Permita-se ser o amor da vida de alguém | MeApaixonei.com.br

Permita-se ser o amor da vida de alguém

4137
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: ArthurRosa.com

Dias vão, dias vem e elas continuam entaladas criando um nó na garganta. Por medo, comodismo ou orgulho deixamos de dizer muitas coisas.

Fazer é melhor do que dizer, mas nunca diremos e nunca fazemos. Existe aquela vontade de encontrar o grande amor da vida, de se declarar pra ele como uma adolescente loucamente apaixonada, mas é careta e ultrapassado pra alguns fazer isso, então nos guardamos ao máximo para que ninguém perceba que temos sentimentos, o que há de errado em amar?

Em amar a pessoa errada e na próxima tentativa deixar qualquer sentimento de medo virar amor novamente? Isso é a lei da vida, a gente nasce, cresce, ama e morre, feliz ou não. Pelo menos uma vez na vida você vai sentir a doçura de ser amada ou de ser amor, você vai acordar com um “bom dia”, com  um “eu te amo”, vai dormir “com Deus”, com um “boa noite”, com um “dorme bem, até amanhã.”

VEJA TAMBÉM: CONSIDERE-SE UMA MULHER DE SORTE ASSIM QUE VOCÊ ENCONTRAR UM HOMEM COMO ESSE

O que há de errado em nos permitir? A essência de pertencer a alguém é indescritível, só precisamos nos permitir. Não é vergonhoso acontecer um amor a primeira vista, não precisa ser tímido aquele “eu te amo” tão esperado pra sair da sua boca. É extraordinário ser o motivo da felicidade de alguém, ser o primeiro pensamento do dia ao acordar, ser o motivo de sonhos, planos e realizações de um futuro breve.

Envie seu texto!

E daí se não deu certo? Você tentou, você amou, você sofreu, você se permitiu. O que você tem que passar ninguém vai passar por você, tem outros dias, tem outras horas, tem outros lugares, pessoas, amores.

A felicidade vem de dentro, da alma, do encontro inesperado, do frio na barriga na hora da primeira ligação, do pedaço de chocolate que você devora e lembra da pessoa, da música que faz você chorar de saudade, de felicidade, de tristeza. É possível ser feliz sozinho, mas sozinho ninguém é completo, ninguém é dois, ninguém é casal, ninguém é filme no cinema, chocolate quente no dia frio, abraço no dia triste, sorriso nos dias felizes, permita-se compartilhar o sentimento mais nobre no ser humano: O amor.

O amor que você desperta, que você respeita, que você entende que é necessário por que ninguém é casal sozinho e ter um ombro pra chorar, pra dormir, pra sorrir e viver grandes momentos sempre cai bem. E daí se não der certo?

Você tentou, você amou, você se permitiu. 

Paula Oliveira

VEJA TAMBÉM:

10 lições que eu aprendi depois de 10 anos junto com meu noivo

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: