Alerta! 11 sinais de que ele ou ela não é a pessoa certa para você | Me Apaixonei

Alerta! 11 sinais de que ele ou ela não é a pessoa certa para você

1823
0
Compartilhe:

Às vezes o encanto do início de um relacionamento nos faz fechar os olhos para sinais evidentes de que não há futuro com determinada pessoa. Por isso, é muito bom tomar cuidado e prestar muita atenção nesses sinais:

  1. Ele(a) não respeita a sua religião

Quando você crê de verdade, então há coerência entre sua vida e sua fé. Você não pode aceitar que seu namorado(a) faça comentários ofensivos ou desrespeitosos quando se trata de religião. Pode até ser que ele seja tudo o que você sonhou: é uma pessoa linda, além de inteligente e divertida; mas se essa pessoa se opõe às suas crenças e não tem o menor interesse em mudar isso, dificilmente haverá paz num futuro junto dele(a).

 

  1. Ele(a) não respeita você

Quando isso começa a acontecer, não tem volta. É como um prato que se quebra: podemos até juntar as peças e colá-las, mas o objeto não voltará a ser como antes. Num relacionamento, se o seu parceiro usa constantemente palavras e frases agressivas, perde-se o respeito, e pode ser para sempre. Se permitimos que isso aconteça às vezes, ficando calados, será muito difícil voltar atrás.

 

  1. Ele(a) gosta de mentir

Mentir pode se tornar um hábito. Algumas pessoas se escondem atrás de mentiras “inofensivas” – que na verdade não existem, pois uma mentira pequena leva a outra maior. As consequências de mentir são fatais, porque a verdade sempre sai à luz, cedo ou tarde. O relacionamento do casal deve ser sempre transparente. Se a pessoa com quem você está gosta de mentir, ela não é a pessoa certa a quem confiar seu futuro.

 

  1. Ele(a) promete tudo e não cumpre nada

Chega de promessas vazias! Se alguém sabe que não pode cumprir uma promessa, não deve fazê-la. Brincar com os sentimentos do outro não é saudável e ao final se perde a confiança da pessoa que mais se ama. Quando isso se torna um hábito, mesmo que se faça uma promessa real, já ninguém mais consegue acreditar.

 

  1. Ele(a) é contra o casamento em si

Se a pessoa com quem você está costuma fazer comentários dizendo que “o casamento é para tolos”, “para que casar se estamos bem assim?”, ou se vocês namoram há sete anos e ele ainda diz que “não é preciso ter pressa”, é hora de conversar mais seriamente. Não suponha nada, nem guarde falsas esperanças. São temas não muito fáceis de tratar, mas é importante debatê-los e saber com certeza o que o outro busca na relação.

 

  1. Ele(a) é infiel e não muda

O namoro é um compromisso. É uma união voluntária e a saída dele também é voluntária. Se o namorado ou namorada é infiel e se, pior ainda, você já se acostumou com isso, ponha um fim, corte a relação de uma vez por todas. Não há razão pela qual você precise consentir com uma infidelidade constante. Se ele ou ela não está seguro do que sente, é melhor terminar logo do que acabar dando margem para que aconteça uma traição. A menos que seja corrigida e que seja reconhecida a sua gravidade, uma traição isolada pode se repetir mil vezes.

 

  1. Ele(a) não quer conhecer os seus pais

Esse primeiro encontro com a família costuma gerar expectativas de ambas as partes, mas não há nada melhor do que enfrentá-lo. Se o namorado ou a namorada ama você de verdade, não verá inconveniente nenhum em conhecer as pessoas mais importantes da sua vida.

 

  1. Ele(a) não gosta de passar o tempo com seus amigos ou com a sua família

Quem esteve com você desde o começo? Quem conhece você como ninguém? A sua família e os seus amigos. Você não deve abandoná-los só porque o seu namorado(a) quer. É claro que é importante que haja espaço e tempo para cada coisa separadamente, mas se o seu parceiro(a) nunca gosta da ideia de estar com a sua família ou com os seus amigos, é melhor pensar melhor sobre quem é que deve ser abandonado.

 

  1. Quando as metas dele(a) são estritamente materiais

Todos sonhamos com uma boa casa, uma carreira promissora, um carro. Mas também devemos ter outras metas: ser pessoas melhores, ajudar os outros, defender os mais necessitados. Se o seu parceiro(a) só fala de dinheiro, dinheiro e mais dinheiro, talvez lhe falte humildade e muitas outras coisas. Se mesmo conversando com ele(a), os seus objetivos não mudam, reavalie a sua relação.

 

  1. Ele(a) subestima as suas conquistas

Menosprezar os demais não faz de ninguém uma pessoa melhor. O seu namorado(a) deve se alegrar pelas suas conquistas. Não se trata de nenhuma competição para ver quem vai mais longe, e sim de caminhar juntos, de mãos dadas, pelo mesmo caminho. Vocês estão juntos para se amar, se ajudar e se apoiar, não para humilhar o outro ou sentir inveja pelas suas conquistas.

 

  1. Quando ele(a) abandona você na hora em que mais precisa

Os momentos de dificuldade costumam ser a oportunidade ideal para conhecer melhor a pessoa com quem estamos. A morte de alguém querido, uma doença, uma instabilidade econômica, um problema nos estudos ou no trabalho são oportunidades para fortalecer a relação. Ser namorado(a) não é uma tarefa fácil quando se leva a sério a outra pessoa. Não se ama apenas nos momentos de alegria, mas também nos de incerteza e tristeza. Se o seu parceiro(a) é o primeiro a sumir quando há dificuldades, é um péssimo sinal.

Deixe seu comentário: