Carta para o amor do passado! | MeApaixonei.com.br

Carta para o amor do passado!

4002
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Foto: Google.com

Poderia começar essa carta falando da forma que seu sorriso me conquistou e o seu perfume me convidou a te seguir, poderia dizer do quanto que eu rezei e pedi em pensamento para que você me notasse – acho que deu certo.

Falaria tranquilamente horas sobre você, sobre como sonhamos e vivemos juntos, como tudo que fazíamos parecia que se encaixava perfeitamente, passaria dias numerando todas as suas qualidades e falando de quão maravilhoso era o seu sorriso, poderia passar meses contando todas as histórias que vivemos juntos e como acreditei cegamente nelas.

Porém hoje nada mais faz sentido, são apenas companhia para minhas lembranças, tudo que vivemos é aquela caixa que deixo no alto do armário e reviro todas as vezes que a saudade chega, ainda fecho os olhos e consigo lembrar de como fomos felizes naquele nosso canto – parece que tudo hoje quer me levar para o passado, a garrafa de vinho que sempre tomávamos, a nossa música tocando várias vezes no rádio, foi o convite para que eu fosse ao passado.

Musica tocando alto no rádio, e sem sombra de dúvida meus olhos lacrimejaram e a vontade de te ter por perto chegou com toda a força, não era um sentimento de perda, hoje era a saudade que falava mais alto, fecho os olhos e consigo me recordar de quantas vezes ouvimos aquela música e fizemos planos deitados na cama e olhando para o nada, idealizamos sonhos e aquela vontade de fazer tudo ao nosso modo.

A bendita mancha de vinho ainda está no carpete, por mais que eu lave não tem nada que a tire dali, talvez eu não quisesse realmente que ela saísse, com ela eu sou capaz de recordar os bons momentos que tivemos e de quantas vezes rolamos naquele chão, seja para brincar ou nos amar.

Tivemos bons e maravilhosos momentos e te ver partir foi um dos momentos mais dolorosos, porém te deixar ali era mais doloroso ainda, sabíamos que não dava mais para continuar, “ás vezes é necessário deixar sangrar e arder, uma hora vai cicatrizar, a separação muitas vezes é como tirar um prego do pé, precisamos tirar de uma única vez, vai doer, arder e podemos até gritar, depois a dor vai passar e aos poucos vamos pisando novamente. ”

Envie seu texto!

Se naquela época me contasse que os términos doíam tanto, eu diria que era mentira e que a pessoa estava inventando, mas hoje eu entendo que deixar alguém que se ama partir, é algo muito dolorido, mesmo que seja o melhor a se fazer na situação e que não tenha nada que façamos que mude aquilo, o sentimento que faz morada no peito é algo avassalador.

Com você vive belos momentos e esses hoje se encontram guardados em um lugar muito especial, desejo que você seja feliz onde quer que esteja e com quem esteja, que você seja capaz de deitar na cama, olhar para o teto e fazer novos planos – espero que um dia essa dor no meu peito passe, a saudade não faça mais morada e que essa mancha no carpete seja somente uma mancha e não o convite para eternas lembranças.

Fica bem aí que eu fico bem daqui.

Com carinho, alguém que só quer te ver bem!

VEJA TAMBÉM:

Ela não aceita migalhas

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: