3 diferenças fundamentais entre um namoro e o relacionamento com o homem da sua vida | Me Apaixonei

3 diferenças fundamentais entre um namoro e o relacionamento com o homem da sua vida

1472
0
Compartilhe:

Todo relacionamento para se tornar de longo prazo passa naturalmente pelo namoro, que é onde queremos estar juntos todo o tempo, e tal sentimento tem razão de ser: é necessário conhecer um ao outro. É tempo para sair juntos, fazer atividades juntos, descobrir as afinidades e conversar, conversar muito mesmo “para tentar se conhecer” como na música Eduardo e Mônica.

Somente após o namoro é que vem a fase mais séria do relacionamento, como o noivado e o casamento, onde a relação já amadureceu e se aprofundou em relação a um compromisso maior, compromisso esse, inexistente no namoro. Nesse ponto, é importante que a mulher saiba que aquele com quem ela está se comprometendo é realmente o homem da sua vida.

Namorar e ter um relacionamento com o homem da sua vida são duas coisas bem distintas e aqui estão 3 diferenças cruciais que você deve observar.

 

1. Prioridade / não prioridade

Uma relação amadurecida não se trata de autossatisfação. O casamento deve tornar cada indivíduo parte de um todo – o casal. Embora não se perca a individualidade, o elemento casal é a prioridade. Com o homem da sua vida não existirão planos individuais. Dificilmente se utilizará a palavra eu, mas nós. Você fará de livre vontade, o que não faria por mais ninguém.

No namoro, pelo menos em sua fase inicial, não existe tal demanda, já que é um tempo de se conhecer e escolher se quer permanecer ou não.

 

2. Não tem espaço para outros / tem espaço para mudanças

Quando você se relaciona com o homem da sua vida, não se sentirá insegura ou com ciúmes. Não há espaço para ciúmes, porque ele é verdadeiro. Ambos são parte importante da vida um do outro e isso fica claro. Não há joguinhos, segredos, conversas inadequadas com outras pessoas, flertes ou qualquer tentativa de agir furtivamente. Um fará tudo pela felicidade do outro.

No namoro, pode ou não ser assim. Pode acontecer de um estar insatisfeito na relação e começar a olhar para os lados. Enquanto isso não é algo realmente errado no namoro, é de bom tom terminar uma relação antes de começar a olhar para os lados. É desgastante ficar em um relacionamento onde parece que estamos continuamente em uma corda bamba. Se o seu parceiro não lhe dá segurança, mesmo após longo tempo de namoro, ele não é o homem da sua vida, portanto, não siga adiante.

 

3. Será único / outras possibilidades

O homem da sua vida merecerá todo o seu amor, respeito e dedicação. Afinal, ele lhe dá valor, ele a respeita e valoriza sua família, suas conquistas, suas metas, sonhos e tudo mais que for importante para você. Ele não tenta sabotar seus objetivos para ter mais tempo com ele, ou para que fique mais tempo em casa, ou até que não fique mais bonita ou saudável. Sua meta é fazê-la feliz e ele quer que você se realize, que se sinta bem, tenha autoestima, autoconfiança e vá atrás de seus sonhos. Ele cumpre o que promete e suas ações combinam com suas palavras. Ele é único, o companheiro perfeito e você se sente muito bem quando está com ele.

No namoro ainda não é tempo para tal dedicação. É tempo para observar como ele trata o que é importante para você, como você se sente quando está com ele. Para observar como ele trata a própria família, as pessoas que o servem (como garçons, frentistas) e como ele trata as pessoas que considera em condição financeira inferior. Isso dirá muito sobre a maneira como ele tratará no futuro você, sua família e quais são seus valores mais profundos. Um homem cruel, superficial ou desrespeitoso jamais deverá ser o homem da sua vida. Abra-se a novas possibilidades.

Fonte Familia.com.br

Esse post te ajudou? Compartilhe com seus amigos! 🙂

Deixe seu comentário: