As 10 perguntas mais importantes a serem feitas antes de se casar | Me Apaixonei

As 10 perguntas mais importantes a serem feitas antes de se casar

247
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Vocês estão completamente apaixonados e planejando se casar. Seu relacionamento é um lugar maravilhoso para se estar. Mas às vezes o amor pode ofuscar algumas coisas.

Você tem que perceber que as taxas de divórcio são maiores do que nunca. Embora você pense que o divórcio não está nos seus planos para o futuro, há uma enorme estatística que está indo contra você.

Em média, 50% dos casais se divorciaram e se você realmente ama seu parceiro e quer o melhor para ambos os seus futuros, vocês precisarão trabalhar juntos para garantir que sua vida conjunta seja a mais sólida possível.

Continue lendo e veja as 10 perguntas mais importantes a serem feitas antes de se casar:

1. “Nosso estilo financeiro é compatível? Como vamos lidar com as finanças quando casarmos?”

Foto: vseprogroshi.com

O dinheiro é uma das maiores causas de divórcio. Dívida de cartão de crédito, empréstimos, problemas com gastos em excesso, falta de disposição para gastar dinheiro, etc.

Sente junto com seu amor e seja honesto(a) sobre sua situação financeira atual. Você nunca deve esperar até depois de se casar para divulgar informações financeiras para o outro — especialmente se elas forem ruim. Esta conversa lhe dirá muito sobre a pessoa com quem você vai se casar.

Ele(a) é gastador(a) ou poupador(a)? Ele(a) quer estar financeiramente seguro(a) no futuro? Conta conjunta ou individual?

É sempre a melhor estratégia fazer um plano antes de se casar.

DICA BÔNUS: Procure um consultor financeiro — ou o gerente do seu banco — e crie um plano de investimento e aposentadoria. Isso irá garantir que ambos tenham segurança financeira o futuro.

2. “Nós vamos ter filhos?”

Imagine se casar com alguém e só depois da cerimônia descobrir que, diferentemente de você, ele(a) não sonha em ter filhos?!

Talvez você concorde com isso agora. Mas e daqui a 10 anos?

Pense a longo prazo. Como vou me sentir daqui a alguns anos? É isso que eu também quero?

3. “O nosso casamento será impactado pelas nossas vidas religiosas?”

Foto: https://br.pinterest.com/pin/341147740509785529/

É possível sim ter um relacionamento feliz mesmo quando os dois tenham religiões muito diferentes um do outro.

Exemplos:

  • Ateu e Cristão
  • Cristão e Judeu
  • Hindu e Muçulmano

Isso é tão importante porque suas crenças dão a vocês seu sistema de valores e seu sistema de valores te dá suas atitudes e suas atitudes mostram suas ações.

Se vocês não têm o mesmo sistema de crenças, suas ações sempre estarão em conflito.

Imagine trazer as crianças ao mundo e confundi-las com cada uma das suas diferentes crenças sobre a vida. Você estará ensinando uma coisa, enquanto seu(sua) marido(esposa) está ensinando outra.

Embora você acredite que possam conciliar suas diferenças e criar seus filhos para serem “pessoas boas”, em algum momento, suas diferentes crenças religiosas se tornarão uma fonte de discordância.

VEJA TAMBÉM: 9 CONSELHOS BÍBLICOS QUE IRÃO ADOÇAR SEU CASAMENTO

4. “Qual a política de privacidade do nosso relacionamento?”

Foto: https://br.pinterest.com/pin/399201954444711330/

Quanto e o que devemos compartilhar com outras pessoas o que estamos vivendo no relacionamento? Privacidade e respeito mútuo são dois blocos de construção muito importantes para um casamento de sucesso!

Se você escolher contar a um amigo ou familiar um fato particular sobre seu cônjuge, estará traindo a confiança dele e derrubando uma parte inestimável de seu relacionamento.

Você não precisa contar a ninguém sobre sua última briga, os hábitos estranhos de seu(sua) marido(esposa) ou qualquer outro fato particular que ele(a) não compartilhou com ninguém além de você. Ao fazer isso, você estará traindo a confiança dele(a).

5. “Como lidaremos com questões familiares?”

Quase todo mundo tem problemas com os sogros ou outros membros da família em algum momento.

Como você vai lidar com uma situação em que um limite for violado?

Você tem que saber que quando você se casar, seu cônjuge tem que ser sua prioridade número um. Se este não for o seu caso, talvez você não esteja pronto para se casar.

Sua lealdade ao seu cônjuge deve sempre vir antes de seus pais. É seu trabalho proteger a dignidade, a honra e a reputação dele(a).

Se você está permitindo que seu cônjuge seja desrespeitado e maltratado por seus pais ou familiares, isso causará uma divisão dentro de seu relacionamento que pode terminar em separação ou divórcio.

Se eles não puderem ser gentis e cordiais com o seu parceiro, então você precisa resolver isso o mais rápido possível.

Certifique-se de ter essa conversa antes de se encontrar em uma situação difícil. Você não quer que isso atrapalhe seu casamento.

6. “Onde nós iremos morar?”

Talvez um de vocês seja amante da calmaria do interior, enquanto o outro prefira a rotina movimentada da cidade.

Para algumas pessoas, essa é uma questão decisiva. Não case com alguém sem saber se já têm expectativas de como e onde vocês irão morar.

Com o tempo, essas expectativas não satisfeitas podem se transformar em ressentimentos, por isso, sentem-se juntos e coloque na mesa todos os seus objetivos e sonhos!

7. “Como lidamos quando um de nós tem uma amizade com alguém do sexo oposto?”

Se você acha que isso parece uma pergunta imatura, pense mais um pouquinho. Algumas pessoas não têm nenhum problema em ver seus cônjuges mantendo amizade com alguém do sexo oposto, enquanto outras não se sentem confortáveis com esse tipo de situação — os dois casos são completamente saudáveis, é tudo questão de estar na mesma página.

Sentem-se e falem sobre amizades, relacionamentos com colegas de trabalho, etc.

Antes de se casar, você precisa definir com o que cada um de vocês se sente confortável. Esta questão pode revelar um ciúme oculto que você nunca percebeu em seu parceiro.

Será que você está prestes a se casar com um(a) ciumento(a) possessivo(a)?

8. “Como lidarmos com os conflitos?”

Você já discutiu esse assunto com seu futuro cônjuge? Se sim, um de vocês era o dramático da relação, enquanto o outro era quieto/indiferente? Ou talvez um de vocês seja direto, teimoso e implacável?

Seja qual for o caso, vocês precisam saber que ambos precisam de uma chance de ter suas opiniões ouvidas de uma maneira respeitosa.

Conversem sobre cada uma das suas respostas ao conflito. Vocês devem estar de acordo sobre como irão tratar um ao outro quando discordarem de um assunto.

Um casamento saudável não pode dar espaço para ataques pessoais, agressividade passiva, abusos de poder, etc.

DICA IMPORTANTE: SEU CASAMENTO NUNCA SERÁ SAUDÁVEL A MENOS QUE VOCÊS FAÇAM ISSO JUNTOS

9. “Qual nossas expectativas para o casamento?”

Exemplos:

  • Quão importante é a aparência física para você?
  • As tarefas domésticas serão divididas uniformemente ou serão de responsabilidade de uma só pessoa?
  • Vocês continuarão a trabalhar com a chegada dos filhos?
  • Quem vai cozinhar? E a louça? Os dois vão combinar quem faz o que ou vai ficar a responsabilidade de uma pessoa só?

Estas expectativas podem rapidamente transformar-se em ressentimentos que o seu cônjuge nem conhece. Anote uma lista de coisas que são importantes para você no casamento. Sente-se com seu futuro cônjuge e pergunte o que ele pensa sobre isso.

Lembre-se, seu futuro marido(esposa) foi criado(a) de uma forma diferente de você e, obviamente, tem idéias diferentes sobre a vida e o casamento.

Esta é uma ótima maneira de se preparar para o maior compromisso de sua vida <3

10. “Você vê o divórcio como uma opção?”

Primeiro de tudo, o divórcio é quase sempre uma opção! (Sim, eu sei que algumas pessoas têm razões religiosas para permanecerem casadas por toda a vida.)

Imagine casar com alguém que tenha um problema de jogo, dependência de drogas, problemas de infidelidade, etc.

Você não gostaria de passar sua vida toda casado(a) com alguém que arruinasse todos os dias da sua vida. Certifique-se de saber com quem você está se casando!

Ter uma conversa sobre divórcio é uma ótima maneira de ver como seu amor está comprometido com o relacionamento.

O casamento é desafiador e exige muito trabalho e compromisso!

Algumas pessoas “jogam a toalha” muito mais cedo do que outras. Quando os tempos ficarem difíceis e as expectativas não forem atendidas, você acha que seu futuro cônjuge vai continuar firme?

Qual a probabilidade de que ele(a) vai lutar de verdade pelo casamento?

Com taxas de divórcio em torno de 50%, 1 em cada 2 casais vão se divorciar. Então é melhor vocês fazerem essas perguntas!

VEJA TAMBÉM:

7 coisas que todo casal deve fazer antes de dormir para fortalecer o casamento

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: