De repente, meu libriano

De repente, meu libriano

622
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Fonte da Imagem: WeHeartIt

Ele era o mais indeciso dos meus amigos. Ele sempre era o que ia onde todos iam, porque dar sugestão de algum lugar não era com ele. Ele nunca sabia se preferia um barzinho, cinema, balada ou churrasco. Por vezes, ele nem sabia se queria sair. Também era assim na vida amorosa. Ele sempre aparecia com uma diferente nas nossas reuniões de amigos e todas eram o amor da vida dele. E sempre que alguém indagava porque com ela seria diferente, ele respondia: “porque essa eu tenho certeza”. Mas ele nunca teve certeza de nada. E adivinha só? Fui mais uma do catálogo.

Ele era o mais inteligente, que tinha melhor papo dos meus amigos. Ele sabia conversar e sabia seduzir quem quer que seja. Até minha mãe o preferia. Num desses churrascos, me vi beijando o libriano conquistador e eu abominava esse tipo de cara galinha. Sabia que seria mais uma do catalogo, mas pensei: comigo vai ser diferente. E foi. Porque antes de qualquer coisa, éramos amigos. Não tinha o que fazer. Sempre que nos víamos, rolava beijo. E assim fomos levando.

Ele era aquele cara que se rolava briga no grupo do WhatsApp, ele era o primeiro a apaziguar. E sempre de um jeito só dele. Brincando, zoando e tirando sarro de como nossos amigos são infantis. Gostava disso.

Envie seu texto!

Em um sábado, ele me ligou às 8 da manhã e disse: “vamos pra praia?” — primeiro que me assustei por ele estar decidido algo, segundo que ele nunca convida ninguém pra nada — eu perguntei se ele era louco e ele disse que queria ver o mar. Me arrumei e em 20 minutos ele estava na porta da minha casa, com estilo surfista. E adivinha? Só fomos nós dois. Foi bom viajar com ele. Ele tem um estilo único de tentar agradar de todas as maneiras.

Quando chegou o Natal, ele passou em casa e me deu uma correntinha linda que tenho até hoje. Fiquei encantada e mais ainda quando ele disse que queria me levar num lugar. Chegamos na casa da avó dele e ele me apresentou a todos com a seguinte frase: “Ela é minha. É minha mega-sena acumulada e meu presente não só de Natal, mas da vida toda”.

Logo eu que não estava preparada pra me envolver com alguém tão cedo, de repente meu libriano apareceu.

Giovanna Sabrine

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: