Como evitar aquelas discussões chatas que podem levar ao fim do relacionamento? | Me Apaixonei

Como evitar aquelas discussões chatas que podem levar ao fim do relacionamento?

2393
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Embora o seu relacionamento tenha sido perfeito, existem épocas em que a realidade acaba por assentar e começam a surgir as primeiras discussões entre o casal. No primeiro momento estas podem ser pequenas e sem grande significado, mas se você já apercebeu que elas estão a aumentar de tamanho e vão acabar por dividi-los, saiba o que precisa fazer para que isso não aconteça:

Básico – É fundamental que o trate o seu parceiro da mesma maneira que estivesse a tratar outra pessoa, ou seja com simpatia e boa educação. Na maior parte das discussões, o casal está tão chateado que acaba por esquecer-se das coisas que são mais básicas e não deve até porque o parceiro merece uma maior consideração.

A boa educação é um ponto de partida para prevenir que as pequenas discussões se transformem em algo de maiores dimensões.

Perspetiva – Tenha noção de que algumas coisas não são assim tão importantes, para que discuta com o seu parceiro. Aprenda a viver de modo a que não perca tempo com coisas inúteis, como é o caso de os pratos não estarem no lugar certo, quando no entanto ele arrumou para que não tivesse esse trabalho.

Afaste-se – Por vezes, o fato de vir com stress do trabalho faz com que acabe por descarregar no seu parceiro e por isso, sempre que se sentir assim o melhor é se afastar para não provocar discussões que possam afetar o seu relacionamento.

Igualdade – Quando discute com o seu parceiro cada um tem necessidade de mostrar o seu ponto de vista e fazer com que seja ele o escolhido. Isto acaba por fazer com que as discussões sejam mais frequentes e o seu relacionamento passe a ser de apenas uma pessoa só e não de duas como deveria ser.

Para dar a volta a esta situação é necessário que percebam que vocês dois são uma equipe e não adversários.

Batalhas – É importante que aprenda a gerir as suas próprias batalhas e o fato de organizar as suas prioridades é fundamental. Seja flexível com algumas decisões do seu parceiro, para que quando tiver que tomar as suas, ele também o seja.

Problemas – Os dois temas que mais aterrorizam os relacionamentos, são o dinheiro e as traições e é aqui que tem de ser extremamente cuidadoso(a) com as atitudes, para que estas não magoem o seu parceiro. Ou seja, é importante que tenha consciência que existem ocasiões em que não deve gastar tanto, quando se trata de dinheiro, ou que não deve sair com aquele colega que acha legal, mesmo que saiba que o seu parceiro nunca vai descobrir.

Estes fatores podem originar discussões ou até mesmo levar à separação.

Amor – No que diz respeito à intimidade, opte por ser mais romântico(a) e dê mais carinho ao seu parceiro. Volte a agir como se fossem namorados e beije-o(a) com mais frequência, abrace-o(a). A intimidade deixa assim de ser um problema que vos leva a discutir e passa a ser algo muito mais positivo para o seu relacionamento.

Discussões – Aprenda a discutir de forma a que não sejam levantadas vozes e que não existam agressões verbais. Combine com o seu parceiro conversarem e exporem os seus sentimentos, sem se alterarem.

Outros – É fundamental que no meio das discussões não envolva familiares, amigos ou até crianças. Lembre-se que o relacionamento é apenas seu e é você que o tem que resolver, juntamente com o seu parceiro.

Profissional – Se vir que apesar de todo o esforço as discussões começam a ser mais frequentes e maiores, a última solução é mesmo recorrer a ajuda de um profissional para salvar a sua relação. Ao contrário dos seus amigos e familiares, o terapeuta apenas vai te dar perspectiva dos problemas que estão a afetar o seu relacionamento e ajudá-los a comunicarem de forma correta um com o outro, para que vocês continuem a ser aquilo quer eram antigamente.

Via: sapo.pt

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: