Oi Sumida... | Me Apaixonei

Oi Sumida…

1777
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Eu sei que um e-mail é ultima coisa que esperas receber de mim agora, entretanto é meu único recurso já que, com razão, estou banido de todas as tuas redes sociais. Poderia te classificar como rancorosa em excesso, afinal já se passaram 3 anos, mas a verdade é que fiz merda suficiente para ser penalizado por 15 anos em regime fechado e sob intensa tortura. E tenho sido, acredite. Minha mente não me deixa abandonar o arrependimento e o desejo te retornar no tempo e fazer absolutamente tudo diferente.

Hoje, com 35 anos de idade, posso dizer que finalmente cresci. Enfim conquistei a maturidade necessária para chegar diante de ti, mesmo que em forma de mensagem, e admitir meu erro. Não eras exagerada. O problema não eram as outras. O problema estava, e talvez ainda esteja, em mim. No meu egoísmo e desinteligência que me fizeram crer que esperarias por mim, que eu teria tempo de me redimir e te alcançar, mas não foi assim. Vim aqui usar esse método tão desatualizado de comunicação, porque depois de tanto tempo finalmente criei coragem para admitir que cometi o maior erro da minha vida quando te fiz chorar. Foi ali, quando a primeira lágrima caiu, que percebi que havia trilhado um caminho sem volta.

No principio, fingi não estar abalado. Afinal, sabe quantas opções existem em uma noite? Em um aplicativo? Tantos cabelos parecidos com o teu, e as vezes um papo semelhante, ou a mesma cor de batom. Olhando bem, acho que existe alguma coisa tua em todas as mulheres do planeta. Porém, não a completude, o instigante conjunto da obra.

Andei espiando tuas atualizações. Relutante, admito. Nada mais do que um instinto de proteção que, diferente de mim, tem plena consciência do que teus olhos brilhantes e curiosos podem fazer comigo, ainda que por foto. Estas feliz, e estranhamente isso me deixou feliz também. Estas feliz com outro cara. Louco né? Eu consegui sorrir e meu coração transbordou de alegria te vendo feliz com outro cara. Ok, internet é um mundo complexo, onde compartilhamos apenas a perfeição de nossa existência, só que eu conheço aquele olhar, sabe? Já causei aquele olhar algumas vezes.

Bom, não vou tomar tanto o teu tempo. Sendo sincero, acredito que meu e-mail vá direto pra lixeira sem ser aberto.

eu espero que fique bem…

que seja feliz

todos os dias

Mereces isso. Toda aquela coisa do amor romântico que eu nunca tive o menor jeito. As flores, os doces, as mãos dadas, os anéis. os jantares em família, viagem de férias, legendas de fotos. Tudo. O pacote completo. O altar, o vestido, e aquele ensaio fotográfico brega no meio de alguma paisagem clichê. Merece a casa, os cachorros, os filhos, e roupinhas nos eletrodomésticos. Mereces o que escolheres como sonho, a liberdade de saber que serás amada amanhã e depois de amanhã também.

Mereces alguém diferente de mim, alguém melhor, alguém capaz de ser uma companhia a altura da mulher apaixonante que és. Alguém, que diferente de mim, faça por merecer os teus sorrisos. Alguém melhor, o melhor homem do mundo inteiro, porém, se possível, com o mesmo amor. Porque hoje, depois de tanto tempo, depois de amadurecer e entender como essa coisa de reciprocidade funciona, eu posso afirmar que não existe ninguém que te ame mais do que…

Eu espero que sejas realmente muito feliz

e que nunca te faltem melhores opções

que nunca caia na asneira de me responder

ou me perdoar

ou me aceitar de volta

aceitar esse meu amor que veio tão tarde, tão depois da validade.

Deborah Anttuart

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: