Meu tesão, minhas regras. | Me Apaixonei

Meu tesão, minhas regras.

1312
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:

Não foi de imediato que percebi a configuração das relações de afeto. Realmente julguei ser correto me apaixonar por cada beijo, cada frase amorosa, cada ligação inesperada. A compatibilidade fez um marketing pessoal agressivo, e me vendeu que bastava ela para uma relação ser promissora. Enganei-me. Aprendi na prática a total dispensabilidade de um sentimento nobre para justificar atitudes carnais. Saibamos separar o sentimental do físico, pois é fundamental para poupar desgaste e culpa. Gostaria de dirigir a polêmica em questão aos homens que ainda acreditam que toda mulher procura um amor romântico com flores e mãos dadas e, mais do que isso, que tu, leitor deste texto, é exatamente esse amor. Sente-se, pegue um copo de água, acomode-se bem, pois o que será dito pode te impactar fortemente. Uma palavra, três letras e um acento: Não.

Nem todas, não mais a maioria.

O objetivo atual está voltado ao meio acadêmico, profissional, social e pessoal. O romance vem depois, e se vier, tem de estar ciente desta agenda de metas, e disposto a acompanhar, caso contrário será uma noite ou, no máximo, um fim de semana. Nada além disso.

Sabe o que mais provavelmente não te contaram? Que homens e mulheres são de Planeta Terra e, por isso, também sabem separar o amor do tesão, o pretendente a ser apresentado a família e aquele com fins muito bem específicos. Surpreso? Respire fundo. Imagino o quão difícil deva ser perceber que o pedestal da evolução é compartilhado.

Te digo mais: somos adeptas ao casual, quando é uma escolha mútua e consentida. Sabemos não ligar no dia seguinte, sabemos ligar só quando faltam opções melhores. E sabe aquele “gostoso” pronunciado na hora H? É um termo universal, não rararamente usado em substituição de um nome não lembrado, ou um nome sem sexyappeal, como Nilmar ou Romerval. Somos iguais, salvo tópicos biológicos, somos iguais. Tirando a forma diferente como a sociedade nos enxerga e cobra, somos iguais.

Então por favor, guarde sua prepotência, seu andar confiante, e comece a pensar que possivelmente fostes apenas alvo de uma determinada configuração hormonal momentânea. Dói se sentir usado? Acostume-se. Onde foi parar teu papo de atender o instinto? De desapego? É engraçado que o discurso seja válido apenas quando vem de ti. O que te faz pensar que, tendo o mundo inteiro disponível, será logo o teu sorriso a ser eleito a primeira paisagem do dia? E quem te garante que, tão somente, todas estão abertas a este processo seletivo?

Melhora tua campanha, teu esforço. Não é tão fácil assim despertar paixão. Não tente prever o que fez uma mulher te enviar mensagem no meio da madrugada, não tenha como certa a imagem de taça de vinho, Jorge & Mateus tocando e saudade chegando. Remonte sua visão. É bem provável que tenhas sido a terceira tentativa de distração até o sono chegar, quando as outras duas anteriores, cujo placar de pontuação eram bem superiores, não atenderam ao “Oi sumido, rs”. Comece a pensar que não és a unica opção da agenda e , principalmente, lide com a verdade de que muito raramente alguma mulher quer trocar alianças contigo. Liberdade unilateral não está em alta no mercado. Homens são de Terra, Mulheres também. Ambos com ascendente em tesão, desejo e casualidade.

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: