Te amei tanto, que meus pulmões doíam ao olhar pra você, pois você me tirava o ar | Me Apaixonei

Te amei tanto, que meus pulmões doíam ao olhar pra você, pois você me tirava o ar

128
0
Compartilhe:

Eu te amei sim.
Não consigo negar e dizer que não ao quatro ventos por aí.
Amei tanto, que meus pulmões doíam ao olhar pra você, pois você tirava todo o meu ar.
Nem a ciência seria capaz de explicar.

Cê não tinha aquela beleza comum que todo mundo olhava, que as amigas babavam.
Elas nem entendiam, na verdade.
Mas era o seu sorriso, o seu olhar cheio de ternura ao olhar pra mim….

Aaaah, isso era tudo tão grande, que eu sabia que tinha sorte de ter você,
Mas, ao mesmo tempo, morria de medo de te perder.

Cê lembra quando disse que não ia a lugar algum?
Que as coisas não iam mudar?
Cê lembra, amor?
Lembra quando dançamos pelo quarto, porque você tinha vergonha de dançar em festas?
Eu achava isso até fofo.
De alguma forma, você sentia essa necessidade de me fazer feliz e me satisfazer nos pequenos detalhes.

Mas o que aconteceu, meu bem?
O que aconteceu com aquela boca que suspirava por mim?
O que aconteceu que você começou a me chamar pelo meu nome e esqueceu que eu era seu amor?
Quem te roubou de mim?

Foram os anos que passaram e você simplesmente se enjoou de tudo?
Ou será que você se deu conta que nunca me amou?
Será que foi só ilusão ao olhar nos meus olhos claros e o desejo pelo meu corpo?

Será que eu imaginei tudo?
Será que não era tão bonito como eu acreditei ser?
Será que eu pintei todo aquele quadro quando estava cega e inundada de você?

Talvez eu nunca vá saber se foi amor por aí, mas por aqui você fez meu coração tremer,
Acalentou a minha alma,
Acendeu um fogo que começava me aquecendo, e depois me queimava.

Eu te amei.
Amei com tudo de mim,
Mas agora sei que você não pode dizer o mesmo,
Porque você só roubou de mim.

Deixe seu comentário: