8 indícios de que algumas coisa não está certa no seu relacionamento | Me Apaixonei

8 indícios de que algumas coisa não está certa no seu relacionamento

1571
0
Compartilhe:

Todos almejamos um relacionamento duradouro, feliz e que seja para sempre. Mas sem querer desanimar, infelizmente as relações plenamente felizes não existem.

Todos nós passamos por momentos de crise, quando muito fortes, a única alternativa é terminar.

Juntamos alguns erros que, segundo especialistas, as pessoas cometem e que podem levar ao término de uma relação. Confira e veja de que maneira você pode evitá-los:

1. Fusão absoluta

Os casai mais ’frágeis’ são aqueles em que um depende muito do outro. Neste tipo de fusão total não existe ’eu’ ou ’você’, existe apenas ’nós’.

Cedo ou tarde um dos dois vai se cansar, causando dor e tristeza no outro e gerando uma crise feia. Em geral, esse tipo de relacionamento, quando termina, termina mal e as pessoas acabam muito machucadas.

2. Pensar que a outra pessoa pensa e sente o mesmo que você

Muitas pessoas projetam os próprios sentimentos e desejos na outra pessoa (até mesmo desejos ’proibidos’). Assim é como funciona o mecanismo de projeção de acordo com a psicanálise. Esta lógica explica também o ciúme exagerado.

Os conflitos sérios surgem porque muitas pessoas negam a aceitar o fato de que a outra pessoa vê o mundo e percebe a conduta de outras pessoas de maneiras diferentes das delas. O conselho que damos é: somos todos únicos. Se um casal não reconhece essa verdade simples e óbvia, o futuro pode não ser muito animador.

3. Falta de comunicação

Às vezes, pessoas apaixonadas pensam que as palavras são desnecessárias porque o amor é grande demais. Isso pode levar a uma grande confusão. Escutar e ouvir o outro, expressar os sentimentos, compartilhar pensamentos e desejos é a chave para um relacionamento harmonioso.

Quando a comunicação não ocorre, corremos o risco de descobrir de maneira inesperada que a outra pessoa não pensa como nós. Isso é perigoso. O ideal é conhecer a outra pessoa e entender as diferenças que existem em um casal.

4. Não ter planos em comum

Muitas vezes, os jovens se deixam levar por seus sentimentos e não pensam em fazer planos para o futuro. Quando a paixão acaba, eles já não se imaginam juntos e têm até medo de pensar nisso.

Se você quer formar uma relação de longo prazo, é importante estar preparado para falar sobre o futuro e não ter medo de falar em filhos, dinheiro, espaço individual, monogamia, etc.

5. Querer ‘salvar’ a outra pessoa

As relações em que uma pessoa mergulha completamente nos problemas da outra e tenta salvá-la de qualquer maneira no começo são muito fortes. A ’vítima’ recebe todo tipo de ajuda emocional e costuma achar difícil recusar a essa posição tão cômoda em que está completamente protegida.

Mas, em geral, a coisa não acaba bem. Ou a pessoa que é ajudada resolve o problema e já não precisa de ajuda, ou percebe que o outro se aproveita daquela dependência. O ideal é que as relações encontrem um equilíbrio em que as duas pessoas se ajudem e saibam que precisam enfrentar os problemas de maneira independente.

6. Preguiça ou falta de esforço

Muitos casais, sobretudo os jovens, têm certeza de que a harmonia deve ser imediata e sem esforço. Quando surge algum problema, por menor que seja, acham que o relacionamento está condenado. Por isso nem tentam resolver as dificuldades que aparecem.

Não se esqueça de que as relações são construídas pouco a pouco e sem pressa. Viva as diferentes etapas do relacionamento.

7. Conflitos que não são resolvidos

Os conflitos sem resolver podem ser fatais. Não deixe o rancor acumular para que a situação não vire uma bola de neve. Comece a falar sobre os seus sentimentos o quanto antes.

Lembre-se de que os conflitos são normais nos relacionamentos. Se você guardar tudo para você, ou decidir jogar tudo para debaixo do tapete, quando a coisa explodir, talvez não seja possível revertê-la.

8. Já não existe mais desejo sexual

A diminuição do desejo sexual pode acontecer após alguns anos de relacionamento, mas o distanciamento físico pode causar um distanciamento emocional.

É a intimidade que faz com que sejamos mais próximos do nosso amor do que do nosso vizinho. É preciso cultivar a alegria do contato físico, experimentar coisas novas e dedicar tempo ao prazer se estar com a outra pessoa.

 Veja também:

Nós nunca brigamos. Esse é um bom ou mau sinal para o namoro?

Via incrivel.club

Hospedagem de Sites e Blogs

Deixe seu comentário: