10 perguntas para fazer ao seu(a) namorado(a) antes do pedido de casamento! | Me Apaixonei

10 perguntas para fazer ao seu(a) namorado(a) antes do pedido de casamento!

256
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Apaixonar-se pode ser lindo… e inteligente.

Borboletas no estômago, sorrisos brilhantes, bochechas vermelhas e pernas bambas – esses são os sentimentos clássicos que homens e mulheres associam aos primeiros estágios da paixão.

Quando estamos namorando e pensando na possibilidade de pedir a pessoa amada em casamento, é de tirar o fôlego não é mesmo?!

Por isso, antes de se permitir ficar ainda mais apaixonado(a) e cair completamente de cabeça nesse amor, há algumas perguntas importantes para fazer ao(a) seu(a) namorado(a) antes de se apegar à visão dele(a) como seu(a) futuro(a) marido ou esposa, especialmente se você quiser evitar um divórcio no futuro.

Sim, vocês estão descobrindo novas coisas um do outro a cada dia que passa, e as novas informações excitantes ocupam todos os seus pensamentos.

Mas o que você honestamente sabe sobre ele(a) e quem ele(a) realmente é?

Antes de se encontrar num ponto que é impossível parar o carro em movimento, dê uma desacelerada e vamos refletir um pouco juntos!

Muitas mulheres cometem o erro de ouvir apenas a voz de seus corações, em vez de prestarem atenção aos possíveis sinais de alerta que estão ressoando bem na frente delas.

Pegue Lídia como exemplo, que esperou 4 anos por um pedido de casamento, apenas porque seu atual namorado havia tido um antigo casamento fracassado e teve que esperar todo esse tempo para decidir voltar a se casar.

Ou pegue Jean, que achava que sua esposa iria engravidar com todos os tratamentos de fertilidade, inclusive considerando o uso de óvulos de doadoras, quando eles não podiam conceber uma criança naturalmente.

O estresse do processo e as divergências sobre qual caminho tomar, causaram tensão significativa e, por fim, sua separação.

Faz sentido que valores diferentes em torno de assuntos como dinheiro, crianças e sexo sejam frequentemente sendo algumas das razões mais comuns pelas quais as pessoas se divorciam.

Um estudo longitudinal conduzido por uma equipe de psicólogos da Universidade de Denver descobriu que os conflitos, os argumentos e a falta de compromisso são fatores que contribuem, sendo a última gota a infidelidade, o abuso doméstico ou o abuso de substâncias.

Além disso, dados coletados por pesquisadores da Universidade da Califórnia em Los Angeles descobriram que as dúvidas persistentes por parte do noivo ou noiva antes de ir para o altar, correlacionam-se a taxas mais altas de divórcio.

Por isso, grande parte do sofrimento que as pessoas experimentam ao longo do casamento pode ser evitável.

Você não aceitaria um novo emprego sem fazer perguntas em uma entrevista sobre coisas como a cultura e os valores da empresa, assim como o que eles esperam de você e o que você pode esperar em troca, não é mesmo?

Então por que você não faria o mesmo antes de entregar seu coração e comprometer toda a sua vida com um parceiro?

Conhecimento é poder. Seja informado(a) sobre o seu parceiro e descubra o que você precisa saber.

Antes que você possa pensar em perguntar a outra pessoa sobre o que é importante para ela, você precisa começar descobrindo que tipo de vida você quer para si mesmo e o que você valoriza.

Quando você tiver imaginado o futuro que deseja e estiver firme em relação às suas necessidades de relacionamento, poderá prosseguir para a “descoberta” com a outra pessoa.

O ideal é esclarecer tudo isso antes de decidir pedir alguém em casamento. Lembre-se também que a maneira de como você faz essas perguntas é fundamental.

Eu recomendo fazer essa perguntas em um ambiente descontraído e com uma atitude casual para que não pareça um interrogatório.

As pessoas geralmente se sentem mais confortáveis ​e ​se abrem enquanto fazem algo que gostam, então tente dar um passeio, fazer uma refeição ou sentar com um copo de vinho.

Demonstre estar curioso(a) e ouça o que realmente está sendo dito em vez de focar no que você quer ouvir. 

