Me apaixonei pelas suas diferenças | Me Apaixonei

Me apaixonei pelas suas diferenças

2884
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

me-apaixonei-pelas-suas-diferencas

Ele de Áries, teimoso e agitado, 25 anos e cheio de hábitos antiquados, adepto a músicas da década passada. Solteiro desde sempre, contraria aquela ideia de que ninguém é feliz sozinho.

Ela, de Capricórnio, calma e metódica, na jovialidade dos seus 20 anos com uma maturidade de dar inveja a muitas de 40, seu gênio a faz querer as coisas do seu modo, no seu tempo, porém odeia escolher coisas. Ele, atleta desde novo, de bolinha de gude à aquela peladinha semanal se envolveu com o Futebol Americano, e por acompanhar a cultura do esporte nos EUA teve a ideia de montar uma equipe de Cheerleaders para o time em que jogava.

Ela, mais pacífica, focada nos seus livros e nas suas curiosidades aleatórias, estudante de psicologia, foi convidada por uma amiga de sala a ser uma das atletas dessa equipe que se iniciava, pela sua pro-atividade tornou-se parte da primeira diretoria da equipe.

Com o projeto em andamento ela precisava tirar dúvidas, sempre que precisava recorrer a ele vinha com um jeitinho acanhado como se não quisesse incomodar, e na verdade não o incomodava, pois ele sempre queria falar com ela. Aos poucos as conversas que eram sobre o time, passaram a ter um cunho mais pessoal, e de brincadeira em brincadeira, e conversas que perduravam dia e noite, eles foram se conhecendo.

Ele, se encantava cada dia mais pelo jeitinho dela. Ela, aos poucos foi deixando as mágoas do passado de lado e foi se entregando ao interesse dele. Ele jogador de Football, ela cheerleader, um casal bem clichê, a ponto de se beijarem na sideline do campo após o time deles ser campeão, bem final de filme adolescente mesmo, o pedido de namoro antiquado e romântico, de terno e gravata, surpreendendo-a num fim de semana a sós, e ele entende que é feliz sozinho, mas com ela é mais feliz ainda, e ela o escolhe como namorado.

Mas o que mais chama atenção nessa história, é o quanto são diferentes e surpreendentemente se dão bem, em setembro completam mais um mês de namoro, e apesar dos signos não baterem, a diferença de idade, os estilos de vida, gosto musical, entre outras adversidades, eles vivem harmoniosamente. Então não busque aquela pessoa que seja igual a você, busque aquela pessoa que mesmo nas diferenças te faça bem, assim como ela me faz, e que encontre junto com você a motivação necessária para ficarem juntos, que viva os seus sonhos, e te inspire a viver os dele(a) que veja em vocês motivos para superar os obstáculos.

Daqui a um ano eles voltam para contar mais um trecho da história, e assim pelos próximos muitos anos, porque todas essas divergências os completam.

Texto: Pedro Gomes à sua eterna namorada.

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: