Como diferenciar um relacionamento saudável de um relacionamento tóxico? | Me Apaixonei

Como diferenciar um relacionamento saudável de um relacionamento tóxico?

4503
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Quando a gente está imerso em um relacionamento tóxico é difícil ter uma visão geral sobre a situação e enxergar os problemas com clareza: por isso tanta gente se sujeita a continuar vivendo um inferno repleto de pequenos paraísos.

Para saber se você está vivendo um relacionamento tóxico, ou até para te ajudar a enxergar os problemas nos relacionamentos das pessoas que você gosta, nós preparamos uma lista com as 7 principais diferenças entre um relacionamento saudável e um relacionamento tóxico.

Quando você está em um relacionamento que te faz bem, você se sente melhor e se enxerga como uma versão melhor de si mesmo – isso não significa que a pessoa ao seu lado te completa, isso significa que ela é um complemento na sua vida.

Porém, quando o sentimento é o contrário, é hora de prestar atenção nessas diferenças:

VOCÊ É LIVRE PARA FAZER O QUE GOSTA E MANTER AMIZADES

Nada na raiz da sua identidade deve mudar drasticamente por causa do seu relacionamento. A outra pessoa deve reconhecer que ir atrás dos seus desejos e hobbies, mesmo que de forma individual, é importante para o seu crescimento e para a evolução do seu caráter.

Kari Carroll, uma terapeuta de casal em Portland, nos Estados Unidos, diz que um espaço no relacionamento é saudável e também é fundamental que cada um desenvolva sozinho algo que faça parte da sua personalidade: “Não suportar ver que a outra pessoa está realizando e conquistando algo sozinho é um claro sinal de egoísmo”.

VOCÊ NÃO AGE DIFERENTE QUANDO ESTÁ PERTO DA OUTRA PESSOA

Você já percebeu que muda seu comportamento quando está perto da outra pessoa? Parece mais fiel a si mesmo quando está com seus amigos ou família?

É provável que você prefira agir diferente do lado da sua namorada, por exemplo, por medo da repressão dela: “Em um relacionamento saudável, sua personalidade e seus interesses continuam iguais independente de quem estiver do seu lado. Se você age diferente quando seu parceiro está por perto, é um mal sinal”, explica Marie Land, uma psicóloga de Washington.

“Você não deve sentir a necessidade de ajustar seu comportamento de acordo com a presença do seu parceiro”, completa.

O PODER É RELATIVAMENTE IGUAL

Em um relacionamento saudável, o poder e as responsabilidades são bem distribuídas, diz Amy Kipp, uma terapeuta de casal de San Antonio, também nos Estados Unidos.

Você pode contar que a outra pessoa vai respeitar as suas obrigações: “Ambos devem ter o mesmo poder de decisão em todos os aspectos do relacionamento. Em relacionamentos tóxicos um membro do casal é predominantemente dominante ou os dois ficam em uma disputa eterna para ‘vencer’ o outro”.

VOCÊ PODE SEGUIR SEUS SONHOS

Os sonhos e objetivos de ambos podem não estar alinhados, mas os dois se respeitam e torcem um pelo outro. Por exemplo: sua esposa pode apontar os pontos negativos e ficar um pouco desconfiada sobre a sua ideia de abrir um restaurante mas, no fim das contas, ela vai te apoiar porque ela quer a sua felicidade e torce por você.

“Se o seu parceiro frequentemente critica os seus sonhos ou diz que eles não são realistas, você não vai se sentir compreendido e vai acreditar que não tem um apoio. Com o tempo, isso pode te fazer desistir dos seus sonhos”, diz Kipp.

Uma vida compartilhada já é suficientemente complicada sem toda essa destruição de sonhos.

Então, se você quer descobrir o nível de toxicidade do seu relacionamento, pode começar a reparar em como sua namorada encara os seus sonhos e também enxergar como você encara os sonhos dela.

SUAS DIFERENÇAS SÃO COMEMORADAS

As pequenas diferenças, como o fato dela gostar de azeitonas e você não, são comemoradas – e as grandes também. Por exemplo: sua namorada não precisa ter a mesma visão política que você ou a mesma crença religiosa, mas você respeita essas divergências sem tentar exaustivamente fazê-la mudar de ideia (o mesmo vale na situação oposta).

Kipp explica: “Em relacionamentos tóxicos, os casais acham que essas diferenças ameaçam o relacionamento; nas relações saudáveis, as diferenças de opinião não são apenas toleradas, mas celebradas”.

VOCÊ PODE DEIXAR SEU CELULAR DESBLOQUEADO

Em um relacionamento saudável você não se preocupa em deixar seu celular desbloqueado do lado da sua namorada, e ela também não liga de fazer o mesmo porque sabe que você não vai invadir a privacidade dela.

Um casal que se ama e confia um no outro sabe que não há problema algum nas conversas do WhatsApp e não precisa checar com os próprios olhos para ter certeza.

Cada um tem suas conversas com amigos e suas particularidades e intimidades, nem tudo precisa ser completamente dividido – principalmente o papo com os amigos sobre temas que não interessam ao outro membro do casal.

VOCÊ PODE FALAR QUANDO SE SENTIR MACHUCADO

Não se preocupar em discutir e conversar com a outra pessoa é um bom sinal. Poder falar o que te preocupa e o que te machucou sem ter medo de represálias e retaliações é algo extremamente saudável para o casal.

Porém, se você se sente desconfortável em conversar, é hora de se preocupar: “Saber que você pode conversar e que vai ser ouvido é extremamente importante. Se você não se sente confortável em discutir um mal entendido, isso pode acabar gerando ressentimento e outros problemas maiores no futuro. Aprender a discutir pode ser desconfortável mas é muito recompensador”.

Notou um ou vários desses sinais? Veja nosso texto sobre o que fazer se você for um namorado abusivo ou ser a vítima nesse tipo de relacionamento!

Manual do Homem Moderno

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: