Dane-se, ainda sinto sua falta e desejo que você também esteja sentindo a minha – MeApaixonei.com.br

Dane-se, ainda sinto sua falta e desejo que você também esteja sentindo a minha

163
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

https://www.pexels.com/photo/couple-at-the-lake-4011770/

Na última noite fiquei acordado até uma da manhã, pensando em como seria se ainda estivéssemos juntos. Confesso que ultimamente não tenho dormido muito bem, pois passo muito tempo desejando que você sentisse o mesmo que eu. Com muita frequência vem em meus pensamentos que a gente poderia ter sido um casal dos contos de fadas…

Mas tudo o que tenho são anotações no meu celular de coisas que eu gostaria de te poder falar. Tudo o que tenho é uma ilusão, me trazendo de volta aquele fevereiro, quando quase te tive novamente. Acho que é isso que sempre teremos: quase.

Quero te dizer o quão tenso fiquei quando soube que você recebeu a carta que te escrevi uma semana antes do Dia dos Namorados em 2017 — modéstia à parte, gestos românticos sempre foram meu forte.

Minha existência antes vazia, outrora começou a ter cores novamente. Quando eu te conheci, meu mundo ganhou uma nova cara e todo olhar horrorizado na sala não importava porque eu tinha apenas olhos para você.

Sinto sua falta e quero que você saiba que, por um momento, me senti corajoso, vivo, materializado e renovado quando a abracei pela primeira vez. Eu queria torná-la segura e protegida das dores anteriores que sentiu.

VEJA TAMBÉM: Eu queria te encontrar

Meu mundo eclipsou com o seu e eu comecei a perceber coisas que eu nunca tinha notado antes. Você me cobriu com sua sombra, pressionou seu corpo contra o meu e me pintou um céu azul que eu não via há muito tempo.

Envie seu texto!

Mas, como todo eclipse, durou apenas por um tempo; você escapou do meu abraço e eu fiquei te procurando na sala em um lugar vazio. Acho que é assim que sempre seremos: quase.

Confesso que ainda sinto o mesmo depois de todo esse tempo. Sinto-me um belo de um babaca por escrever esta carta para você. Talvez seja apenas eu e meu otimismo cego, mas vou me arriscar.

Você deve estar pensando que sou um maluco desesperado — e talvez eu até seja. Mas aposto que ninguém nunca te escreveu um poema, uma carta ou uma canção de amor do jeito que eu escrevi.

Dane-se, sinto sua falta e desejo que você também esteja sentindo a minha. Eu gostaria de saber se esse vazio que só nosso amor completa está te matando tanto como está me matando agora que não estamos nos falando.

Sinto sua falta, mas sei que não devo mais incomodá-la com meus pensamentos. Sei que você está com alguém agora e não sou o tipo de cara que tentará destruir a felicidade que você tanto merece. Eu ficarei bem. Eu vou ficar bem. Mas por enquanto… dane-se, ainda sinto sua falta.

VEJA TAMBÉM:

Carta ao amor da minha vida

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: