Me perdoe por não ter permitido sermos nós | Me Apaixonei

Me perdoe por não ter permitido sermos nós

40
0
Compartilhe:

Eu sei que eu não tenho o direito de estar aqui te pedindo perdão por ter errado com você. Mas é que minha mãe sempre me ensinou que quando pisamos na bola com alguém, o perdão é o mínimo que devemos pedir. E eu sei que eu errei — e não foi pouco. Eu que sempre procurei alguém que gostasse de mim, quando encontrei, não quis. É, eu me arrependi. Tarde, eu sei.

Você foi chegando aos poucos, de surpresa, sorrateiro. Uma mensagem ali, outra acolá. Uma ligação do nada. Um elogio fofo no meio do dia. Uma demonstração de admiração por mim quando eu menos esperava. E tirava um sorriso do meu rosto como há tempos ninguém fazia. Mas eu nunca te contei né? É, eu não contei pra ninguém.

Sabe, com as decepções que eu tive, eu me tornei dura. Não era o que eu queria, juro, mas me entregar se tornou difícil demais pra mim. Aí quando eu vi você chegando me acuei como um bichinho assustado. Me amedrontei quando vi que você era real.

E você é incrível, cara. Uma pessoa como uma luz tão grande, tão do bem, tão querido. Tão parecido comigo em tanta coisa. E muita gente me avisou disso. E eu não escutei. Eu só lembrei de tudo isso quando eu vi que eu demorei pra ouvir o destino. Ele gritava nos meus ouvidos e eu colocava a música mais alta. Quando eu abaixei o volume, ele me disse em alto e bom som: demorou demais.

E eu demorei mesmo. Não tenho vergonha em admitir. Só estou aqui para te pedir perdão por não ter permitido sermos nós. Eu fui uma idiota. E nem quero que você volte atrás. Você cansou de esperar por um trem que parecia nunca chegar na sua estação.

Mas só quero que você saiba que se, um dia, precisar de uma companhia para tomar um café, não hesite em me ligar. Você sabe que eu gosto de café e saiba que de você também.

Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: