Carta de uma vítima de estupro ao seu marido | Me Apaixonei

Carta de uma vítima de estupro ao seu marido

1615
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Meu querido,

Eu preciso que você saiba, meu coração geme por você, geme por nós.

Eu queria ter sido perfeita para você. Eu desejo do fundo de meu coração que estas feridas se cicatrizem. Porque eu sei que você nunca me machucou como aqueles em meu passado. Eu sei que você não é meu predador, meu destruidor, meu estuprador. Mas, você paga o preço. Nosso casamento paga esse preço tão íngreme.

Você me viu chorar e ofegar tentando lutar com essas cicatrizes que me assolam. Você ficou ao meu lado mesmo com os juncos de lembranças que enchem nosso quarto invadindo momentos entre nós. Eu empurrei você enquanto você tentava me puxar para perto. Tudo por causa deles. Os homens que quebraram meu corpo, meu coração, meu espírito. Por causa desses homens, você passou anos tentando limpar essa bagunça, essa pessoa, sua esposa. Essa esposa que eu nunca quis ser.

Oh meu amor, eu tinha grandes esperanças para nós. Eu pedi a Deus para que quando eu colocasse o vestido de casamento todas as lembranças do passado fossem apagas. Sim, eu sabia que haveriam momentos, onde os monstros que habitam meus sonhos iriam me arranhar e puxar, mas eu tinha esperança que eles fossem detidos pela força de um bucket de rosas vermelhas. Como um pequeno arranjo feito com tanto amor e carinho. Eu estava errada. Esses monstros eram mais fortes que o véu no qual eu tentei envolvê-los.

Agora, estou com medo, meu amor. Estou com medo de que as memórias não parem de lutar em meus pesadelos. Estou com medo de que nunca serei livre e deixarei de carregar esses pequenos tijolos, esses pedaços de muros. Estou com medo de que você me veja um dia, como eu me vejo, totalmente despedaçada. Muito quebrada para se quer pensar em morte. Aliás… como você prometeu vida a alguém que está parcialmente morto? Em algum lugar quando estou lutando pelo ar da liberdade e me esforçando contra essas memórias súbitas, eu ouço uma batida em minha mente como um ritmo de desespero.

Você merece mais, meu amor. Você merece ser feliz. Você merece alguém além de mim. Alguém que não tranque as portas do banheiro para tomar banho por estar com medo, que não entre em pânico quando você se mexe rapidamente na cama.

Ainda, você ainda está, a vaguear na ressaca do meu trauma. Tudo isso, tem ligeiramente balançado com a mudança da maré. Eu vejo seu coração tentando entender. Eu vejo sua força tentando lutar. Eu vejo seu rosto vacilando quando você percebe uma falha. Eu vejo você, lutando para entender o não-compreensível. Eu me apego firmemente à sua esperança enquanto ainda luto contra eles, rezando para que o sol suba um pouco mais e a maré baixe para que talvez o chão me apareça.

Meu amor, eu rezo todos os dias para que essa maré baixe. Anseio pelo dia em que eu te veja sem tentar me esconder no meio das sombras. Pelo dia em que eu possa te receber em meu coração com toda a minha sinceridade. Rezo pelo dia em que as ondas não mais existirão, o passado será curado e o futuro será feliz ao teu lado.

Até lá, por favor, saiba, estou tentando.

Para sempre,

Sua esposa, a sobrevivente.

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: