Discutir a relação: Será que a famosa DR faz bem para o namoro? E como fazer? | Me Apaixonei

Discutir a relação: Será que a famosa DR faz bem para o namoro? E como fazer?

488
0
Compartilhe:

Chega um momento na relação, principalmente quando as brigas se tornam frequentes, que as coisas se encontram tão perdidas que a única resposta possível parece ser um grito desconcertante.

No entanto, essa é a forma mais equivocada de resolver um problema que clama muito mais por calma e silêncio. É chegada a hora de falar para seu parceiro que vocês “precisam conversar”.

Discutir a relação é algo temido por muitos, porém, um medo muito mais construído no imaginário até que a famosa “DR” seja de fato consumada.

A DR faz bem para o relacionamento?

Sim. Discutir a relação, normalmente, traz mais vantagens do que prejuízos para o casal que se dispõe a fazer isso. A discussão, embora pareça algo forte, pode esclarecer pontos importantes dentro do relacionamento que, por alguma razão, naquela instante, não estão bem esclarecidos e dificultando a conversa entre o casal, seja pela questão do tempo na rotina de ambos (cada vez mais preenchido por inúmeras coisas) ou pela falta de percepção da situação mesmo. Assim, é possível dizer, de forma direta, que a temida “DR” faz bem para o relacionamento.

Como saber se é hora de discutir a relação?

Não há um momento exato em que seja possível dizer “este é o momento de se discutir a relação”. Não são poucas as vezes em que apenas uma parte do casal veja isso como parte fundamental, pois pode ser algo que é incômodo para um e não para o outro.

Se esse for um dos casos, já é, sim, o momento em que discutir a relação é necessário. Há, entretanto, momentos mais claros ainda que determinem a hora, por exemplo, quando as brigas (especialmente por coisas tidas como banais, que não existiriam antes) passam a ser frequentes, e podem ocasionar num término traumático.

Como discutir o relacionamento sem brigas?

Discutir a relação dá a impressão de que tudo se encaminhará para uma briga de novela, com ambos gritando um contra o outro, apontando o dedo e dormindo separados, ou com um saindo de casa. Isso, no entanto, numa relação com duas pessoas suficientemente maduras, é quase impossível de acontecer.

Não há segredos para discutir a a relação sem brigas, basta que ambos estejam dispostos a ouvir e a falar de forma pacífica, de maneira clara, precisa e direta, e nenhum dos dois suba o tom da voz, não faça gestos bruscos ou intempestivos, e não usem ofensas, pois, nesses casos, deixa de ser uma discussão sadia e frutífera, a qual, certamente, acarretará em mais uma briga e mais problemas pela relação.

Como discutir a relação de forma eficaz?

Para se discutir o relacionamento de forma eficaz e bastante saudável, não há exatamente um manual de etiquetas, mas é preciso que ambos tenham bom senso na hora de se propor a fazer isso.

Não se discute a relação de forma apressada, deve-se ter a noção de que ela pode se alongar por horas, assim, o foco deve ser exclusivamente a conversa, sem quaisquer distrações.

Discutir o relacionamento de forma eficaz ainda pede que seja feita pessoalmente, é importante que ambos se olhem nos olhos, ouçam atentamente o que está sendo discutido e falem de forma concisa as razões que os levaram àquilo.

Sabemos que, atualmente, muitas conversas desse tipo ocorrem por meio dos aplicativos de mensagem, como o whatsapp ou chat do facebook, sendo isto um meio não tão ideal, entretanto, se não houver alternativa que viabilize a conversa pessoalmente, as mensagens devem ser enviadas com bastante cuidado, pois a palavra lida, ainda mais do que a ouvida, fica mais sujeita a uma interpretação errada e causar mais problemas ao invés de ajudar.

Além do mais, é necessário saber o que será discutido, algo que possa parecer óbvio, mas nem sempre parece para quem vai ouvir. Numa relação conturbada, os assuntos vão sendo atropelados na ânsia de serem comentados e portanto, quando o casal senta para conversar, o tema em que girará aquilo já deve estar pré-estabelecido, ao menos, na mente, para não sair do foco. Se a discussão for mais uma “lavagem de roupa suja”, com vários assuntos pendentes, o ideal é que um assunto termine antes de o outro se iniciar, com tudo se sucedendo respeitosamente e  de forma saudável, principalmente se o interesse for continuar com o relacionamento.

Veja também:

O 7 segredos mais usados por casais que vivem felizes para sempre

Via jogodoamor.org

Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: