Por um tempo eu te culpei | Me Apaixonei

Por um tempo eu te culpei

637
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Por um tempo eu te culpei,

Eu acreditei que aquelas palavras ditas, aquelas promessas feitas, fossem para sempre, ou, como costumávamos dizer, por além da eternidade. Era a você que eu recorria quando tudo parecia dar errado, era o meu porto seguro, minha melhor amiga. Depois, do nada, em um piscar de olhos, tudo se foi. E por isso eu te culpei.

Te culpei por não ter mantido o que foi dito. Te culpei pela forma como tudo aconteceu. Sim, eu te culpei. Mas eu nunca esqueci o que você fez na minha vida, como me mudou, me fez crescer e me tornou o que eu sou hoje. Ao lembrar de tudo isso, mesmo com as promessas quebradas e o coração partido, eu passei a te agradecer, não mais a te culpar.

Relacionamentos são sempre complicados, com duas pessoas de famílias diferentes, com tradições e criações diferentes. Mas ao longo dos anos que eu estive com você, eu senti que estava passando pelo melhor momento da minha vida. Tudo dava errado a minha volta, mas enquanto estávamos de mãos dadas, parecia que tudo ia ficar bem.

E é disso que eu quero me lembrar. Não quero te culpar por uma situação a qual nenhum de nós dois tínhamos controle. Quero lembrar dos seus sorrisos, dos seus carinhos, dos seus chamegos e apegos. Quero lembrar da sua pinta, da sua cara de brava, do seu profundo silêncio ao ficar chateada.

Quero me lembrar do som da sua risada ao ocorrerem às cócegas, ou o “ataque de tic tic”, como costumávamos dizer. Quero lembrar de cada apelido carinhoso, cada mania marcante que tínhamos somente um com o outro. Quero lembrar do tempo que falávamos que éramos perFEITOS um pro outro.

Quero lembrar de cada clichê romântico, de cada melação que acontecia quando estávamos somente nós dois, ou, até mesmo, quando tinha mais gente perto. Porque a gente fazia daquele momento o nosso momento, no nosso mundo, enclausurados dentro de uma redoma, vivendo aquele momento, aquele segundo.

Um dia eu te culpei, hoje não mais.

Hoje te agradeço por uma memória tão vivaz.

Henrique Schmidt

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: