Garçom, por favor. Me traga um amor adocicado pois o último me veio amargo demais

Ela pediu um café forte e preto, mas queria mesmo uns abraços apertados e um par de ouvidos atenciosos. Segundos após, ordenou o açúcar. Vai ver – no fundo – ela queria adoçar não só o seu café forte e preto, mas a sua própria vida. Garotos bobos e infantis vem e vão, mas nunca em vão. De tudo e todos tiramos alguns aprendizados, inclusive de nossos relacionamentos mal-acabados. Logo-logo aquele rapaz que pisou nas tuas feridas só será mais um rapaz do cabelo bonito em meio a tantos outros que ainda lhe farão feliz. Não vale a pena derramar … Continue lendo Garçom, por favor. Me traga um amor adocicado pois o último me veio amargo demais