Tenha em mente que você pode gostar muito dessa pessoa, mas as respostas dela podem não estar alinhadas com seu objetivo. E isso está tudo bem. Afinal, namorar é se conhecerem um ao outro.

Você descobrirá o que gosta e o que funciona e o que não funciona para você, para que possa escolher sabiamente se quer mergulhar de vez nesse amor ou dizer adeus.

Antes de se apaixonar ainda mais e se casar, aqui estão 10 questões críticas para perguntar ao seu namorado ou namorada, a fim de salvá-los de um doloroso divórcio:

1. O que você está procurando em um relacionamento?

Se você está procurando um compromisso e a outra pessoa está procurando por uma conexão apenas, amizades com benefícios, ou não tem ideia do que quer, prossiga com cautela!

O amor está em sua mente, então mantenha sua integridade e mantenha seus limites.

2. Quais são as suas crenças sobre o casamento?

Descubra se seu amor quer casamento ou se ele(a) quer apenas morar junto, por exemplo. Se você acredita na instituição do casamento e só ficará satisfeito(a) com um anel em seu dedo, você vai querer descobrir isso mais cedo ou mais tarde.

3. Você quer ter filhos?

Se ele(a) disser que não quer ter filhos, acredite nele(a). Se você acha que pode mudar a mente dele(a), você está se enganando. Essa é apenas uma dura realidade disso.

4. Que papel a religião desempenha em sua vida?

É melhor descobrir agora as crenças que seu parceiro em potencial tem com uma religião ou grupo organizado desde o início.

Considere se suas crenças estão alinhadas com as delas, bem como se você gostaria de estar ativamente envolvido na igreja ou comunidade do seu parceiro, incluindo criar seus filhos dessa maneira.

5. Você acredita em monogamia?

Algumas pessoas se sentem confortáveis com o conceito de casamento aberto e outras variações de poliamor, e outras não. Se você e seu namorado ou namorada não estiverem de acordo com este assunto totalmente, cai fora!

Embora a infidelidade seja sempre uma possibilidade por uma grande variedade de razões, os casais que ficam juntos fazem escolhas conscientes sobre o que “compromisso” significa para ambos.

6- Qual sua posição política?

Neste clima político super na moda nos dias de hoje, é melhor vocês estarem na mesma página ou, caso contrário, se preparem para um conflito!

7. Quais são as suas necessidades em relação ao sexo e intimidade?

Este assunto é delicado. Estudos têm mostrado que impulsos sexuais incompatíveis e idéias sobre prazer podem prejudicar um casamento.

Descobrir sua compatibilidade nessa área com antecedência pode oferecer muitas informações vitais.

8. Como é o seu relacionamento com o dinheiro?

Você pode até achar desnecessário esse assunto, mas é muito importante descobrir como ele(a) gasta e investe seu dinheiro.

Ele(a) prioriza a economia? Ele(a) pode gerenciar um orçamento e manter uma boa pontuação de crédito?

9. Quais são seus objetivos de vida?

Esta pessoa tem um plano para sua vida, ou ela é do tipo “deixa a vida me levar…”?

10. Quais são seus interesses e como você gosta de aproveitar seu tempo livre?

Sem dúvida, os casais precisam de tempo sozinhos para explorar suas próprias paixões. Ao mesmo tempo, vocês têm que ter alguns interesses em comum e algo que vocês encontram alegria em fazer juntos.

Uma vez que você tenha todas as respostas que precisa para essas questões, você terá um norte para decidir onde esse relacionamento está indo.

Se você não estiver muito seguro(a), será mais fácil pensar com mais objetividade, manter seus padrões e seguir em frente se for necessário.

E quem sabe? As respostas podem agradavelmente surpreender você!

Você então poderá relaxar neste relacionamento maravilhosos e se apaixonar ainda mais, sabendo que você tem uma ótima chance de fazê-lo funcionar. Boa sorte!

Compartilhe com seu amor e deixe seu comentário abaixo! 🙂

Veja também:

8 fatos que todo casal deve levar em conta para que o amor dure por muito tempo!

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: