Dividir a vida pode nos fazer mais felizes e nos levar mais longe | Me Apaixonei

Dividir a vida pode nos fazer mais felizes e nos levar mais longe

2903
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Por mais que a gente tente se enganar dizendo pros outros e, muitas vezes para nós mesmos, a verdade é que queremos sim ter alguém. E eu poderia citar mil e um motivos para defender esse pensamento, mas alguns já serão suficientes.

Hoje mesmo é sábado, meus amigos saíram  para passear, cada um com o seu respectivo par e quem sobrou? São programas que nem sempre nos cabem e com isso só nos resta ligar para a pizzaria, pedir uma pizza e assistir aqueles velhos filmes da Netflix. Nada contra. O problema é que um dia tudo isso cansa. E se você pensa que não, vem conversar comigo depois de dois anos sem ninguém.  
 
Andar de mãos dadas, jogar conversa fora na porta de casa ou até mesmo pelo Whatsapp. Ter alguém para contar piada, falar do tédio ou rir dos vídeos idiotas que seus amigos compartilharam na linha do tempo do seu Facebook. Ter alguém que esteja ao seu lado, que seja por você. Planejar o futuro vivendo cada detalhe do presente. Alguém que te faça fechar os olhos e sumir desse mundo por alguns instantes enquanto você escuta uma música que te desliga por completo.  
 
Sendo bem sincero, ter liberdade é muito bom, mas estar preso por vontade é melhor ainda. Vai negar que as vezes se pega pensando em alguém que você nem sabe quem é, mas que queria que ela se materializa-se e estivesse bem do seu lado, deitada na cama e dividindo o mesmo fone de ouvido. Vai negar que você queria alguém pra chamar de meu, meu amor, meu benzinho, meu neném, meu xusi, meu mozinho. Vai negar que você não queria escutar ou ler um “eu te amo” cada noite antes de dormir, tendo assim, a certeza de que alguém se importa.  
 
Talvez toda essa história até não tenha sentido e, eu seja mesmo uma romântica incurável que romantiza tudo. Mas eu sei que vai chegar um dia em que você vai sentir falta de alguém que lhe pertença, que lhe acalente o coração e divida os fardos pesados dessa vida tão cansada. Afinal, não nascemos para sermos sozinhos, não é bom, muito menos saudável. É certo que temos que curar a ânsia da expectativa sem limite e da felicidade que só se encontra no outro. Até por que, ninguém além de nós mesmos, tem a obrigação de suprir as nossas necessidades. Seria injusto colocar na mão do outro o que somente eu sou capaz de realizar. Ser feliz enquanto se está sozinho é essencial, contudo dividir a vida pode nos fazer mais felizes. 

Vanessa Pérola

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: