Gratidão é um exercício diário

Eu confesso que ainda tenho uma péssima mania de supervalorizar tudo que dá errado e não ser grato pelas bênçãos que me chegam. Cultivei esse meu lado masoquista de olhar a Vida e não escondo que, por vezes, me fiz de vítima para tentar ganhar um quê de pena das pessoas. E aí, quando tive discernimento suficiente para olhar pro lado e enxergar o tanto de gente que gostaria de estar no meu lugar, fui obrigado a criar vergonha na cara e entender que, sim, eu sou privilegiado. E, por isso, não posso ser tão mal-agradecido assim. A partir daí, … Continue lendo Gratidão é um exercício diário