Porque você é minha casa

Você chegou pulando a janela porque sabia que eu já havia trancado a porta e escondido a chave debaixo de algum tapete que não era meu. Só que a minha vida estava tão vazia e, ao mesmo tempo, tão cheia de buracos, de pedras que daqui de cima pareciam tão pequenas, mas que pesam tanto dentro da gente e, principalmente, tão cheia de perguntas que eu achava que você não era capaz de responder. Desculpe se não me dei ao trabalho de te ligar, comprar um cartão na papelaria, deixar um recado com a sua secretária – nem mesmo a … Continue lendo Porque você é minha casa