15 Coisas Que Você Precisa Estar Ciente Se Deseja Namorar Alguém Que Tenha Filhos | Me Apaixonei

15 Coisas Que Você Precisa Estar Ciente Se Deseja Namorar Alguém Que Tenha Filhos

221
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Aventurar-se em um relacionamento com um pai/mãe solteiro(a) é bom somente se você puder manter seu ritmo de vida. Mas se você não é alguém que pode lidar com seus filhos e tudo o que isso implica, é melhor não seguir em frente. Essas relações não são para qualquer um.

Não é ruim que você goste de uma pessoa com grandes compromissos, como criar seus filhos, mas há certos aspectos que você precisa levar em conta se realmente quiser ficar com ela.

A ideia é que seu relacionamento funcione e dure. Você deve saber que esses indivíduos são muito diferentes dos outros, têm um alto senso de responsabilidade, priorizam tudo, têm um ritmo diferente de vida e, o mais importante: você nunca irá ocupar o centro de sua vida.

1. É provável que não haja certas primeiras experiências

Foto: Pinterest

Esta pessoa passou certos momentos importantes de sua vida com outra pessoa e somente se você estiver maduro(a), você entenderá isso. No entanto, é possível ter experiências que podem ser as primeiras para vocês dois.

2. Não haverá espaço para drama

Foto: Pinterest

Geralmente quem já tem filhos deixa de lado os dramas e não tem tempo para problemas insignificantes. Eles se concentram em coisas importantes e não toleram atitudes imaturas. Eles pensam no futuro e querem algo estável.

3. É possível que ele(a) precise ter contato constante com seu(sua) ex

Foto: Pinterest

Ele(a) sempre terá que ter contato com seu(sua) ex, até porque ele(a) não fez o filho dele(a) sozinho(a). Você não precisa se interpor entre os dois, sua tarefa é ser compreensivo(a) e tolerante.

4. Você não será sua prioridade

Foto: Pinterest

Seus filhos são o centro do seu universo. Neste caso, cabe a você entender que talvez você nunca ocupará esse lugar ou será sua prioridade. Com o tempo, você aprenderá a não se sentir deslocado(a).

5. Ele(a) talvez seja uma pessoa bem mais responsável que você

Foto: Pinterest

Algumas coisas boas podem ser resgatadas de alguém que já tenha um filho, como um alto senso de responsabilidade. Ele(a) sabe que há contas a pagar e que os dramas não levam a lugar nenhum.

6. Nem sempre será possível marcar um encontro

Foto: Pinterest

Isso acontecerá em mais de uma ocasião, que deixará você plantado(a), mas não é por mal. Já dissemos que seu filho é a prioridade.

7. Seus filhos podem não gostar de você

Foto: Pinterest

Você nunca será seu(sua) pai(mãe), é verdade e é bom que você não finja ser. Mas você provavelmente também terá que lidar com o fato de que os filhos dele(a) não te amam ou até mesmo que eles te odeiam. Mas, sabendo que são crianças e que a reação delas é natural, você pode entender e separar as coisas.

8. Ou até mesmo eles poderão te amar até demais

Foto: Pinterest

Você deve ter em mente (o tempo todo) que você não pode ir e vir como se o relacionamento fosse um jogo. A estabilidade emocional dos pequenos está no caminho, muito mais quando você se relaciona com eles.

9. Ter intimidade será um pouquinho complicado

Foto: Pinterest

Quando os filhos dele(a) estiverem presentes, você não poderá fazer uma surpresa tão romântica, pois deve respeitá-los. Haverá uma oportunidade para mostrar seu amor em outra ocasião.

10. Sua paciência será testada

Foto: Pinterest

Há crianças que entram em um estágio de rebelião. Pode ser que você fique nervoso(a), mas mesmo assim não consegue chamar atenção; No entanto, você pode conversar mais tarde com o seu parceiro e, da maneira mais respeitosa, deixá-lo(a) saber que o comportamento do seu filho não parece correto e, claro, ajudar.

Veja também:

É Isso Que O Meu Marido Faz Todos Os Dias Para Provar Que Se Importa Comigo

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: