As 18 fases de um relacionamento — em qual delas você está? | Me Apaixonei

As 18 fases de um relacionamento — em qual delas você está?

151
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: https://weheartit.com/entry/269362502

Estar numa relação tem muitos altos e baixos. Há vantagens e desvantagens!

E, apesar de todos sermos diferentes e discutirmos por motivos distintos, a verdade é que passamos por certas fases idênticas.

Reunimos 18 fases cientificamente comprovadas e universais pelas quais os casais passam. Veja quais são:

1. Perceber que existe um possível interesse.

Este é o momento em que se apercebe que os olhares, mensagens, conversas ou toques com uma determinada pessoa podem vir a ser mais que isso. É a fase do “talvez” venha a ser algo.

2. Enviar mensagens com cuidado.

Nesta fase, calculamos cada palavra que escrevemos para não falarmos besteira. Ou então, se estivermos num pico de coragem podemos mesmo enviar algo um pouco mais romântico.

Mas, normalmente, neste momento, as mensagens de “como foi teu dia?” são as mais típicas.

3. Redes sociais? Sim, até ao mais ínfimo detalhe!

Há que avaliar aquilo em que nos estamos fazendo, certo? Por isso, o famoso stalk nas redes sociais é um grande aliado quando ainda não conhecemos bem a outra pessoa. Quem sabe o que podemos encontrar…

VEJA TAMBÉM: SE A MULHER DA SUA VIDA TIVER ESSAS 7 QUALIDADES, JAMAIS DEIXE QUE ELA SE VÁ 

4. Encontrar fotografias antigas.

Esta é a fase em que nos tornamos obcecados…o stalk não pára! Provavelmente, descobriremos quem eram os seus melhores amigos de infância, se usou aparelho aos 15 anos ou mesmo com quem namorou.

5. Ir a um primeiro encontro do qual quase não temos memória graças aos nervos.

Se tiverem ido a algum restaurante ou bar, o mais provável é mal ter tocado na comida ou bebida. Afinal, os nervos eram muitos…

6. Discutir as mensagens dele(a) com o grupo de amigos(as).

Quando ele(a) disse algo que te deixou inseguro(a) ou confuso(a), quem melhor que seus(as) amigos(as) para te ajudar a decifrar o que acabou de acontecer?

7. Enviar um meme específico para ver se compreende o nosso humor.

Quando já se conhecerem um pouco melhor e souberem, no geral, quais são os gostos um do outro, há que elevar a intimidade e introduzir uma boa dose de humor. E que melhor que o nosso meme preferido, para perceber se fazemos match?

VEJA TAMBÉM: 8 POSIÇÕES DE DORMIR QUE DIZ TUDO SOBRE O CASAL. QUAL A SUA?

8. Ir a mais encontros (com menos nervosismo).

À medida que vão se conhecendo, o nervosismo de estarem juntos diminui, ao mesmo tempo que aumenta a nossa própria confiança. O segundo (ou terceiro, ou quarto…) encontro é certeza que será bem mais descontraído.

9. Um encontro mais íntimo que nos deixa em êxtase.

A química é essencial e, mesmo se não for na primeira ou segunda vez que estiverem juntos de forma íntima, haverá um momento em que a outra pessoa fará algo que te deixará nas nuvens. E, claro, (quase) a ponderar o casamento.

10. Procurar detalhes acerca das relações anteriores do outro.

Para perceber o que não funcionou, o que funcionou muito bem, e como é que ele(a) reagiu em situações “limite”. Há que saber os motivos que ditaram o fim das outras relações, certo?

11. Apresentar a outra pessoa a um amigo ou familiar.

Aqui, inicialmente, procuramos uma certa “confirmação”. Queremos saber a opinião de alguém que nos conhece, de modo a termos mais certezas acerca do que estamos a desenvolver a nível amoroso.

Afinal, queremos um bom ambiente entre todos!

12. A primeira discussão sem sentido.

Quando ainda há dúvidas em relação a tudo, o mais pequeno deslize pode causar uma discussão necessária. Podemos, por exemplo, questionar os sentimentos do outro quando se esquece, simplesmente, de fazer algo que tínhamos pedido!

Nada que uma boa dose de mimos não resolva.

VEJA TAMBÉM: 11 SINAIS DE QUE ELE(A) PERMANECERÁ ETERNAMENTE EM SUA VIDA

13. Planejar uma viagem.

Quer seja acampar ou fazer algo para o qual não têm a certeza de estar preparados, tudo é válido. E se a relação sobreviver… bom, boas notícias! É possível que seja para durar.

14. Perceber que a relação é oficial.

Se não houve o clássico “afinal, o que é que somos?”, uma apresentação a outra pessoa como “namorada” ou “namorado”, ou, quem sabe, um “te amo” farão com que se faça luz!

15. Crescer juntos.

Quando já sente a relação mais estável, estar com a outra pessoa 80% do tempo é o melhor programa que podia pedir. Mesmo um dia mau se torna suportável, graças à presença do outro. Esta é a fase em que o conforto da relação é a melhor sensação do mundo. E o elo entre vocês está mais forte que nunca.

16. Ter uma discussão recorrente que nos faz questionar a relação.

Temos quase a certeza que não é isto que as comédias românticas nos ensinam. Afinal, parece que esta fase, não só é necessária, como pode ser indicativa de um relacionamento saudável.

Ora, é bem possível que exista um determinado problema que, de vez em quando, volte a ser motivo de discussão. E se tivesse dúvidas, saiba agora que é normal!

17. Quando a chama da paixão diminui

A estagnação é real em qualquer relação que dure há algum tempo. Entra-se numa rotina e a paixão inicial vai desaparecendo.

Nesta fase, é possível que até chegue a pensar em outras pessoas. Mas o mais provável é que uma saída a dois ou fazer algo diferente do habitual com o seu parceiro resolva o problema.

18. Passar por uma grande mudança e ficar ainda mais próximos.

Arranjar um animal de estimação, morar juntos pela primeira vez ou mesmo passarem por uma má fase profissional a dois, por exemplo, são fases que podem revelar o melhor (ou pior) do casal.

E se isto os aproximar ainda mais, é um ótimo sinal!

VEJA TAMBÉM:

6 motivos pra você não olhar o celular do seu amor

Fonte: activa.sapo.pt

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: