O dia que você me deu a mão

Quando fecho os olhos, sinto sua mão no meu rosto. Aquele carinho doce de quem não tem medo de ser feliz. Lembro bem de quando você me deu a mão pela primeira vez. Caminhávamos juntos pela avenida quando, sem mais nem menos, senti seus dedos entrelaçarem nos meus. Podem dizer o que for, mas para mim não existe gesto mais romântico do que o de dar as mãos. Juro que posso sentir aquele mesmo palpitar descontrolado no meu peito, aquela sensação de felicidade plena que faz nosso rosto ficar pequeno de tanto sorriso. Eu te amei naquele momento, naquela situação … Continue lendo O dia que você me deu a mão