Só a gente sabe o que sente

Quem olha para o teu corpo consegue perceber as cicatrizes de quem caminhou pelo vale das sombras. Quem olha para o teu rosto percebe a bravura de quem venceu. Ninguém sabe quantas dores você carrega no peito esquerdo. Muitos até questionam-se e duvidam de cada uma delas. Mas no final, só a gente sabe o que sente. Somos baseados em dores reais. Fatos reais. Afetos reais. Passamos a maior parte da vida acreditando que a utopia pode ser o caminho menos doloroso. Que a dor da realidade pode ser – de algum modo – desviada das tuas rodovias cardiovasculares. Veja … Continue lendo Só a gente sabe o que sente