A culpa é sua – MeApaixonei.com.br

A culpa é sua

3204
0
Compartilhe:
Compartilhe esse post:


Ei, preciso te contar uma coisa, mas antes tenho uma pergunta: O que você está fazendo comigo? Fico me perguntando todos os dias como que em pouco tempo posso sentir tanto, sabe?

De repente acordar cedo no final de semana não é mais problema; assim como ir dormir tarde por ficar acordada de madrugada refletindo sobre a sua chegada na minha vida também não é. Eu não me importo mais em poucas horas de sono nem em pegar algumas horas de transporte publico desde que eu tenha você do outro lado me esperando. Eu entendi que se você estiver la já faz todo o resto que antes eu consideraria um sacrifício, se tornar algo simples e que eu faria sem pensar duas vezes nem que fosse pra passar dez minutos com você.

Não me importo com todo o tempo que o trajeto leva porque sei que durante todo o percurso vou pensando em você e no quanto quero te ver.  Sei que é ali, no nosso abraço e no nosso beijo que tudo de ruim que aconteceu durante a semana, se desfaz. Ali mesmo; com você me acolhendo nos seus braços. No momento que te vejo pela primeira vez depois de vários dias, todos os problemas somem, eu esqueço tudo e só fico ali, pensando em nós dois. Em cada uma dessas vezes que nos vemos, a minha admiração por você cresce mais. Fico encantada pelo teu jeito e pela forma como leva a vida. Admiro o modo como faz tudo parecer tao fácil e ainda mais do seu jeito de cuidar de quem gosta.

O que eu queria te contar é que eu estou feliz. Parei pra me questionar a quanto tempo não me sentia assim, e não consegui chegar a uma conclusão; eu já nem acreditava mais nesse misto de sensações que só você me causa. Eu nem sabia que era possível sentir sempre as mesmas coisas ao ver a mesma pessoa por vários dias. Eu não sabia que o frio na barriga ainda podia criar vida dentro de mim e menos ainda que meu coração poderia bater em sincronia com o de alguém de uma maneira tão bonita.

Envie seu texto!

De repente, me percebi feliz de uma maneira tão leve e tão espontânea que eu muitas vezes me questiono se é verdade. Percebi também que comecei a cantarolar durante o banho; que as pessoas começaram a perguntar o motivo do meu sorriso bobo e que todas as músicas clichês começaram a fazer sentido. E talvez a culpa disso tudo seja sua.

Sim, é totalmente sua. Do cara que me faz sorrir com as coisas mais simples; do cara que eu já considero muito especial pra mim; do cara que me trata de um jeito que eu sempre esperei e até melhor. Você é o culpado dessa felicidade toda, e eu só sei dizer obrigada.

Obrigada por ser você.

Compartilhe esse post:
Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: