11 tipos de Abraços que dizem muito sobre a sua relação de Amor ou Amizade | Me Apaixonei

11 tipos de Abraços que dizem muito sobre a sua relação de Amor ou Amizade

Compartilhe:

Para muitas pessoas, os abraços dizem muito mais do que os beijos. Representam um gesto poderoso, cheio de significados e carregado de sensações, que nos transportam para outro lugar. 

São destinado apenas às pessoas que o compartilham, seja um amigo ou um parceiro de namoro/casamento. 

No Me Apaixonei, admiramos as pequenas coisas que tornam a vida maravilhosa, por isso dissecamos o universo do abraço e encontramos onze tipos:

Reconhecimento

Este mistura amor e reconhecimento por um trabalho bem feito. Os homens, que sempre foram mais reprimidos quando mostram carinho entre eles, costumam praticá-lo com um toque de violência inofensiva, mas a sua função é efetiva. É muito comum em parceiros da mesma equipe.

Palmadinha nas costas

Este abraço é recorrente entre amigos ou familiares. Obviamente, que o relacionamento entre quem o dá e recebe é bom, mas transmite a ideia de haver um limite.

Quando um homem abraça muitas vezes assim, significa que o relacionamento não está se desenvolvendo como realmente precisava. É um abraço que não expressa nenhum grau de intimidade, apenas companheirismo, boas vibrações, camaradagem e uma relação muito boa de amizade. Cada palmadinha é um sinal desse apoio mútuo.

Meio abraço

Há abraços que só se dão pela metade. São mais um sinal de aceitação e apoio sem interesses românticos.

Como se vê pela imagem, eles “espremem-se” mais ou menos intensamente. É um gesto terno e com um maior grau de conexão do que o da palmadinha nas costas. Isto porque pode vir seguido de um aproximar da cabeça ao ombro da outra pessoa. Com este abraço há uma certa conexão física e emocional.

Boneco de pano

Neste caso, aquele que abraça, o faz com muito sentimento. É um abraço forte! Mas a outra pessoa (o abraçado) parece que é apanhada desprevenida. Permanece em pé, sem se mover, com o corpo solto. Se há amizade ou amor?

Pelo menos, houve no passado, porque este é um sinal óbvio de que algo está mal.

Ponte de Londres

Sim, é esse mesmo o termo para o definir. E se você conhecer o famoso monumento inglês, logo perceberá a razão.

Como na referida ponte, a área superior, ou seja, o tronco, está unido à outra pessoa, mas a área inferior do corpo não estabelece nenhum contato. Este abraço mostra que o relacionamento não está muito bem das pernas, que está mais frio, que a paixão é uma lembrança e que há um grande desconforto, talvez devido à falta de comunicação.

Corrija o problema e você passará a dar abraços muito mais enérgicos.

Acariciar as costas

Aqui não é necessário que haja um caso de amor, mas mostra que há uma conexão forte entre os seus protagonistas. O especialista em linguagem corporal Patty Wood diz que “as costas são uma parte muito vulnerável do corpo; ao não ser visível, tocar essa parte é certamente incrível“.

Este abraço transmite tranquilidade e funciona como um lembrete de que ambos são muito importantes um para o outro.

Dançando

A posição é simples: um coloca os braços ao redor do pescoço e o outro ao redor da cintura. Ambos se movem devagar, como se estivessem imersos numa dança sensual e divertida.

É um dos abraços mais bonitos, porque faz adivinhar duas possibilidades. A primeira é que podemos estar diante de duas pessoas no início de um relacionamento. A segunda hipótese é que a relação (que já pode ter anos) ainda é feita de brincadeira e vivacidade, continuando com a alegria do primeiro dia.

O que protege e transmite segurança

Este abraço é dado quando uma das pessoas está de costas. O significado, de acordo com Patty Wood, é claro: “Quando alguém lhe abraça pelas costas, quer dizer que quer protegê-lo(a)“. Isso mostra segurança e o desejo de proporcionar estabilidade no relacionamento.

Também se supõe que haja uma grande confiança entre as duas partes.

Impasse

As pessoas que abraçam desta maneira transbordam a paixão pelo seu relacionamento. Embora geralmente ocorra numa despedida, porque dá a ideia de não querer deixar a outra pessoa partir, pode também acontecer em momentos de explosão de amor, como sinal de impotência.

Os envolvidos agarram-se com muita força e não se querem largar. Têm uma elevado grau de conexão.

Voo

Neste caso, a paixão passa para um nível mais quente, com toques de luxúria, e o desejo de os dois intervenientes se “devorarem”. Estes correm um para o outro e um deles (normalmente a mulher) salta (voa) para cima do outro, com as pernas em volta dele.

Depois, caem loucamente na cama (ou chão) e… o resto você já pode adivinhar… Este abraço é um dos sinais que demonstra uma forte atração sexual entre os dois envolvidos.

Com contato visual

Os olhos são a chave para o que se pensa e sente. É por isso que é tão importante haver contato visual numa relação, seja ela entre um casal, amigos ou familiares.

Neste momento, quando as pessoas se abraçam, olham uma para a outra (quando estão em vias de se apaixonarem, o abraço é do tipo meio-coração, com os braços no ombro e no quadril), fazem promessas, confissões, entre outras coisas. Na verdade, um olhar vale por mil palavras….

Onze abraços para onze momentos, alguns maravilhosos e outros forçados. Aprenda a identificá-los e perceba como vai a sua relação!

Esse post te ajudou? Compartilhe com seus amigos e deixe seu comentário abaixo! 🙂

Veja também:

7 frases de amor para se inspirar e refletir

Material com base no site zankyou.pt

 

Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: