seu lado me torno fogo e água, faço de mim todos os seus sonhos e me torno seu doce acalanto em meio à luz do luar que paira sobre nós. Por você enfrento dragões e guerras, escalo vulcões e geleiras só para seus olhos enxergarem a minha presença mesmo estando longe. E se um dia, o acaso nos separar por alguma razão, saiba que nem mesmo o tempo conseguirá apagar ou diminuir cada partícula do amor que vive em mim.

Você é pra mim, a poesia mais linda de Fernando Pessoa e o ritmo mais suave da Bossa nova. É o brilho da lua refletido no mar e a mais bela Esmeralda, o meu tesouro guardado à sete chaves dentro do meu coração repleto de amor. Em seu colo floresço em pleno inverno e mostro toda a beleza do meu eu em um simples “te amo”.

Ingrid Fontoura

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: